COMERCIANTES PEDEM MELHORIAS NA PRAÇA MANOEL NOVAES

A Praça Deputado Manoel Novaes, inaugurada em 1984, pelo governador João Durval ainda é um cartão postal de Guanambi e ponto de encontro de muitos estudantes.

Jairo Magalhães anuncia diversas obras em Mutans, instala subprefeitura e inicia “Projeto Prefeitura Itinerante”

A manhã deste sábado (16), com grande presença popular, a população do distrito de Mutans recebeu diversos benefícios e ações, onde o prefeito Jairo Magalhães anunciou diversas obras para a localidade, e ainda assinou ordem de serviço para o início da pavimentação de 7 ruas, e a construção de uma quadra poliesportiva, cujo projeto, a prefeitura irá ampliar e realizar a cobertura, construir vestiários e transformar em um miniginásio.

PSB DEFENDE REELEIÇÃO DE LÍDICE PARA O SENADO

Cerca de 400 pessoas lotaram a sede do Partido Socialista Brasileiro (PSB), neste domingo (17), para participar do Congresso Estadual. Prefeitos da legenda e mais de 150 vereadores estiveram representados no ato político, que contou ainda com presença do governador Rui Costa e de seu vice, João Leão, além do secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia, Vivaldo Mendonça.

GUANAMBI: CLIENTE DO BANCO DO BRASIL DIVULGA VÍDEO MOSTRANDO O DESCASO DA INSTITUIÇÃO COM A POPULAÇÃO

Um vídeo gravado por um cliente do Banco do Brasil mostra o descaso e a falta de respeito da instituição Bancária com o cidadão Guanambiense. O vídeo mostra apenas duas funcionárias para atender uma imensa quantidade de clientes em plena Segunda-feira, dia com maior movimentação de clientes.

SESSÃO ITINERANTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE GUANAMBI NO DISTRITO DE CERAÍMA

Ontem (10), no Distrito de Ceraíma, aconteceu a sessão itinerante da Câmara de Vereadores de Guanambi com o objetivo de ouvir as demandas da comunidade do Núcleo, Vila, Beira da Barragem, Olho D'Água, Baú e da zona rural. o.

27 de jun de 2008

ELEIÇÕES 2008








Convenção simultânea dos partidos de oposição de Guanambi

A convenção municipal do PCdoB de Guanambi será realizada simultaneamente com as convenções municipais do PT, PMDB, PV e PSDB no próximo sábado, dia 28, no Colégio Modelo. Ao final das convenções será feito o ato político, às 17 horas, que oficializa a coligação que ainda poderá ter adesão de outros partidos durante o final de semana.

Paulo Costa oficializa candidatura no sábado

O evento oficializará a candidatura do vereador Paulo Costa à prefeitura de Guanambi, e também a chapa de vereadores da coligação. A convenção conjunta demonstra o grau de unidade e compromisso entre as legendas determinadas na consolidação da parceria e no desenvolvimento econônico e social de Guanambi.

O presidente municipal do PCdoB e dos demais partidos coligados convidam a militância para participarem da convenção. Para Paulo Costa, o encontro de sábado será um importante momento de debate e um dia crucial para o projeto democrático e progressista da cidade.

21 de jun de 2008

CONVENÇÃO DO PCdoB DE GUANAMBI

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) convoca os filiados para participarem da Convenção Municipal para homologação das candidaturas de prefeito e veradores e a definição das alianças políticas para o pleito de 2008, que acontecerá no dia 28/06/08 (Sábado), das 8 às 17 horas, no Colégio Modelo de Guanambi. O ato político dos partidos coligados - PCdoB, PT, PMDB, PSDB, PV e PSB, será realizado às 18 horas, no auditório do colégio. Divulge e participe!

OAB


EMPATE NA LISTA SEXTUPLA DA OAB-BA

Houve empate entre o advogado Pedro Nizan Gurgel de Oliveira e o procurador do Município Renato Simões na lista sextupla da OAB-BA para concorrer à vaga de Desembargador da 5ª Região do Tribunal do Trabalho (TRT-BA). Ambos tiveram 24 votos. No entanto, o provimento que regula a eleição, em caso de empate, dá prioridade ao profissional que possuir o número da inscrição da OAB mais antiga. Neste caso, quem sairia privilegiado seria o procurador do Município Renato Simões.

(Lívia Cortizo)

19 de jun de 2008

ELEIÇÕES 2008 EM GUANAMBI

Paulo Costa lidera chapa apoiada por Wagner e Lula em Guanambi/BA

O vereador Paulo Costa do PCdoB encabeçará a chapa da frente política que unifica a oposição no município de Guanambi, no Sudoeste da Bahia, para enfrentar o atual prefeito e ex-governador, Nilo Coelho, que disputa a reeleição. Paulo Costa será o candidato à prefeito da coligação que reúne também o PMDB, PT, PSB, PV, PSDB e PDT. O nome do vereador foi escolhido na última semana após uma consulta à população, na qual foi o mais lembrado na cidade.

A atual aliança é resultado da consolidação da frente de partidos, composta pelo PCdoB, PT e PSB, que vem fazendo enfrentamento ao grupo político de Nilo Coelho (PP) há duas eleições. “Com a vitória do governador Jacques Wagner tivemos a possibilidade de ampliar a frente política, que ganhou mais força e tem chances reais de sair vitoriosa em outubro. Isso possibilitou ainda a polarização da disputa em duas candidaturas, uma situação nunca vista em Guanambi”, enfatiza Paulo Costa.

Ainda segundo Costa, além de tentar garantir o desenvolvimento de Guanambi, a candidatura também reflete um desejo da população. "As pessoas encaram com naturalidade e até cobram a presença de uma candidatura desses partidos nas eleições municipais", afirma. Para o vereador, um município com a importância de Guanambi não pode se furtar de ter o apoio dos governos federal e estadual, governos que esses partidos que agora se unem ajudaram a construir. "Nosso objetivo é demarcar um campo vinculado a Wagner e Lula", destaca.

Para a presidente do PMDB em Guanambi, Ivana Bastos, a unificação da base de apoio ao governo Wagner é essencial para vencer o atual prefeito. “Nas últimas eleições tivemos sempre duas ou três candidaturas de oposição e ficou evidente, que se tivéssemos unidos teríamos vencido. Acreditamos que com o vereador Paulo Costa e o apoio dos outros partidos seremos vitoriosos”, declara Ivana.

O vereador Rui Azevedo do PT lembra também da importância da escolha do candidato certo para disputar a eleição. “Paulo Costa foi escolhido para encabeçar a chapa por ser o nome com mais possibilidade de aglutinar forças e com reais possibilidades de ser eleito. No momento, nós precisamos de todo o apoio possível para vencer Nilo Coelho, um dos últimos coronéis remanescentes na política baiana”, disse.

A frente de oposição pode ganhar ainda mais força nos próximos dias, com a integração de outras legendas com a possibilidade de se formar uma frente ampla em torno da candiatura de Paulo Costa. A composição da chapa para prefeito deve ser anunciada até o sábado, quando acontece a convenção conjunta dos partidos que integram a frente.

De Salvador,Eliane Costa

Fonte: Portal Vermelho

17 de jun de 2008

ELEIÇÕES 2008


Comunista reúne frente de sete partidos contra Nilo Coelho em Guanambi

Em Guanambi, o vereador Paulo Costa, do PCdoB, conseguiu o feito de reunir no mesmo palanque de apoio à sua pré-candidatura à Prefeitura PMDB, PT, PSB, PV, PSDB e PDT, praticamente isolando o ex-governador e atual prefeito, Nilo Coelho, em seu partido, o PP. “As oposições de Guanambi nunca vivenciaram um cenário tão favorável”, comemora Costa, antecipando que a idéia é ampliar ainda mais o leque da aliança.

14 de jun de 2008

ELEIÇÕES 2008



OPOSIÇÃO DE GUANAMBI FECHA ACORDO PARA ELEIÇÕES

Um frente encabeçada pelo PCdoB unifica a oposição do município de Guanambi para a disputa das eleições deste ano. Além dos comunistas, PMDB, PT, PSB, PV, PSDB e PDT fecharam coligação para tentar a eleição de Paulo Costa à prefeitura contra Nilo Coelho (PP). A decisão de juntar os partidos aconteceu nesta semana.
(Lucas Esteves)

11 de jun de 2008

CHARGE DO FAUSTO- Online


MÍDIA E PIG: A FÁBRICA DE "CRISES"



ALERTA GERAL:

É preciso urgentemente de uma limpeza nas redações da Grande Mídia Brasileira. Governadores tucanos metem a mão no dinheiro público e a Mídia Conservadora fica silenciosa. Basta uma acusação de uma tal de Denise contra a Dilma Rousseff, que a Mídia passa o dia inteiro pedindo uma CPI. Quem financia a Grande Mídia para desestabilizar o Governo Lula? De onde vem tanto dinheiro para patrocinar jornalistas pró-PSDB?DEM? Como funciona a manipulação de manchetes nos grandes jornais, como aconteceu recentemente com o Jornal do Brasil?

CHARGE DO BESSINHA - Online


AS "CRISES" DA MÍDIA E DO PIG


A Dra. Denise não reconhece a Lei das Falências

DENISE ABREU: CADÊ O BIFE - II ?

Paulo Henrique Amorim

Máximas e Mínimas 1174

Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

. Denise Abreu é uma invenção do PiG.
. Denise Abreu é uma invenção do Estadão.
. Denise Abreu no Senado não foi Roberto Jefferson.
. Denise Abreu disse que Dilma Rousseff jamais mandaria ela fazer qualquer coisa.
. Pressionada pela senadora Ideli Salvatti, Denise Abreu NÃO disse que recebeu pressão de Dilma Rousseff.
. Pressionada por Ideli Salvatti, Denise Abreu NÃO deu o nome de qualquer membro do Governo que a tenha pressionado.
. O problema da Dra. Denise Abreu é com a Lei.
. Ela e o senador Arthur Virgilio Cardoso – leia no Conversa Afiada “Arthur Virgilio = Agripino Maia” – ignoram a Lei de Falências.
. A Varig foi o primeiro caso – bem sucedido – de aplicação da Lei de Falências, que teve apoio do PSDB.
. A liquidação da Varig foi feita pelo Juiz Ayoub, dentro da Lei de Falências.
. A Dra. Denise Abreu não gosta da Lei de Falências.
. Nem do Juiz Ayoub.
. Acha que a decisão do Juiz Ayoub é uma opinião, ainda refém de decisões de instâncias superiores.
. A Dra. Denise Abreu queria, ela mesma, sem a Lei de Falências, resolver o problema da Varig.
. O depoimento da Dra. Denise Abreu foi outro circo montado pelo PiG e por aqueles que afundam a oposição ao Governo Lula.

Em tempo: as manchetes dos portais do PiG, às 16h20 desta quarta-feira, dia 11, ignoram que Dilma Rousseff NÃO tenha dado ordens a Denise Abreu. Este seria "o bife" que o PiG mais queria. Não teve "bife". Deduz-se que o PiG já tinha na cabeça um depoimento de Denise Abreu e não importa o que ela diga no Senado.

Em tempo 2: não deixa de ser edificante assistir a uma sessão do Senado sob a presidência do senador Marconi Perillo, do PSDB de Goiás, que é suspeito de infringir TODOS os artigos da Lei Eleitoral. Um varão.

Veja o que o Conversa Afiada já publicou sobre Denise Abreu, hoje, enquanto ela prestava depoimento no Senado:

DENISE ABREU: CADÊ O BIFE - I ?
Paulo Henrique Amorim

Máximas e Mínimas 1172

. Uma hora e dez minutos depois de depor na Comissão de Infra-Estrutura do Senado, Denise Abreu não tirou nada da mala.
. Como dizem os americanos: “where’s the beef ?” Cadê o bife, Dra. Denise ?
. Ela fez duas acusações gravíssimas:

1) A Ministra Dilma Rousseff disse que no Brasil ninguém dá bola para Imposto de Renda. É a palavra dela contra a da Ministra.

2) Que o Procurador Geral da Anac mudou um parecer porque sofreu pressão de Ministra Dilma Rousseff. Mas, na hora em que o crime foi cometido, ela, Denise Abreu, foi para casa tomar banho.

. Quer dizer, Dilma Rousseff comete um crime enquanto Denise Abreu tomava banho.
. Vamos aguardar o resto do trepidante depoimento.

MANIPULAÇÃO DA MÍDIA (2)

Yeda é do PT, diz Jornal do Brasil: ato falho ou boca torta?

Diz a psicanálise que é através do ato falho que o inconsciente realiza seus desejos. Como Freud não admitia espaço para o acaso, nenhum gesto, palavra ou pensamento acontece acidentalmente. Em tudo há uma intencionalidade, oculta ou não.

Por Gilson Caroni Filho, no Observatório da Imprensa

O que ocorreu com a edição de domingo (8/6) do Jornal do Brasil? Ao tratar do escândalo que atinge o governo de Yeda Crusius (PSDB-RS), os editores não hesitaram em caprichar no significativo título: ''Corrupção abala governo do PT''. Ao leitor mais desatento foi isso que ficou marcado na retina.

''Um escândalo de corrupção pode forçar a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), a promover alterações no primeiro escalão de sua administração. Na pior crise política de seu governo, Yeda vê seus auxiliares mais próximos sendo envolvidos por gravações telefônicas feitas pela Polícia Federal e até pelo vice-governador Paulo Feijó (DEM).''

Freud diria que o ''equívoco'' é a evidência de como certos sintomas revelam formação de compromisso entre a intenção consciente do sujeito e o recalcado. Quando sabemos o poderoso instrumento que é um título de jornal, nos damos conta da extensão do ''recalque''.

Para o jargão jornalístico, no entanto, trata-se apenas de que alguém ''comeu mosca''. Não identificou um erro que saltava à vista. Uma falha que pode ser corrigida com uma errata. E fica o dito pelo não dito, ou melhor, o escrito pelo não escrito.

Mas para quem conhece a linha editorial da contrafação daquele que já foi um dos mais importantes jornais de expressão nacional, o erro do JB cabe na máxima popular: ''O uso do cachimbo faz a boca torta''. Talvez seja o caso de lembrar ao atual proprietário, Nélson Tanure, que normas de segurança em estaleiros não são mecanicamente aplicáveis a redações. Nestas últimas, os procedimentos mais importantes devem conter prudência e uma boa dose de ética.

A curva padronizada para ambientes com material combustível recomenda que o uso do cachimbo seja precedido por todas as precauções possíveis.

CHARGE DO BESSINHA - Online

MANIPULAÇÃO DA MÍDIA


Serra: sob proteção

Yeda x Dilma x Serra: os critérios da mídia grande

São curiosos, para dizer o mínimo, os critérios da chamada "grande imprensa" para priorizar este ou aquele escândalo envolvendo governantes. Dois casos estão sendo fartamente noticiados: o caso Varig, em que a ministra Dilma Rousseff, mais uma vez, está sendo posta na berlinda, sem nem um intervalo entre a acusação anterior, que deu com os burros n'água, e a atual, e o caso da governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, às voltas com denúncias de desvio de dinheiro público.


Por Eduardo Guimarães, no blog Cidadania.com

Eu diria até que as acusações a Yeda e a Dilma estão sendo noticiadas com a mesma intensidade. A diferença é que, quanto a Dilma, não há condicional, o tom é o de que ela é culpada e pronto, e, no que tange a Yeda, o tom é de cautela. Mas o volume do noticiário é parecido.

Sobre o caso Alstom, no qual pesam suspeitas sobre o governador do Estado, José Serra, contra seu antecessor, Geraldo Alckmin, e contra o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab, sobre esse caso está sendo muito difícil encontrar informações.

Os critérios da mídia são insondáveis. Se você perguntar ao PIG por que dá tanto destaque ao caso Varig e ignora o caso Alstom, ele dirá que é porque o caso Varig é federal e o caso Alstom é de São Paulo.

Uma informação: conversei mais uma vez com o ombudsman da Folha sobre isso e ele me deu essa explicação para a muito maior intensidade das críticas ao governo federal em contraposição à falta de críticas ao governo paulista.

Bem, mas como eu ia dizendo, antes de interromper a mim mesmo, dizem que a mídia pega mais pesado com o caso Varig do que com o caso Alstom porque o caso Varig é federal. Mas e o caso Yeda Crusius? Por que, então, é noticiado muito mais do que o caso Alstom se os dois são estaduais?

Para você que tem tido essas dúvidas e não tem sabido verbalizá-las - ou escrevê-las -, prestei-lhe o serviço de pôr em palavras, de forma simples, suas questões. Nem precisa me agradecer - o número da conta eu passo depois...

Mas não terminei ainda. Quero pedir aos leitores concordantes e discordantes que atentem para a substância das denúncias de cada um dos casos.

No caso Varig, não há nada concreto além das acusações de uma funcionária do segundo escalão do governo Lula. A moça não tem documento nenhum, nada além de sua palavra. E sabe-se que ela saiu descontente do governo.

No caso Alstom, a denúncia contra Alckmin, Kassab e outros não vem nem de brasileiros ou de pessoas físicas. Quem denunciou que a multinacional andou dando dinheiro para campanhas políticas em troca de gordos contratos com o governo de São Paulo foram o Wall Street Journal e a justiça suíça.

Já no caso Yeda Crusius, este está sendo noticiado bem dentro dos conformes e com fartura de provas. Quem acusa é o vice-governador do Rio Grande, integrante de um partido insuspeito de ser petista. E acusa COM provas.

O que está fora de lugar são os casos Varig e Alstom. Um está sendo noticiado além do que há de concreto, e o outro, muito, mas muito, mas muito aquém mesmo do que há de concreto.

Os critérios da mídia grande são insondáveis. Se perderem em mistério para outros critérios, só se for para os critérios do Todo-Poderoso. E olhem lá...

10 de jun de 2008

CONCLUSÃO DA PONTE SOBRE O RIO CARINHANHA


A obra de conclusão da ponte sobre o Rio Carinhanha está a todo vapor e será inaugurada em julho. O Governo Federal concluirá também a rodovia que interligação BR-135 (Feira da Mata) com a BR-030 (Carinhanha), ligando à região oeste e o centro sul baiano, abrindo o acesso a região de grande potencial turístico - a Península de Maraú, com praias preservadas e belas paisagens, o que ampliará enormemente a nossa via de escoamento da produção agrícola e de cargas; redução em mais de 250 km para Brasília; e aumento considerável do fluxo de turistas para a região sul, através da BR-030, o que contribuirá para o desenvolvimento da região.

Duas importantes obras precisam ser executadas pelo Ministério do Transportes: a recuperação da BR-030 com a sinalização e melhoria no acostamento da rodovia e a ampliação do anel viário de Guanambi, trecho da saída de Palmas de Monte Alto - Posto Verde Vale.

CHARGE DO BESSINHA - Online


PEC DOS VEREADORES: SENADO FEDERAL

PEC 333: senadores podem não aprovar 7.518 vagas de vereador

Em 2004, as cadeiras de vereador foram reduzidas após votação no Senado, o que reduziu o número de vereadores mais não os repasses dos orçamentos municipais. Com isso, a opinião pública e os “lobbies” dos políticos, interessados trabalham para efetivar uma proposta que ampliasse o número de vagas, já que os mesmos valores eram destinados as câmaras, ficando elas por elas.

Depois de tramitar por cerca de 3 anos, finalmente a PEC 333 foi aprovada pela Câmara dos Deputados. Aprovada em dois turnos, a PEC agora precisa passar pela apreciação do Senado, mas não vai ser nada fácil convencer os senadores a garantir a criação de mais de 7500 novas vagas nos legislativos municipais, sendo que eles em 2004 aprovaram um redução significativa de cadeiras.

Hoje a pauta do Senado está trancada devido vários projetos do governo que estão sem acordo na casa, com isso a esperança de ver pautada a PEC 333 é pouca, já que ela precisa de apoio dos líderes para então conseguir furar a fila de Medidas Provisórias, Decretos legislativos e de outras PEC´s que trancam a sete chaves a pauta no Senado.

Se houver tempo hábil o Senado pode garantir a criação das vagas de vereador, mas o interessados precisam torcer para que nenhum senador indique emenda ao projeto, o que seria um desastre, já que com emendas a PEC pode não ser votada a tempo e só ter validade as eleições de 2012 e não agora em 2008 como querem os partidos. Na terça feira (3/6), haverá sessão ordinária no Senado e quem sabe com a abertura da pauta, hoje trancada, pode colocar um fim e garantir ou não que a tão esperada PEC 333 tenha enfim validade para as próximas eleições em outubro próximo ou não.

Fonte: Agência Senado

SEMINÁRIO EM CARINHANHA


Trabalho com carvão é tema de Seminário em Carinhanha

Cerca de 150 trabalhadores rurais do município de Carinhanha, participaram do Seminário Segurança e Saúde do Trabalhador, onde a atividade carvoeira foi o tema central dos debates. O encontro visa prevenir e reduzir o número de doenças ocupacionais na região, que tem na carvoaria uma das principais atividades econômicas.

A abertura do seminário foi realizado ontem(9) e contou com as presenças de diversas autoridades: Dr. Bartolomeu e equipe da Secretaria do Trabalho do Governo do Estado; Chica do PT, Prefeita de Carinhanha; Equipe da Secretaria do Meio Ambiente do Estado; João, Presidente do STR; Cosme Nascimento, Pólo Sindical da FETAG; José Carlos Lélis Costa(Latinha); Senhora Fátima, APAE de Carinhanha; Igreja Católica; BNH; UNEB-2000; entre outras personalidades, vereadores de Carinhanha e representantes de diversos órgãos do Governo do Estado da Bahia e do município.

O seminário foi uma promovido pela Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), por meio da Superintendência de Desenvolvimento do Trabalho (Sudet), em parceria com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), Ibama, Prefeitura de Carinhanha e entidades sindicais organizadas no município.

Durante os dois dias do seminário, os trabalhadores rurais debateram sobre os riscos na atividade da carvoaria, as condições de trabalho e o impacto na saúde do trabalhador, a degradação ambiental decorrente da produção carvoeira, além de serem informados sobre direitos previdenciários.

Fonte: Assessoria de Comunicação da SETRE


ELEIÇÕES 2008

TSE analisa fim do quociente eleitoral

Duas grandes modificações nas regras das eleições municipais deste ano estão em gestação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e deverão ser decididas nos próximos dias: o fim do quociente eleitoral e a inelegibilidade de candidatos com "vida pregressa".

O critério do quociente eleitoral permite que os candidatos coligados a partidos com "puxadores de votos" tenham mais chance de se eleger. Ele faz com que algumas coligações ultrapassem os votos dados à pessoa do candidato. Este sistema cria algumas distorções, pois permite que, com poucas dezenas de votos, alguns candidatos se elejam "na cola" dos chamados "puxadores". Foi o que aconteceu com o Prona, nas eleições de 2002, em São Paulo. O então candidato a deputado federal Enéas Carneiro - já falecido - obteve 1,5 milhão de votos, quantia suficiente para puxar a eleição de mais cinco candidatos de seu partido. Um deles nem morava em São Paulo e outro não obteve nem 300 votos.

A adoção do sistema de voto em lista partidária fortaleceria os partidos e evitaria estas distorções, mas a tese do voto em lista foi derrubada em votação no Congresso e o TSE agora caminha para atacar o quociente eleitoral como forma de tentar contornar as distorções.

O quociente eleitoral tem sido objeto de duras contestações pelo presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto. Um dia depois de assumir o tribunal, Britto disse que o cálculo do quociente faz com que alguns candidatos se apropriem "de sufrágios que não receberam da pia batismal das urnas". Para o presidente do TSE, o resultado deste sistema é que o eleitor "vê o seu voto cair no colo de um terceiro candidato, ou um de um partido estranho à sua inclinação ideológica e simpatia pessoal".

Britto pediu vista e ficou de fazer um voto paradigmático. Na ocasião, o ministro criticou o critério do quociente sob a ótica da vontade popular. "Partidos e candidatos que não receberam votos, vão se apropriar de votos e, do ponto de vista do eleitor, o seu voto foi desviado para um partido e candidato que ele não escolheu", disse.

A solução do TSE pode ser propor que o quociente não pode ser alterado para o caso em julgamento, nem para as eleições anteriores, mas apenas para casos futuros. Se essa saída for adotada, serão alterados os critérios nas eleições de vereadores, o que pode afetar na formação das coligações, afinal, ninguém mais será beneficiado por um "puxa-votos".

Já a inelegibilidade dos candidatos com "vida pregressa" está sendo julgada numa consulta formulada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba.

Pargendler deu o primeiro voto neste caso, na última quinta-feira. O ministro defendeu a tese de que a Lei Complementar nº 64, de 1990, determina a inelegibilidade apenas dos candidatos que sofreram condenação na Justiça em processos em que não cabe mais recurso. "Os escândalos noticiados pela imprensa no âmbito da Administração Pública têm provocado manifestações no sentido de exigir dos candidatos uma vida compatível com os cargos que pretendem assumir", disse o ministro. "A dificuldade consiste em saber qual a circunstância que identifica a falta do candidato."

Pargendler reiterou que, pela lei, só o transito em julgado de uma sentença condenatória pode impedir o acesso a cargos eletivos. "O avanço de uma civilização está relacionado ao modo como nela foi correlacionado o devido processo legal, quanto mais numa época como a nossa recheada de denúncias", concluiu. Em seguida, o ministro Eros Grau pediu vista adiando a decisão.

Há dez dias, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), esteve com Britto para sondá-lo sobre entrar com nova consulta sobre inelegibilidade. O presidente do TSE o incentivou a propor outra consulta, após ressaltar que, em 2006, o tribunal assegurou o registro de políticos com processos criminais e de improbidade, mas por 4 votos a 3. Foi o caso da candidatura de Eurico Miranda, que contou com voto contrário de Britto. Um dia depois da conversa, Cunha protocolou a consulta.

Ao assumir a presidência do TSE, Britto contestou a candidatura de políticos com "vida pregressa". "Essa idéia central de que o povo merece o melhor no plano da representatividade política não começa por um juízo mais rigoroso do registro de candidatura?", indagou.

Fonte: Valor Econômico

9 de jun de 2008

CHARGES DO BESSINHA - Online







6 de jun de 2008

LAZER E BELEZA: CAROLINE MIRANDA



CHARGE DO BESSINHA - Online


LAZER EM GUANAMBI: MEMORIAL CAFÉ


Sabores e História no Memorial em Guanambi

Cultura e café se misturam no Memorial Casa de Dona Dedé, restaurado pela prefeitura Municipal de Guanambi e aberto à visitação recentemente.A combinação não poderia ser mais perfeita: o ambiente acolhedor de uma casa antiga de família, agrega história e valor à cidade. Já o "Memorial Café", reúne o melhor do sabor a um ambiente descontraído e convidativo ao bate- papo.

À mesa refinados pães, trufas, tortas doces e salgadas, que podem ser acompanhados desde uma xícara de café, a chás, e aveludados chocolates quentes, ou ainda de saborosos sucos naturais.

A culinária é assinada pela chef Mariza Guanais, que reservou muitos anos de sua vida ao aprendizado contínuo da arte de gastronomia diversificada e requintada.

Frequentar o Memorial Café é, sem dúvida, um privilégio dos que gostam do apuro do sapor e da simplicidade

5 de jun de 2008

PCdoB DE GUANAMBI NO RÁDIO E NA TV

Presidente do PCdoB de Guanambi, Paulo Costa, divulga as idéias partidárias no rádio e na TV Sudoeste.
PCdoB de Guanambi defende em comerciais no rádio e na tv cidade mais desenvolvida e mais humana

Nos dias 2 a 18 de junho, a população de Guanambi poderá assistir aos comerciais institucionais do PCdoB na televisão e no rádio. As inserções de 30 segundos serão exibidas entre às 19h30 e 22h, às segundas, quartas e sextas-feiras. O espaço nos dois veículos é parte do tempo a que todo partido tem direito em âmbito municipal, de acordo com a legislação eleitoral. São 20 minutos em cada semestre, com exceções de anos eleitorais, onde a propaganda acontece apenas no 1º semestre.

O Presidente do PCdoB de Guanambi, Vereador Paulo Costa, já está utilizando o espaço para falar das propostas do partido para se chegar a uma cidade mais desenvolvida e mais humana com aplicação de investimentos nas áreas socais, destacando o enfrentamento de problemas de transporte, moradia, saúde, educação, saneamento básico, desemprego, entre outros.

Segundo o Presidiente do PCdoB de Guanambi, Paulo Costa, “as inserções foram pensadas para abordar os problemas da zona urbana e rural e propor soluções que garantam a melhoria da qualidade de vida da população. Uma cidade mais desenvolvida e mais humana é acima de tudo, uma cidade com oportunidades e condições dignas de moradia, trabalho e lazer ”, enfatizou. Além dessa idéia os comerciais divulgam a participação do PCdoB nos governos Lula e Wagner, destacando as conquistas desses governos no cidade e na região, tais como: conclusão da Barragem do Poço do Magro; conclusão da Ponte sobre o Rio Carinhanha; Programas sociais (Luz para Todos; Água para Todos e Bolsa Família; investimento de 34 milhões no saneamento básico e na estação de tratamento de esgoto; estadualização do Hospital Regional de Guanambi; SAMU-192; investimentos de 50 milhões no Projeto Estreito IV; Programa de Revitalização
do Algodão, bem como o Projeto da Adutora do Algodão, Ferrovia Leste/Oeste, modernização do Sistema de Irrigação de Ceraíma, entre outros.

Líder municipal

Por considerar a importância da liderança de Paulo Costa na cidade, o PCdoB optou por dar voz e vez ao vereador nos comerciais das gravações na TV Sudoeste de Vitória da Conquista e as inserções vem tendo enorme repercussão em Guanambi e região. Para os comerciais de rádio a produção foi feita pelo Comitê Estadual do Partido e está sendo veiculada em todas as rádios da cidade. “A idéia é falar para cada cidadão sobre a vida nas cidades no cotidiano. Então nada melhor do que ouvir isso de uma pessoa que ele conhece em seu município”, declarou Julieta Palmeira.

O formato foi pensado para refletir a atuação do partido nas questões municipais. Em Guanambi, por exemplo, o PCdoB além de divulgar a sua atuação a nível local e as obras executadas pelo governo federal e estadual na cidade e região, o partido pretende logo após as inserções de rádio e TV, realizar um ciclo de debates sobre questões como Plano Diretor de desenvolvimento urbano e rural, desenvolvimento sustentável, saúde, transporte, estradas vicinais, acessibilidade, educação, cultura, esporte e lazer.

3 de jun de 2008

Brasil terá telecentros em todos os municípios até o fim do mês, diz Hélio Costa

“Todos os municípios do país estarão conectados à internet por meio de telecentros até o fim deste mês. A previsão foi feita hoje (2) pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, durante um encontro sobre a instalação de banda larga nas escolas brasileiras.

De acordo com o ministro, o governo aprovou um orçamento de R$ 140 milhões, suficiente para comprar 6 mil telecentros, formados por 10 computadores, roteadores (para conexão sem fio), projetor de DVD, telão e móveis para informática.“Esses telecentros já foram comprados e estão sendo entregues até o dia 30 de junho. Todos os 5.640 municípios brasileiros terão recebido esses equipamentos, o que inclusive alavancou as vendas de computadores no país.”

Vladimir Platonow, Agência Brasil

2 de jun de 2008

ALGODÃO

Brasil ganha disputa com Estados Unidos sobre algodão na OMC

A Organização Mundial do Comércio (OMC) condenou nesta segunda-feira (2) os subsídios norte-americanos ao algodão, em uma disputa aberta pelo Brasil. A decisão abre caminho para um possível pedido de sanção por parte do Brasil, suspendendo direitos de patentes e interrompendo parte do comércio.

Em um painel de apelação, a OMC decidiu manter a decisão de dezembro, quando a organização considerou que os Estados Unidos burlavam as regras comerciais com seus subsídios aos fazendeiros de algodão. Na despacho, a OMC sustenta os Estados Unidos agem em discordância com as obrigações assumidas em acordos internacionais e que os subsídios constituem "sérios prejuízos presentes aos interesses do Brasil".

Nos últimos meses, a Casa Branca vem tentando convencer os estados do Sul de que o Partido Republicano não abandonará os produtores de algodão. O setor é um dos importantes doadores de recursos aos candidatos. A estratégia, portanto, foi a de arrastar o quanto pôde a disputa com o Brasil nos tribunais da OMC.
A guerra entre os dois países já durava cinco anos, sem qualquer resultado concreto na redução dos subsídios, apesar das inúmeras derrotas dos americanos. O Brasil se queixava em 2003 de que os subsídios agrícolas dos Estados Unidos estavam prejudicando os produtores nacionais de algodão.

Distribuindo volumes bilionários, os norte-americanos acabavam distorcendo os preços internacionais do produto, ferindo a competitividade dos concorrentes e ainda deprimindo os preços do algodão e vários mercados.

O Itamaraty entrou com um processo na OMC e a entidade acabou acatando a posição do Brasil, exigindo que os americanos reformassem seus programas de ajuda aos produtores.
Dois anos depois, Washington não fez as modificações necessárias e continua dando os subsídios ilegais. Segundo o Brasil, US$ 12,5 bilhões foram dados ao setor desde 1999, o que explicaria a competitividade das exportações americanas.
Fonte: G1

PEC DOS VEREADORES


PEC dos Vereadores Deputados aprovam mudanças nas câmaras municipais

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 333 foi aprovada esta semana na Câmara dos Deputados.
Por: Karlo Dias

A primeira votação aconteceu na noite da terça-feira, 27. A proposta foi aprovada por 419 votos a favor e 8 votos contra. Houve ainda 3 abstenções. A segunda votação ocorreu na quarta-feira, 28, e teve 359 votos a favor, e 10 contra, com 4 abstenções.

A PEC 333 dispõe sobre a composição e o limite de despesas das câmaras de vereadores, para isso, precisa ser votada e aprovada mais duas vezes no Senado. Se for promulgada até o dia 30 de junho as novas regras podem vigorar já para as eleições deste ano.

Segundo o deputado Daniel Almeida, existe no Congresso, um ambiente positivo que pode levar a proposta à aprovação. O parlamentar ressalta os aspectos positivos da Lei. "A PEC assegura a representatividade real das Câmaras em relação ao número de habitantes por município", afirma. Outro benefício, é a redução dos custos com o legislativo, confirma o parlamentar.
De acordo com a PEC, o número de vereadores passa de 51.748 para 59.791 em todo o país. No entanto, a proposta reduz os orçamentos das Câmaras Municipais de R$ 6 bilhões para R$ 4,8 bilhões anuais, porque o limite de gastos das prefeituras com cada Câmara foi fixado em 2% a 4,5% da arrecadação da prefeitura.

A proposta estabelece ainda 24 faixas, para composição das câmaras municipais. A tabela respeita a quantidade de habitantes por município. Para a menor faixa populacional, de até 15 mil habitantes, a câmara poderá ter no máximo 9 vereadores. A maior faixa é de 55 vereadores para o município com mais de 8 milhões de habitantes (confira as faixas em matéria abaixo).

O objetivo da PEC é resolver a polêmica criada em 2004, quando o TSE interpretou a Constituição Federal quanto ao número de vereadores que poderiam ser eleitos naquele ano, extinguindo mais de 8 mil assentos nas câmaras dos 5.562 municípios.
TSE responde consulta

Diante da incerteza quanto à aprovação da PEC dentro do prazo legal, o deputado Daniel Almeida formulou uma consulta eleitoral, protocolada em 11 de março, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O objetivo da consulta foi esclarecer aos pré-candidatos, qual, de fato, será o número de vereadores eleitos em cada município brasileiro, nas eleições deste ano.

Em resposta à solicitação do deputado, o ministro Ari Pargendler, relator do processo, definiu, também na terça-feira, 27, que compete a Lei Orgânica do Município estabelecer a composição de cada câmara. Votaram unanimemente com o relator, os ministros Felix Fischer, Caputo Bastos, Marcelo Ribeiro, Joaquim Barbosa e Eros Grau.

"No entendimento do TSE, se a PEC não for promulgada até o dia 30 de junho, fica valendo as definições da Lei Orgânica de cada município, desde que se respeite a resolução de 2004", explicou Daniel.
Até 2004, havia 60.311 vereadores nos 5.562 municípios brasileiros, a partir da Resolução 21.702/04, esse número reduziu para 51.736, ou seja, 8.575 vereadores a menos, com redução nas câmaras de 2.415 municípios.

EDITORIAL: JUVENTUDE E DESEMPREGO

O país cresce, mas o desemprego entre os jovens é enorme

Atualmente a economia capitalista brasileira passa por momento de relativa estabilidade e crescimento razoável. O Produto Interno Bruto (PIB) cresce na faixa de 4 a 5%. A inflação prevista é bem mais baixa do que os países chamados em desenvolvimento, como a China, a Rússia e a Índia. A crise que abalou a economia americana até agora não conseguiu atingir mais profundamente a economia brasileira. Índices significativos do volume da produção industrial e a previsão animadora da safra agrícola de 2008 - cerca de 143 milhões de toneladas de grãos - aliadas ao esforço governamental de implantação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) possibilitam a projeção de continuidade no processo de crescimento econômico de forma mais sustentado.

Com isso, tem sido criado um volume de empregos formais de certa monta e também há um aumento significativo da massa salarial e da média dos rendimentos em geral. Entretanto, uma série de informações selecionadas a partir de estudo do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, do Ministério do Planejamento) -- divulgadas em artigo do seu Diretor-presidente, economista Marcio Pochmann -- revela que é justamente entre os jovens que a situação de desemprego é mais dramática: há 51 milhões de jovens brasileiros entre 15 e 29 anos; 66% deles estão fora das salas de aula; apenas 13% estão em curso superior; e somente 48% dos que têm entre 17 e 18 anos estão estudando no ensino médio.

A principal causa alegada para não estar estudando, entre os homens, é ter que trabalhar para ajudar a família; entre as mulheres, é a gravidez. Entre os jovens, 46% não têm emprego; metade dos 54% que estão empregados trabalham sem carteira assinada, ou seja, do total de jovens apenas 27% têm emprego com carteira assinada, e, portanto, gozam de direitos trabalhistas e previdenciários. A situação dos jovens negros é muito dramática, mostra o estudo de Márcio Pochmann. Entre os jovens de todas as cores de pele, 31% podem ser considerados miseráveis, pois possuem renda per capita inferior a meio salário mínimo. E, entre os jovens negros, 70% estão entre os que são considerados pobres.

Esta realidade torna urgente a implementação de medidas já decididas no âmbito governamental -- em matéria de política macro-econômica, de política educacional e de formação técnica, na democratização das informações, da cultura e do esporte - e a criação de novos empregos, para que se possa reverter estas tendências. E, no plano dos movimentos sociais, a mobilização da própria juventude no sentido de lutar por estes objetivos, como tem sido o caso da União da Juventude Socialista, que nestas últimas semanas realiza as últimas etapas estaduais de seu Congresso Nacional que acontecerá em São Paulo , de 12 a 15 de junho.

1 de jun de 2008

PONTE

A Superintendência de Recursos Hídricos (SRH) concedeu licença ambiental e autorizou a construção da ponte sobre o Rio Formoso, na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, município de Jaborandi. O prefeito Assuero Oliveira recorreu ao deputado Edson Pimenta (PCdoB) para agilizar a obra, que tem um investimento de R$ 2 milhões, extensão de 60 metros, altura de 10 metros e vai beneficiar não somente as pessoas e veículos que passam no loca l, mais toda a produção agrícola de Jaborandi e região.