Privatização: Audiências em defesa dos bancos públicos tomam país

Porto Alegre (RS), Salvador (BA) e Aracaju (SE) são algumas das capitais que têm realizado ações para denunciar o sucateamento dos bancos públicos promovido pelo governo de Michel Temer. Na opinião de dirigentes bancários e parlamentares o objetivo do governo federal é a privatização dos bancos federais e estatais.

CONSELHO DA CIDADE: PROCESSO DE REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE GUANAMBI

Ontem (11), na Secretaria de Educação, aconteceu a reunião extraordinária do Conselho da Cidade com o objetivo de iniciar os debates sobre o processo de revisão do PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO - PDP de Guanambi, que em dezembro completa 10 anos em vigor e conforme a Lei nº 223.

EROPORTO | - Governador Rui Costa autoriza licitação para a recuperação da pista do aeroporto de Guanambi

No início da tarde desta terça-feira (10), na sua participação semanal com internautas, onde responde a perguntas dos cidadãos de toda a Bahia por transmissão ao vivo realizado pelo facebook, ao ser perguntado sobre o aeroporto de Guanambi, governador Rui Costa, ao lado do Secretário Estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, confirmou a autorização de licitação para o recapeamento da pista do aeroporto municipal Isaac Moura Rocha, onde o mesmo poderá suportar os pousos e decolagens dos aviões ATR-72, justamente o modelo que a empresa Azul linhas aéreas opera na viação regional. A obra está orçada em R$ 4 milhões de reais.

Projeto "Doe Sangue, Salve Vidas!" mobiliza estudantes e professores do Colégio Luiz Viana Filho

A doação de sangue, considerada um ato de cidadania e de solidariedade, vem contribuindo para que muitos cidadãos salvem vidas..

GUANAMBI DESEJA SUCESSO AO HIPER STELLA

A família Stella, com mais de 40 anos de atuação no ramo de supermercado, oferece à população de Guanambi e região, o que há de mais moderno em estrutura, acomodação, praticidade, qualidade e atendimento.

30 de jan de 2015

Seca em Caetité obriga população a contar os dias para receber água

Correio da Bahia

Embora não haja na Bahia um risco iminente de uma crise de abastecimento como a do Sudeste, em Caetité a população já vive em racionamento desde 2012
Amanda Palma (amanda.palma@redebahia.com.br)
Atualizado em 30/01/2015 07:49:55
  
Sabe aquela brincadeira de que banho é só domingo? Em Caetité ela não é tão brincadeira assim. E não é por falta de higiene da população. É falta de água mesmo. Os quase 50 mil habitantes do município do Centro-Sul baiano vivem há dois anos recebendo água em suas casas durante quatro dias, a cada oito. Nos outro quatros dias é a vez da outra metade da cidade receber sua cota.

Desde 2012, quando os mananciais que abasteciam a cidade secaram, a população conta os dias que a água vai “cair”. O  calendário é elaborado pela Embasa e distribuído à população a cada três meses. São quatro dias com previsão de água e outros quatro com a torneira seca.  E, mesmo nos dias determinados, é possível que a água não venha. O próprio calendário da Embasa já avisa que “a sua casa poderá ser abastecida entre o 1º e 4º dia” previsto.

Apesar de estar localizado no semiárido baiano, uma região muito seca, a cidade nunca passou por nada semelhante, segundo os moradores. “Para não ficar sem água, enchemos baldes e também dividimos as tarefas em casa. Algumas, pra quando tem água na rede, e outras, que não dão pra esperar, fazemos com o que temos”, diz a professora Cristiane Souza.

E hoje a situação é até melhor do que  há três anos, logo quando começou o racionamento. No ano passado, Cristiane viu a sogra, que morava no bairro Observatório, que fica no Setor A, passar uma semana sem comer, porque não tinha como cozinhar.

“Teve um período que eles não liberaram água e ela ficou uma semana sem comer. A água que tinha só dava para tomar um meio banho. Cozinhar, nem pensar”, conta a professora. A solução foi mudar para o Setor B da cidade, que também passa pelo racionamento, mas onde há menos problemas, segundo a professora.

A divisão em setores foi estabelecida pela Embasa para organizar a distribuição de água no município. Assim, cada área tem dias diferentes em que a água chega. 

Mananciais

O racionamento em Caetité começou em abril de 2012, quando os mananciais Moita dos Porcos, Passagem das Pedras e Santarém secaram completamente, durante uma seca severa que atingiu a região. Outros municípios próximos também entraram em racionamento, mas apenas em Caetité o problema permanece até hoje. Isso porque as obras realizadas pela Embasa já conseguiram levar água até eles.

“Mesmo no período chuvoso, no fim do ano passado, o racionamento permaneceu. Essa é uma das piores situações em Caetité, nunca vivi nada semelhante”, conta o empresário Marcos Oliveira.

Sem água regular, os pequenos criadores acabam tendo prejuízo. “Tem gente que pensa que o racionamento é apenas na sede, mas é em todo município. Na área rural, muitos produtores já chegaram a vender as criações por preço bem abaixo do mercado, para não perder tudo”, relata Oliveira.

O próprio prefeito da cidade, José Barreira (PSB), lembra um dos piores momentos da seca, em que as aulas tiveram que ser suspensas em algumas creches.  “Já aconteceu de ter que fechar creche, escola, um dia ou outro, porque não tinha água para manter a escola aberta”, conta.

Adutora

A esperança dos moradores de Caetité está na conclusão da segunda etapa da obra da Adutora do Algodão, que levará água do Rio São Francisco até o município. Segundo o presidente da Embasa, Abelardo Oliveira, a obra deve ser entregue em junho deste ano. 

“Até junho, a população vai receber a água do São Francisco, que vai resolver a situação pelo menos para os próximos 20 anos”, garante o presidente. A obra, segundo a empresa, está com 83,9% da sua estrutura prevista montada.

Mesmo assim, os moradores de Caetité andam sem esperança de ver a situação resolvida ainda este ano, já que a obra deveria ter sido entregue no ano passado. “Eu não vejo perspectiva de mudança, mas tomara que eu esteja errada”, afirma Cristiane Souza.

Para o prefeito José Barreira (PSB), a adutora é a única esperança. “Caetité cresceu e os mananciais já não estavam mais com a quantidade de água de antes. Com a seca, tudo piorou. Se não fosse a adutora de São Francisco, a gente já teria  que ter abandonado Caetité, não teria outra maneira”, diz, referindo-se   à primeira parte da obra da Adutora do Algodão, que garante pelo menos os tais quatro dias de água até que a obra seja concluída.

Clima

A crise de água em Caetité é ainda pior por conta da sua localização geográfica. O município fica no fim da Bacia do Contas. “Nós não temos muitos rios próximos, mesmo fazendo parte da bacia, fica muito difícil de a água chegar lá”, explica o presidente do comitê da Bacia Hidrográfica de Contas, Aurelino Lima.

Além disso, as chuvas são escassas na região, explica o coordenador de monitoramento do Inema, Eduardo Topázio. “Agora que o Inema está fazendo monitoramento de seca, aquela região nos últimos meses tem mostrando uma seca de fato. Chuvas em torno de 600 mm anualmente, que é um terço da pior média de chuvas de Salvador”, compara Topázio.

Por conta disso, a cidade tem sobrevivido por poços artesianos perfurados pela Embasa. Mas, ainda assim, em alguns casos, a água não serve para o consumo, por ser salinizada. “Ali são rochas. Aí a água fica nas fissuras das rochas, dissolve com a rocha e fica salinizada”, detalha Topázio.

O início da obra da Adutora do Algodão já permitiu que uma parte da água do Rio São Francisco, que passa a 150 km da cidade, chegue para auxiliar no abastecimento. As águas do rio já chegaram também a Guanambi, distante 40 km, que por alguns meses serviu de base para que caminhões-pipas levassem água até Caetité.  Enquanto as ações forem paliativas, o “banho só aos domingos” é piada sem graça em Caetité.

CONVITE


Guanambi: Polícia age rápido e prense matadores de jovem


Uma ação ágil, digna de elogios do Serviço de Investigação da Polícia Civil de Guanambi, culminou com a prisão dos dois matadores do jovem Deivison do Carmo Araújo (Dedê), morto a tiros na noite de quarta-feira.

As diligências começaram logo após o crime e terminaram por volta das dez horas da manhã desta quinta-feira culminando com as prisões Edvaldo Lima de Souza (Diu) e Luciano Luiz da Silva (Motor) residente no Bairro Monte Azul.

Eles acusados de serem os autores dos disparos que mataram Deivison, além de ferir Pedro Vinicius Lima Fernandes e Cleriston Raimundo Nascimento. Um terceiro participante na empreitada criminosa está foragido.

A polícia também apreendeu um veiculo Cross Fox de cor preta, placa policial IAA 1138 de propriedade do Edvaldo (Diu) usado no crime e uma motocicleta. Com a prisão da dupla a polícia espera esclarecer pelo menos mais dois homicídios que supostamente foram praticados pela mesma dupla.

Ainda de acordo as investigações, Dedê morreu de graça já que o alvo dos assassinos era outro rapaz de prenome George, usuário de drogas que certamente deve para o tráfico e pagaria seus débitos com a própria vida. A comunidade aplaude o brilhante trabalho da policia civil de Guanambi.

Na foto da esquerda para a direita Edvaldo (Diu), Luciano (Motor) e abaixo o veiculo usado no crime.

Senadores baianos iniciam articulação no DF pela presidência do Parlamento

Os três baianos que assumem uma cadeira no Senado já começaram articulações dentro da bancada de seus partidos para apoiar os seus candidatos à presidência da Casa, que acontecerá neste próximo domingo (1º).
A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) tem sido bastante elogiada pelos colegas de sua bancada, composta por seis senadores. Ela estaria tirando o Senado da inércia pré-eleitoral, ao se pronunciar de que os pessebistas poderiam lançar a candidatura própria, no caso, a do senador Valadares.
No entanto, a senadora baiana afirmou que inicialmente irá apresentar aos candidatos do PMDB as principais pautas do PSB na Casa, que são a Reforma Política, a Reforma Tributária, um Novo Pacto Federativo e a democratização de distribuição de comissões e relatorias no Senado Federal. Caso não haja comprometimento, deve sair em apoio ao correligionário.
Líder do PSB no Senado, Lídice condicionou o apoio da bancada, que terá seis integrantes, ao debate de temas como a Reforma Política, com alterações no sistema eleitoral; a discussão do Pacto Federativo e a discussão de assuntos internos na Casa.  Tribuna da Bahia

Jorge Solla anuncia que governo irá fazer investimentos na Saúde na Bahia

Sexta, 30 de Janeiro de 2015 - 09:00

Bahia Notícias

Jorge Solla anuncia que governo irá fazer investimentos na Saúde na Bahia
Foto: Tiago Melo / Bahia Notícias
O ex-secretário de Saúde e deputado federal eleito Jorge Solla (PT) divulgou nesta sexta-feira (30) que o governador Rui Costa (PT) se comprometeu com diversas pautas para a Saúde na Bahia além da manutenção das equipes técnicas das extintas Diretorias Regionais de Saúde. De acordo com o Solla, o governador “se comprometeu em agilizar a inauguração do HGE2, do Hospital da Chapada, em Seabra, e do Hospital São Jorge em Salvador e manter programas importantíssimos como a Internação Domiciliar que já alcança mais de mil pacientes, Saúde em Movimento que já atendeu mais de 400 mil pessoas e Rastreamento de Câncer de Mama”. O parlamentar também disse que Rui irá dar as ordens de serviço das obras do novo Hospital da Costa do Cacau, da Maternidade Metropolitana, em Camaçari, e do Centro de Oncologia da Região Norte, em Juazeiro, além de assinar o contrato da PPP de Diagnóstico por Bioimagem “em breve”. Ainda de acordo com a mensagem propagada com Solla, o governador “confirmou também a execução do PROSUS com mais de 200 milhões de dólares de investimento em saúde na Região Metropolitana de Salvador, captados junto ao BIRD na gestão passada. Ao todo são mais de 1 bilhão de reais já captados em diversos projetos junto ao BIRD, Banco Mundial, BNDES, Caixa e Ministério da Saúde para continuar avançando a saúde da Bahia!”. O deputado ainda antecipou que “combinou” um apoio para a reabertura do Hospital Regional Vicentina Goulart.

29 de jan de 2015

Jorge Solla comemora suposto recuo do governo em relação às Diretorias Regionais de Saúde

Quinta, 29 de Janeiro de 2015 - 10:14

Bahia Notícias

por Luiz Fernando Teixeira
Jorge Solla comemora suposto recuo do governo em relação às Diretorias Regionais de Saúde
Foto: Tiago Melo / Bahia Notícias
O ex-secretário de Saúde e deputado federal eleito Jorge Solla (PT) enviou uma mensagem via SMS para pessoas ligadas à área e afirma que o governo teria "recuado" e irá criar as Bases Regionais de Saúde aonde funcionavam as Diretorias Regionais de Saúde (Dires), além de manter as equipes técnicas de vigilância, imunização, controle de endemias, laboratórios e assistência farmacêutica. Escrito em primeira pessoa, o texto diz que “conseguimos mostrar que as DIRES não eram ‘escritórios burocráticos’ e que Vigilância a Saúde não é ‘cuidar de papel’.” A mensagem é acompanhada com uma nota técnica da Sesab que confirmaria as afirmações (veja aqui). Em contato com o Bahia Notícias, o parlamentar disse que a nova articulação dos servidores das Dires foi fruto de diversas reuniões com parte do secretariado e o próprio Rui Costa (PT), em que eles foram capazes de demonstrar que o diagnóstico feito sobre a Dires era equivocado. “Não haveria redução de despesas. Se deixassem de funcionar as 223 estruturas iríamos pagar mais em questão de diárias de servidores. Diferente do que foi apontado, são equipes técnicas de vigilância à saúde e não administrativas e burocráticas”, defendeu Solla. De acordo com ele, “não é por acaso” que a Bahia não tem casos de sarampo e raiva desde 2007, por exemplo. “A reforma administrativa extinguiu as 31 Dires e manteve nove núcleos de saúde. As 22 Dires extintas funcionarão subordinadas a esses núcleos e isso não vai interferir na reforma. Deixaram apenas de existir os cargos de direção”, esclareceu Solla. (Atualizada às 10h39)

Nota Técnica sobre a reestruturação das Dires



"Atendendo à Lei Nº 13.204 de 11 de Dezembro de 2014, as Diretorias Regionais de Saúde – DIRES - foram extintas e criados os Núcleos Regionais de Saúde (NRS).

Os nove núcleos regionais de saúde irão concentrar as ações de coordenação, planejamento e supervisão, que antes vinham sendo conduzidas pelas antigas Dires.

As estruturas físicas ocupadas pelas antigas Dires serão mantidas como bases operacionais do sistema (Bases Regionais de Saúde – BRS), com manutenção da rede de frio, dispensação de medicamentos, processamento de dados da vigilância e locais de fixação dos profissionais envolvidos nas ações de vigilância de saúde, bem como de toda a infraestrutura logística necessária para a consecução dessas atividades.

Haverá uma readequação física e funcional das sedes dos Núcleos e dos pontos de apoio, com ampliação de algumas e enxugamento de outras.

Caberá aos coordenadores dos Núcleos Regionais a definição do tamanho da estrutura física e funcional necessária, não apenas para desempenhar as atividades de coordenação, supervisão e planejamento, assim como para a manutenção das atividades das Bases Regionais de Saúde.

Os profissionais de saúde lotados nas antigas Dires serão avaliados pelos Coordenadores dos Núcleos e pela Superintendência de Recursos Humanos da Sesab a fim de que sejam alocados nos núcleos e nas bases, levando em conta a qualificação de cada um e o interesse público.

O contingente de funcionários que vier a ser considerado não essencial para a manutenção dos Núcleos e das Bases, será realocado para outras estruturas do Estado ou dos Municípios, sempre respeitando a vocação funcional de cada um, com diálogo e interlocução permanente.

Nenhum funcionário será realocado de forma arbitrária, unilateral, sem prévio acordo entre as partes.

A realocação funcional será definida prioritariamente para áreas de atenção direta à população, ou o mais próximas possível, sempre buscando aumentar a assistência à saúde.

É prerrogativa fundamental, que o processo de realocação funcional não venha a causar perdas financeiras aos funcionários.

O Estado da Bahia cumprirá com a sua função de apoiar tecnicamente e quando necessário, financeiramente os municípios para que estes desempenhem o seu papel constitucional de atendimento a saúde".

O Desenvolvimento Sustentável e o Potencial Turístico da Ilha de Itaparica/Vera Cruz



Reflexões sobre o futuro da Ilha de Itaparica e Vera Cruz

Na década de 70, a exploração turística da Ilha de Itaparica e Vera Cruz era em pequena escala pelo chamado turismo doméstico da população de Salvador e da região Metropolitana. A população nativa da Ilha vivia da pesca e do fluxo turístico. 

O turismo na Ilha de Itaparica foi ampliando e crescendo sem infraestrutura e de forma desordenado. Diversos moradores de Salvador adquiriram imóveis nas localidades e no período da alta estação turística a população aumenta exageradamente e os problemas crescem em proporções cada vez maiores. O sistema de ferry-boat é deficitário e não atende o fluxo de passageiros, a travessia Salvador-Mar Grande, que é realizado no atracadouro de Mar Grande, não atender a demanda de cargas e passageiros. Com o problema, moradores e turistas têm o desconforto de cancelar a travessia.

Os moradores reivindicam a construção de um novo atracadouro, reivindicação antiga da população, que vai evitar que as embarcações dependam das condições de maré para atracar, como ocorre atualmente. A travessia Salvador-Mar Grande é realizada por diversas lanchas e existe há mais de 50 anos.Quando a maré está baixa, as embarcações de baixo calado não conseguem atracar, por isso, é necessário um intervalo de até duas horas para o embarque dos passageiros, quando não ocorre interrupção do serviço. 

A ilha enfrenta, ao longo da sua história, o descaso do poder público Federal e Estadual e as dificuldades financeiras das Prefeituras de Itaparica e Vera Cruz: sistema deficitário e caótico de transporte, necessidade de duplicação da BA-001, problema com a coleta de lixo e o sistema de esgotamento sanitário, abastecimento de água, não existe asfalto nas vias de acessos as diversas localidades, entre outros problemas graves. 

Os municípios de Itaparica e Vera Cruz tem uma população fixa de 70 mil habitantes, mas no período da alta estação a população chega a 340 mil habitantes, ampliando e dificultando ainda mais os problemas da ilha. Os prefeitos reclamam que as demandas por serviços públicos crescem bastante e não existe nenhuma arrecadação de impostos para financiar as várias demandas de serviços públicos geradas com o aumento do fluxo turístico.

Pelo sistema de ferry-boat, no período de 18 de dezembro de 2014 a 04 de janeiro de 2015, foram transportados 85 mil carros e 345 mil passageiros. Atualmente, o sistema tributária local não arrecada nenhuma taxa ou imposto para contribuir com as demandas do período da alta e média estação de turismo.

A partir da exploração turística da Linha Verde, a Ilha de Itaparica vem perdendo o fluxo turístico a cada ano e também foi abandonada de poder público. 

A população reivindica a construção da Ponte de Salvador-Itaparica com uma importante obra para alavancar o turismo e servir de uma nova rota para a resolução do problema de mobilidade da capital.

A Ilha de Itaparica é um paraíso ecológico e com grande capacidade de desenvolver de forma sustentável. A sua população precisa de melhoria na sua qualidade de vida. A necessidade da parceria entre os governos Federal, Estadual e das Prefeituras de Itaparica e Vera Cruz é fundamental para o futuro da Ilha. Precisamos da unidade da população local com o objetivo de promover mobilizações e debates para garantir ações concretas e acabar de vez com as promessas que acontecem nos períodos eleitorais.

"As forças políticas e a população local precisam de unidade para pensar e agir em defesa desse importante paraíso histórico, ecológico e turístico. Que ama a Ilha de Itaparica e Vera Cruz precisa deixa de pensar no individual e agir coletivamente em defesa da Ilha de Itaparica."

A Tarde: Coluna Tempo Presente

Luiz Fernando Lima

EBDA à beira da extinção
Os parâmetros e prazo para a extinção da EBDA serão definidos em uma assembleia extraordinária que acontece no próximo dia 3 de fevereiro, na sede da Secretaria de Agricultura. Na assembleia, também será nomeado o liquidante, responsável pelo ajuste de contas e liquidação da empresa.
Palavra de ordem
O Sindisaúde convocou os servidores da Saúde para uma manifestação autointitulada "Dia Estadual da Luta Contra a Extinção das Dires e por Democracia na Saúde". O ato acontece hoje, às 9h, durante  a reunião do Conselho Estadual de Saúde (CES), na Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), no CAB, às 9h.
As queixas às medidas adotadas pelo novo secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, só devem diminuir quando e se começarem a dar certo.



Câmara de Urandi promove campanha contra criminalidade no município

Preocupada com o alto índice de violência no município, a Câmara de vereadores de Urandi, irá promover a primeira campanha municipal de combate a criminalidade.

O evento será marcado por um ato público, reunindo autoridades, lideranças 
políticas e a sociedade local, buscando debater e buscar soluções junto 
as autoridades competentes, além de propor ações educativas. No final do 
ano de 2014 e início do ano de 2015, Urandi foi palco de homicídios, acidentes 
de trânsito, assaltos e homicídios, deixando a população consternada e assustada com o alto índice de casos registrados.

“Como propomos uma Câmara presente e participativa, junto as demandas da 
comunidade, vamos realizar este ato para que todos juntos, possamos 
combater a criminalidade em todos seus aspectos”, destaca o Presidente da casa, Antonino Neto. Iguanambi

Assembléia Extraordinária dos Professores Municipais de Palmas de Monte Alto





Neste momento a reportagem do Programa Giro de Notícias está acompanhando no Sindicato dos Servidores Públicos, a Assembléia Extraordinária com a participação de centenas de professores da rede municipal de Palmas de Monte Alto, que estão discutindo sobre a situação do não pagamento do Piso Salarial de 2015 aos educadores montealtenses.
Mais informações serão divulgadas posteriormente.
RADIALISTA VILSON NUNES DRT - DF 7181

Palmas de Monte Alto: Professores municipais fazem manifestação pelo pagamento do piso salarial

Os profissionais também reclamam do aumento da carga horária destinada às atividades com o aluno em sala de aula e ainda o não pagamento do terço de férias referente ao período de 2014. A reportagem do ‘Programa Giro de Notícias’ compareceu ao movimento da classe e entrevistou alguns educadores:

1. Professora Neurizângela Maurício;
2. Professora Luciana Bizerra;
3. Professora Ilídia Nogueira;
4. Professor Domingos Neto;
5. Professora Agnalva Magalhães.

RADIALISTA VILSON NUNES DRT - DF 7181

Audiência com o secretário de Saúde Fábio Vilas-Boas




Preocupada com o desdobramento para a saúde pública do Decreto 13204, que extinguiu as 31 Dires, criando 9 núcleos regionais, estive nesta quarta-feira (29),em nova audiência, com o secretário de Saúde Fábio Vilas-Boas e com os três presidentes das entidades médicas Robson Moura, Abelardo Meneses e Francisco Magalhães (ABM, Cremeb e Sindmed). Ouvimos esclarecimentos da nova gestão sobre o processo de reestruturação e seu impacto sobre as ações de vigilância, assistência farmacêutica, programas de vacinação e para os profissionais de saúde. Apesar de entender que um debate antecipado com as partes envolvidas evitaria angústias e dúvidas, a garantia de manutenção das ações de saúde nas bases regionais de saúde (antigas Dires), a readequação física e realocação funcional de profissionais de saúde excedentes para ações de assistência direta à população e sem perdas salariais, merece meu voto de confiança.

Nudez de Paolla Oliveira em minissérie volta a bombar redes sociais

Correio da Bahia

O nome da atriz e citações à minissérie causaram alvoroço no Twitter e Facebook
Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)
Atualizado em 29/01/2015 09:13:42
  
A nudez de Paolla Oliveira voltou a bombar os sites de redes sociais na noite desta quarta-feira (28). No episódio de "Felizes Para Sempre?", Danny Bond, a prostituta interpretada por Paolla deixou os seios à mostra em uma das cenas.
O nome da atriz e citações à minissérie causaram alvoroço no Twitter e Facebook. "Ontem vimos a bunda da Paola Oliveira, hoje o peito. Tô doido pra chegar amanhã já meu!", brincou um internauta. "Paola Oliveira nos trends todo dia por causa de uma parte do corpo, ontem a bunda, hoje os peitos", escreveu uma fã.
Nudez de Paolla Oliveira em minissérie volta a bombar redes sociais (Foto: Reprodução)
Interpretando uma garota de programa, Paolla Oliveira esteve em cenas quentes e sensuais ao lado da atriz Maria Fernanda Cândido e do ator Enrique Díaz. Na trama, ela é convocada pelo casal para proporcionar novas experiências e tentar salvar o relacionamento dos dois. 
Arrasando na telinha, a atriz já declarou que descartou dublê e afirmou que malha e faz dieta há 12 anos para manter o corpo em forma.  
Até a manhã desta quarta, o nome da atriz aparecia nos Trending Topics do microblog. "Que corpo! Que mulher maravilhosa", escreveu um usuário. "Eu ia tomar um achocolatado no café da manhã, mas lembrei da bunda da Paolla Oliveira e desisti", brincou uma garota hoje pela manhã.

PSB cogita lançar nome no Senado

 Política Livre

Foto: Reprodução/Facebook
A eleição para a presidência do Senado ocorre no próximo domingo (1º), e são grandes as articulações dos candidatos por apoios. Na última terça-feira, o senador Luiz Henrique (PMDB-SC) anunciou que será candidato, causando um racha dentro da legenda, que possivelmente terá como candidato ao pleito o senador e atual presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). Apesar de não ter nenhuma candidatura registrada oficialmente, ventila-se ainda a possibilidade de surgir os senadores Waldemir Moka (PMDB-MS), Ricardo Ferraço (PMDB-ES), e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP). Ainda faltam nomes a serem lançados nesta reta final, como por exemplo, é o caso do PSB. A bancada de senadores do PSB ainda vai definir se apoiará o peemedebista eleito em Santa Catarina ou lançará a candidatura do socialista Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), que cogitou uma possível candidatura no início desta semana.Após reunião, a líder do partido no Senado, Lídice da Mata, não descartou a possibilidade de o partido apoiar o nome do PMDB alternativo ao de Renan, a fim de manter a regra de proporcionalidade. No entanto, em sua página com perfil político no Facebook, ela afirmou que vai apresentar ao senador Luiz Henrique o debate sobre a Reforma Política, pauta primordial dos socialistas. Leia mais na Tribuna. 

José Rocha e Rui buscam recursos no Ministério dos Transportes

BAHIA Política Livre

Foto: Divulgação
Deputado baiano foi convidado pelo ministro para participar da audiência com o ministro
O governador da Bahia, Rui Costa(PT) solicitou ao ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues apoio para fortalecer o sistema rodoviário e ferroviário de transporte no estado, durante audiência nesta quarta(28), em Brasília. Segundo o deputado José Rocha(PR), convidado pelo ministro para participar da audiência, Rui afirmou que o apoio do Governo Federal é fundamental para recuperar, ampliar e modernizar o sistema de transportes e alavancar o desenvolvimento do estado. Rui Costa ainda solicitou ao ministro maior rapidez no processo de absorção de trechos das rodovias que estavam sob a responsabilidade de estado e agora serão administradas pela União. Os principais trechos estão nas BRs 030(Cocos/Carinhanha e Brumado/Sussuarana), 430(Bom Jesus da Lapa/Caetité), e 349(Santa Maria da Vitória/BR 020 Rosário-Distrito de Correntina). O governador também solicitou ao ministro esforços para que o trecho da Ferrovia de Integração Oeste Leste(Fiol), no oeste do estado, seja ligado até a Ferrovia de Integração do Centro Oeste(Fico), em Campinorte(GO).

28 de jan de 2015

Rui Costa X Solla

A Tarde - Coluna Tempo Presente


Rui Costa — A agenda oficial do governador em Brasília não foi divulgada, mas os indicativos são claros de que vai tentar esfriar as crescentes discussões com o deputado federal e ex-secretário da Saúde Jorge Solla. Solla publicou na sua conta do Facebook, ontem, uma critica dura contra as mudanças na área da Saúde. Rui Costa, no dia anterior, saiu em defesa do atual secretário Fábio Vilas-Boas.
Solla — O ex-secretário defendeu, em sua carta, a manutenção do trabalho das Dires, extintas pelo atual titular. Solla utiliza uma série de argumentos para justificar a continuidade destes postos, contudo, Rui Costa já fechou questão e médicos, enfermeiros e outros profissionais da Saúde que estavam em trabalho administrativo e de planejamento serão realocados para a prestação de serviço na ponta, ou seja, hospitais e postos médicos.

Zulu Araújo comandará a Pedro Calmon

A TardeRafael rodrigues


Zulu foi presidente da Fundação Palmares por 5 anos
O futuro presidente da Fundação Pedro Calmon será o arquiteto Zulu Araújo. Apesar de ser filiado ao PSB e ter sido um dos coordenadores da campanha da senadora Lídice da Mata ao governo do Estado, Zulu não entrou pela cota do partido, que aderiu na segunda-feira ao governo Rui Costa (PT).
Zulu  assumirá o cargo - em ato na sexta-feira - por uma indicação pessoal do secretário da Cultura, Jorge Portugal. Formado em arquitetura e militante do movimento negro, Zulu foi presidente da Fundação Palmares (do Ministério da Cultura) entre 2007 e 2011.
Ainda há uma indefinição quanto ao futuro da Fundação Cultural do Estado (Funceb), que será discutida entre Portugal e Rui Costa. A proposta estudada pelo secretário é a de extinguir o órgão e transferir para a Pedro Calmon todos os seus projetos e atribuições. A mudança, se acatada, terá de ser submetida à Assembleia Legislativa via projeto de lei.

Combate à corrupção é identificado como atuação mais benéfica do MPF na Bahia

Brumado Notícias
28 Jan 2015 - 09h00
Combate à corrupção é identificado como atuação mais benéfica do MPF na Bahia
O combate à corrupção foi identificado como uma das ações do Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) mais benéfica para a sociedade e que deve receber atuação prioritária. O tema foi o mais votado entre os participantes que responderam ao questionário de avaliação da segunda consulta pública realizada pelo MPF/BA, sendo a primeira na modalidade presencial. A consulta ocorreu no dia 20 de novembro do ano passado e reuniu 50 pessoas na sede do órgão. 50% dos cidadãos e representantes da sociedade civil responderam ao questionário de avaliação da consulta. Do total de entrevistados, 63% apontou o combate à corrupção como a atuação do MPF que mais traz benefícios para a sociedade. A defesa dos direitos do cidadão, da sociedade e das comunidades tradicionais foi citada por 50% dos respondentes. Em seguida, veio a proteção ao meio ambiente, com 22% das respostas. Questionados sobre quais devem ser as ações prioritárias do MPF, os participantes citaram o acompanhamento das políticas públicas, com destaque para Educação e Saúde, além das atuações nas áreas Criminal e Direito do Consumidor.

FÁBRICA DE TORRES EÓLICAS DE JACOBINA SERÁ INAUGURADA NESTA SEXTA (30)

Bahia Econômica


Com as presenças do governador Rui Costa, do secretário de Desenvolvimento Econômico, James Correia, e do presidente da Alstom Brasil, Marcos Costa, será inaugurada na próxima sexta-feira (30), no município de Jacobina, a  Torres Eólicas do Nordeste (TEN), com investimentos de cerca de 30 milhões de euros, fruto da joint venture entre a brasileira Andrade Gutierrez e o grupo francês Alstom.

Com a fábrica, serão criados 250 empregos diretos e mais 600 indiretos em Jacobina e região. A planta industrial da TEN, instalada em uma área de 140 mil m2, terá capacidade para produzir 200 torres de aço para aerogeradores por ano.

“Escolhemos Jacobina porque o município está localizado bem próximo aos principais projetos eólicos da Bahia. Vamos garantir mais eficiência nos processos de implantação das usinas, reduzindo os custos logísticos e aumentando a garantia de segurança do transporte destes gigantescos equipamentos”, explica Marcos Costa, presidente da Alstom Brasil.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, James Correia, a energia eólica vai garantir uma nova dinâmica na economia do Nordeste – 80% dos parques eólicos estão nessa região, e mais especificamente ao semi-árido baiano.

“É uma região com pouca diversidade econômica, que agora ganha uma nova fonte de riquezas. Quando todos os projetos estiverem em operação, em 2020, serão gerados cerca de R$ 30 milhões mensais para os proprietários rurais do semi-árido. Além disso, ainda tem os empregos gerados na operação do sistema e, agora, na nova fábrica de torres da Alstom/Camargo Correia”, diz o secretário.