• 14.08.2018: UM DIA PARA FICAR NA HISTÓRIA DE GUANAMBI

    A TV Latinha registrou com fotos e entrevistas o Dia 14 de Agosto de 2018 – 99 anos de emancipação política de Guanambi rumo ao Centenário da cidade.

  • Guanambi 99 Anos: Abraço à Cidade da Fundação Joaquim Dias Guimarães

    Hoje (14), Dia do Aniversário de Emancipação Política de Guanambi - 99 Anos , a Fundação Joaquim Dias Guimarães - FJDG realizou o 24º Abraço à Cidade na Praça Coronel Cajaíba com a participação de crianças, jovens, adultos, idosos, autoridades, personalidades histórias e lideranças políticas, bem como de diversas entidades comunitárias e de instituições educacionais.

  • Degradação ambiental do Rio Carnaíba de Dentro e os Riachos do Belém e dos Brindes em Guanambi

    De acordo estudos de campo, observa-se que o principal problema de desenvolvimento de Guanambi é a questão ambiental, a preservação das bacias hidrográficas, os resíduos sólidos, o desmatamento das áreas verdes e degradação das áreas históricas e naturais

  • CONSELHO DA CIDADE E CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE VISITAM O RIACHO DO BELÉM EM GUANAMBI

    Hoje 11.08 – Dia do Estudante, uma comissão do Conselho da Cidade e do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Guanambi fez uma expedição pelo Riacho do Belém no trecho do Parque da Cidade até Ponte de Dona Dedé, onde observou-se o processo histórico de degradação da APP - Área de Preservação Permanente. Também analisou o problema do descarte de lixo, esgoto, desmatamento e queimada. Em contra posição identificou-se diversas espécies de aves, peixes, cágados e outros animais silvestres.

  • I Fórum Guanambiense de Educação Ambiental

    Hoje (08), das 8 às 13 horas, aconteceu o I FÓRUM DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE GUANAMBI organizado pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente em parceria com o Conselho Municipal de Meio Ambiente e as secretarias de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e de Assistência Social.

Charles não aceitaria ser secretário para não perder foro parlamentar

POLÍTICA LIVRE

Foto: Divulgação/Arquivo
Deputado federal Charles Fernandes
Com tristeza, o governo descobriu o motivo pelo qual o deputado federal eleito Charles Fernandes (PSD) não aceita de jeito nenhum o convite para assumir uma vaga no governo Rui Costa (PT), o que abriria espaço para que o deputado federal Paulo Magalhães (PSD), que ficou numa suplência nestas eleições, pudesse assumir o mandato na Câmara dos Deputados na legislatura que começa amanhã. Como responde a várias ações na Justiça por improbidade – adversários chegam a relacionar 40 -, Charles teme perder o foro, este Santo Protetor.
Share:

Semana Pedagógica começa segunda-feira nas escolas estaduais

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Professores, gestores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino estarão reunidos, entre os dias 4 e 8 de fevereiro, na Semana Pedagógica 2019, com o objetivo de planejar o ano letivo 2019. Este ano, a atividade terá como tema “Pilares para a garantia do direito de aprender: currículo, formação, acompanhamento e avaliação”. Durante os cinco dias de encontro, os participantes irão discutir ações, bem como avaliarão o conteúdo e as estratégias de articulação entre os projetos e o currículo escolar, tendo em vista a melhoria da aprendizagem.

A programação da Semana Pedagógica inclui: apresentação sobre o Novo Ensino Médio; linha do tempo “Escuta Inspiracional à elaboração do Currículo Bahia”; apresentação dialogada para saber como fica o planejamento da unidade escolar a partir das orientações gerais do Currículo Bahia e, também, referente às orientações pedagógicas para o acompanhamento da aprendizagem dos estudantes. Outros destaques são oficinas sobre temas como Refletindo sobre competências e habilidades; Refletindo sobre aprendizagem contextualizada no século XXI; Avaliação da aprendizagem; Trajetórias de sucesso escolar; e Análise situacional através de matriz swot.
Share:

BAHIA ABRIGA PRIMEIRO COMPLEXO SOLAR DA ATLAS RENEWABLE NO BRASIL

BAHIA ECONÔMICA

BAHIA ABRIGA PRIMEIRO COMPLEXO SOLAR DA ATLAS RENEWABLE NO BRASIL
Com um investimento de R$ 244,4 milhões nas Centrais Fotovoltaicas São Pedro II e IV (54 MW), a Atlas Renewable Energy inaugurou seu primeiro complexo solar no Brasil na quinta-feira (24). As usinas ficam em Bom Jesus da Lapa, na Bahia, e têm capacidade de produção de mais de 150 GWh em um ano. Essa energia pode abastecer anualmente 82 mil residências. Juntas, as centrais possuem mais de 204 mil painéis solares em uma área de 150 hectares, que equivale a 210 campos de futebol.
“Este empreendimento é um passo muito importante porque é o primeiro parque que a Atlas inaugura no Brasil. Então, para a empresa, tem muito simbolismo”, afirma Luís Pita, gerente Geral da Atlas no Brasil. De acordo com ele, a Bahia tem vários fatores que propiciam um bom ambiente de negócios: “A irradiação solar é muito boa, as prefeituras que temos relações estão muito bem preparadas na questão ambiental para receber os empreendimentos. Além disso, tem o atendimento e auxílio que recebemos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Tudo isso contribui para olharmos com muito bons olhos a Bahia e firmarmos um importante compromisso com o Estado”.
Os planos da Atlas para a Bahia não param e são para um futuro próximo, segundo o gerente geral. No próximo mês, está previsto o início das obras do complexo Sertão Solar Barreiras (117 MW), no Oeste. E em março, a empresa prevê inaugurar as usinas Juazeiro I, II, III e IV (155 MW), no município que leva o mesmo nome, onde a Atlas foi responsável pela instalação da primeira subestação de energia solar 100% digital da América Latina.
Segundo Luiza Maia, secretária da SDE, abrigar o primeiro complexo solar da Atlas é um marco simbólico para o Estado, que ocupa o primeiro lugar em geração fotovoltaica. “O sol que tantas vezes castiga a população do semiárido, hoje gera emprego e renda. O governo baiano continuará trabalhando para incentivar e desenvolver as vocações naturais na busca de alternativas limpas para geração de energia”, afirma.
Share:

Secretário de Saúde de Guanambi e equipe fazem balanço positivo do Centro de Controle de Natalidade Canina


O Secretário de Saúde, Dr. André Moitinho, se reuniu nesta quarta-feira (30) com a equipe de trabalho do Centro de Controle de Natalidade Canina, avaliando de forma positiva, não só os indicadores numéricos, que registram 170 castrações em 90 dias de funcionamento, sendo 66 somente neste mês de janeiro, mas o zelo e o cuidado no trato com os animais, inclusive na captura.
“A nossa orientação e do Prefeito Jairo Magalhães é cuidar bem dos animais, identificando, tratando, medicando, vermifugando e castrando o animal com o objetivo de diminuir a população canina abandonada, contando com a devida colaboração e compreensão da população”, destaca o secretário.
A reunião contou com a presença do Diretor do Departamento de Vigilância Epidemiológica, Ernivaldo Viana, do Médico Veterinário responsável, Dr. Dácio Plácido, e demais funcionários que, na ocasião, receberam o reconhecimento da gestão pelo trabalho que vêm desenvolvendo.


ASCOM - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 
- PREFEITURA DE GUANAMBI - 
Share:

MPs discutem com Governo do Estado fiscalização de barragens na Bahia

Quinta, 31 de Janeiro de 2019 - 08:40

BAHIA NOTÍCIAS

MPs discutem com Governo do Estado fiscalização de barragens na Bahia
Foto: MPT-BA

Os Ministérios Públicos do Trabalho (MPT), da Bahia (MP-BA) e Federal (MPF) discutiram nesta quarta-feira (30) um plano de fiscalização de barragens no estado. O assunto foi tratado com representantes do Governo da Bahia. Os MPs querem unir esforços para fazer um levantamento das condições de segurança desses equipamentos e definir meios de reduzir riscos de eventuais rompimentos.

Nesta sexta-feira (31), serão apresentados estudos feitos pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e pelos MPs.“No âmbito trabalhista, nosso foco é com a questão da saúde e da segurança dos empregados de empresas e órgãos públicos a que mantêm barragens no estado. Por isso, vamos apresentar na reunião uma lista de itens que precisam ser atendidos impreterivelmente e que deverão ser checados em cada uma das inspeções a serem feitas”, afirmou o procurador-chefe do MPT na Bahia, que teve a iniciativa de organizar a ação conjunta preventiva. O setor de perícias do órgão já foi acionado para elaborar esse guia de inspeção. “Estamos todos diante de uma triste realidade e indignados com o que ocorreu em Brumadinho. Precisamos trabalhar para evitar os riscos”, conclamou Ediene Lousado. Os MPs solicitaram do Inema os relatórios atualizados da situação das barragens existentes no estado, com medidas já adotadas.

A promotora de Justiça Cristina Seixas Graça, diante do ocorrido em Brumadinho, já pediu aos demais promotores de Justiça da área ambiental que apresentem diagnósticos atualizados dos procedimentos instaurados nas suas comarcas. “Precisamos dar transparência ao trabalho que está sendo realizado no nosso estado e falar sobre os possíveis riscos que corremos”, frisou. De acordo com o secretário de Meio Ambiente Geraldo Reis, o Estado está adotando uma série de encaminhamentos, antecipando o planejamento de fiscalização e realizando o monitoramento com equipes em campo visitando as barragens.
Share:

Procuradores mandam retomar investigação contra ministro do Meio Ambiente

POLÍTICA LIVRE 

Foto: Nilton Fukuda/Estadão
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles
O Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo determinou, em sessão realizada nesta terça, 29, a retomada de um inquérito civil que investiga Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente. A decisão foi unânime. O Conselho é formado por onze procuradores de Justiça, sob presidência do chefe da Instituição. Os conselheiros converteram o julgamento em novas diligências, barrando o arquivamento dos autos. Em seu voto, o relator no Conselho, procurador Augusto Rossini, considerou que o caso deve retornar para a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e que um novo promotor deve ser designado para as investigações. As informações sobre a decisão do Conselho foram divulgadas pelo repórter Walace Lara, da TV Globo, e confirmadas pela reportagem do Estado. O arquivamento do inquérito foi feito pelo promotor Silvio Marques, que atua na Promotoria do Patrimônio, braço do Ministério Público que investiga atos de improbidade. Marques alegou já ter processado Salles e obtido a condenação do ministro na primeira instância da Justiça. Em dezembro, a 3ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo condenou Salles por improbidade administrativa após acusações de que o ministro teria favorecido empresas de mineração em 2016, ao acolher mudanças nos mapas de zoneamento do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Tietê. Na época, Salles era secretário do Meio Ambiente de São Paulo, na gestão do então governador Geraldo Alckmin (PSDB). Em seu voto, o conselheiro Rossini disse que as medidas de Ricardo Salles afetaram zonas de reordenamento socioambiental e da paisagem, e de conservação hidrodinâmica da planície fluvial, que permitiram a ampliação ou continuidade de empreendimentos minerários preexistentes. Para o relator, o setor de perícias do Ministério Público indicou que na área onde o mapeamento do projeto foi alterado funcionava uma indústria que foi autuada pelo menos duas vezes pela Cetesb e que, até o momento, não ficou claro qual era esta empresa.
Estadão Conteúdo
Share:

O PLANO DE SEPULTAMENTO DE LULA E O ENTERRO DE SEU IRMÃO


O PLANO DE SEPULTAMENTO DE LULA E O ENTERRO DE SEU IRMÃO
                                            João Batista de Castro Júnior, Professor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), campus Brumado. Ex-Promotor de Justiça.
O cárcere de Lula tem se transformado simbolicamente cada dia mais, para o Judiciário brasileiro, na Latomia de Dionísio, onde o tirano de Siracusa, 400 anos antes da era cristã, aprisionava seus desafetos, deliciando-se aí em escutar secretamente seus gemidos e lamentos.
A analogia histórica está no fato de que a prisão e o isolamento social que têm tocado as fibras emocionais mais íntimas de milhões de brasileiros parecem saciar a perversão moral e sexual dos inquisidores de Lula, animados por uma liga de interesses políticos, econômicos, e também por ódio e preconceito geográfico, cultural e elitário, além da pusilanimidade de uns tantos.
Nesse cenário, passou a ser altamente doloroso e constrangedor, para os genuínos domínios teóricos do Direito, conciliar-se com os modelos escandalosamente cunhados tanto pela 13ª Vara de Curitiba quanto pela Vara de Execuções Penais, e também por seu carimbador de 2º grau, o TRF-4ª Região, como já tão exposto pela imprensa especializada acerca do jogo simbiótico de encenações legais contra um homem que, sozinho e confinado, está sendo capaz de confirmar a velha convicção sociológica de que a técnica jurídica apenas legitima um modo particularmente egoísta de apropriação econômica.
A recente negativa a Lula do direito de ir enterrar seu irmão é mais um lance luciférico dessa saga conduzida pela Justiça Federal do Paraná e pelo TRF-4ª Região, incapazes de enxergar que, em verdade, serão eles que, como Joana de Castela, dita “a Louca”, terão que carregar esse cadáver exposto, pois os empreiteiros da sombra e seu condomínio do mal não irão vencer  a Constituição, ainda que os juízes supremos, em sua grande maioria, pareçam estar inibidos pelo granizo da intimidação e presos nas alfândegas da covardia.
Só a ilusão mais tola pode imaginar que deixar Lula num cubículo carcerário sem comunicação o arrastará ao túnel do esquecimento. Ao contrário, esse tipo de vítima do sistema injusto, parafraseando Castro Alves, “é como a hidra, o Anteu./ Se no chão rola sem forças,/Mais forte do chão se ergueu...”
O estado atual de grave enfermidade judiciária, em realidade, só se prestará mesmo a ressuscitar a discussão acadêmica e teórica sobre o acerto ou não das palavras ditas em 1847 pelo procurador alemão Julius von Kirchmann na famosa conferência Werthlosigkeit der Jurisprudenz als Wissenschaft (“Ausência de valor da Jurisprudência como Ciência”) ao contestar o caráter de “ciência” dado ao Direito: “Três palavras de correção do legislador e bibliotecas inteiras transformam-se em papel de embrulho”.
Se se substituir a referência do legislador pela magistratura brasileira, temos quase um instantâneo fotográfico do  estado medieval a que foi reduzida a cena jurídica nacional pelos agentes judiciários. 
Brumado, Bahia, 30 de janeiro de 2019.

Share:

CHARLES FERNANDES TRAVA E RUI AINDA NÃO SABE QUEM SERÁ O SECRETÁRIO DA SEDUR

BAHIA ECONÔMICA

CHARLES FERNANDES TRAVA E RUI AINDA NÃO SABE QUEM SERÁ O SECRETÁRIO DA SEDUR
A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) na cota do PSD, é um dos pontos que o governador Rui Costa (PT) está com dificuldade para resolver no seu secretariado novo. O deputado federal eleito Charles Fernandes já teria acertado com o time de Rui quando no último minuto resolver optar por Brasília. O fato teria emperrado o anúncio completo do secretariado do chefe do Executivo, cujos arranjos já estariam fechados contando com o pessedista. O petista teve que reordenar as peças do tabuleiro.
O objetivo de Rui com a indicação dos parlamentares, conforme ele deixa claro, é beneficiar dois suplentes da sua base aliada: Joseildo Ramos (PT), que conseguiu se eleger, e Paulo Magalhães (PSD), que não conseguiu sua reeleição. A aposta, entretanto, ainda é pelo convencimento até o dia da posse na Câmara dos Deputados, na próxima sexta-feira (1ª), com a ajuda do senador Otto Alencar, que seria um dos grandes incentivadores da articulação. Otto foi procurado pela reportagem, mas não foi localizado.
Além de Charles, as bolsas de apostas apontam o deputado federal Josias Gomes como nome forte para emplacar a pasta de Desenvolvimento Rural (SDR) na cota do PT, mas o anúncio também ficou em aberto. Porém, essa não seria uma preocupação para Rui, atestam os aliados, elencando que Josias, além de ser político, é engenheiro agrônomo com pós-graduação em gestão pública e desenvolvimento sustentável, o que atenderia aos critérios exigidos pelo líder petista.
O partido do governador também indicou Nelson Pelegrino para a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), posto que também ainda vago. A possibilidade de o petista assumir, contudo, no próprio meio, já é dada como bastante remota.   Em meio aos impasses, o governador deixou pendente o ajuste de mais sete pastas: Ciência, Tecnologia e inovação (Secti), Cultura (Secult), Meio Ambiente (Sema), Relações Institucionais (Serin), Políticas para as Mulheres (SPM), Turismo (Setur) e Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs). As cinco primeiras são da cota do PT, a Setur do PR e a SIHS do PP.
Share:

Prefeitura apresentará projeto de urbanização da Lagoa da Espera para a população de Mutans dia 9/02




Fotos - Blog do Latinha.


Um antigo sonho da população do Distrito de Mutans está perto de se tornar realidade. O prefeito Jairo Magalhães irá apresentar para a comunidade o projeto de revitalização e urbanização das laterais da Lagoa da Espera no próximo dia 9/02, às 08h30min, em encontro a ser realizado na sede a Associação Comunitária - Ascom. Segundo o prefeito, na oportunidade serão apresentados todos os detalhes do projeto aos moradores, que foi elaborado em parceria com a União dos Municípios da Bahia - (UPB), dentro dos mais modernos padrões da atualidade. “Este será um momento de grande alegria, vamos mostrar os detalhes do projeto, assim como, os benefícios e importância da obra, deste que será o local de entretenimento, lazer e prática esportiva de toda comunidade”, disse o gestor.

Importância história, geográfica e ambiental




Conhecida como Lagoa da Espera ou também Lagoa de Itaguaçu, a formação foi de fundamental importância para o distrito, que cresceu e se desenvolveu nas suas proximidades, que está no sopé da Serra dos Montes Altos, cujo seu coroamento de granito conserva os inúmeros filetes de água que alimentam a lagoa. Estas informações foram registradas no ano de 1946, através da Revista Brasileira de Geografia do IBGE, que realizou todo o levantamento na região sudoeste, catalogando as suas principais formações geográficas. Ascom PMG

Share:

Lucro acima de tudo, lama em cima de todos

PORTAL VERMELHO

A Vale e Bolsonaro são as mais perfeitas expressões do capitalismo neoliberal no mundo.

Por Pedro Paulo Zahluth Bastos*

brumadinho
 O desastre da Vale em Brumadinho foi uma tragédia anunciada. Em dois sentidos: primeiro porque o lobby das mineradoras barra legislação para evitar o pior. Segundo, em um sentido mais profundo, porque tragédias ambientais são da lógica do capitalismo, principalmente depois das reformas neoliberais que mudaram o mundo desde os anos 1980.

O desastre com a barragem da Samarco em Mariana (MG) em novembro de 2015 também é responsabilidade da Vale. A Samarco é um joint venture da Vale com a anglo-australiana BHP Billiton. A última era a maior empresa de mineração do mundo em 2013, perdendo a posição para outra anglo-australiana (a Rio Tinto), que por sua vez teria perdido a posição para a Vale há duas semanas.

Depois do desastre em Mariana, a comoção levou a promessas de mudança de conduta por parte da empresa, de um lado, e de dureza na legislação e na fiscalização, de outro. As promessas foram vãs, pois as mineradoras financiaram lobby para barrar reformas protetoras do meio-ambiente.

Um projeto com regras severas de licenciamento ambiental para novas barragens e fiscalização mais dura das existentes está paralisado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais há um ano. O projeto aumentava o custo das mineradoras, tanto por aumentar investimento em prevenção quanto exigir a formação de um fundo para danos futuros.

Foi vetado pelos deputados Tadeu Martins Leite (MDB), Gil Pereira (PP) e Thiago Cota (MDB). O último afirmou à BBC Brasil que o projeto “inviabilizaria a mineração em Minas Gerais… não teríamos mais como sonhar com o retorno da Samarco. Isso seria terrível para Mariana, Ouro Preto e toda uma região.”

O lobby das mineradoras também barrou projeto no Senado que aumentava a fiscalização, as exigências de segurança e as punições por não cumpri-las. Também exigia a contratração de seguro ou garantia financeira para cobertura de danos. A exigência de seguro complementaria a fiscalização pública com a avaliação da seguradora privada.

Enquanto o projeto do Senado foi arquivado em 2018, três projetos da Câmara de Deputados estão parados desde 2016. No Ministério Público, a cobrança no valor de R$ 155 bilhões contra a Samarco está suspensa por conta de negociações com a empresa, que quer diminuir o valor.

A luta contra a indenização pelo desastre de Brumadinho já começou. Na segunda-feira o advogado da Vale, Sérgio Bermudes, afirmou que a empresa “não enxerga razões determinantes de sua responsabilidade” no estouro da barragem. A repercussão negativa levou a empresa a desautorizá-lo, mas ele já pediu à Justiça mineira o fim do bloqueio de R$ 11 bilhões para indenizações. 

 Fonte: Carta Capital
Share:

Em encontro com comissão de mototaxistas, Jairo Magalhães esclarece que serviço de aplicativo não tem alvará e nem concessão pública




O Prefeito Jairo Magalhães se reuniu com uma comissão de mototaxistas na tarde desta terça-feira (29), na sala de reuniões do gabinete municipal. Na oportunidade, o presidente da associação, conhecido como Ratinho, e os mototaxistas Farofinha, Cristiano e Maurício, acompanhados pelo vereador Rafael Macedo falaram de diversos temas de interesse da categoria, como o surgimento de um sistema de aplicativo que está habilitando motociclistas ao arrepio da Lei Municipal, sem alvará específico, identificação por coletes, credenciamento municipal e nem a documentação exigida por lei para o serviço de mototáxi.
Em Guanambi existem 230 profissionais mototáxi, e 30 de moto entrega, devidamente habilitados, dispondo de alvará municipal, coletes de identificação, credenciamento, recolhendo os tributos pertinentes, além de serem regulados por Lei Municipal, onde todos atendem aos requisitos específicos. Na oportunidade, o presidente da associação disse que a entidade já está em contato com empresa especializada para o desenvolvimento do próprio aplicativo, para oferecer o serviço para a população, sem aumento de custos para a categoria e que ainda atendem aos dispositivos legais, onde somente os profissionais devidamente autorizados e treinados irão realizar  serviço de transporte de passageiros.
Segundo o prefeito Jairo Magalhães, o serviço de transporte de passageiros via aplicativo não dispõe de alvará ou licença de funcionamento. “Entendemos que a modernidade e a tecnologia chegou aí para melhorar os serviços prestados para a população, agora existe uma Lei que precisa ser respeitada, até para oferecer segurança para os passageiros, Guanambi é exemplo de organização do serviço de mototáxi em todo estado, e temos que manter organizado e respeitando as normas que estão sendo seguidas há mais de vinte anos, fiquei contente em saber que a categoria já está se organizando para oferecer o serviço tecnológico para a comunidade, respeitando as normas”, disse o gestor.
Ainda na oportunidade, ao lado da Superintendente Municipal de Trânsito Eleuza Nogueira, foi esclarecido aos presentes, diversas dúvidas relativas ao curso de qualificação que todos os mototáxis habilitados na cidade deverão realizar.
ASCOM - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 
- PREFEITURA DE GUANAMBI - 
Share:

Diretor do NTE 13 tem boa recuperação após acidente de carro

O diretor do Núcleo Territorial de Educação de Caetité (NTE 13), André Moreira, está tendo uma boa recuperação após ter sofrido um acidente de carro na BR-030, em Caetité, na última quarta-feira (23). André passou por cirurgias na mão e na perna e está internado em um hospital em Salvador. Na tarde desta segunda-feira (28), ele recebeu a visita do senador Walter Pinheiro, acompanhado pelo coordenador dos Núcleos Territoriais de Educação, José Barreto Bitencourt.
 
“As cirurgias foram bem-sucedidas e André tem alta prevista para as próximas 48 horas. Hoje serão iniciados os procedimentos de fisioterapia e todos, corpo médico e família, estão muito confiantes na sua plena recuperação. André tem contribuído muito com o desenvolvimento da Educação no território, sendo um gestor muito querido por todos. Estamos torcendo para que ele tenha uma recuperação rápida”, destacou o senador.  Fonte: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DA BAHIA
Share:

Rui anuncia nomeação de coordenadores pedagógicos

Na terça-feira (29), Rui anunciou que será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) a nomeação dos 398 coordenadores pedagógicos convocados no concurso realizado em agosto de 2018. No último dia 16 de janeiro, o governador já havia nomeado 200 coordenadores dos 598 aprovados para as vagas. Na mesma data, foi publicada a nomeação dos 2.089 professores convocados no mesmo concurso. Lançado em novembro de 2017, o certame foi realizado por meio de parceria entre as secretarias da Educação e da Administração (Saeb).
 
Share:

BARRAGENS DA BAHIA NÃO CORREM RISCO DE DESMORONAMENTO, DIZ INEMA

BAHIA ECONÔMICA

BARRAGENS DA BAHIA NÃO CORREM RISCO DE DESMORONAMENTO, DIZ INEMA
O Acidente com a Barragem de Brumadinho com 84 mortos até o momento levantou uma suspeita sobre o real estado das barragens da Bahia. Segundo o coordenador regional de Feira de Santana do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – INEMA, Messias Gonzaga, as barragens da Bahia são feitas de maneira diferente das do estado de Minas Gerais. Segundo ele, as barragens de Minas são construídas com rejeitos e nas montantes dos rios e na Bahia as barragens são construídas na jusante dos rios com material próprio para barragens.
“Os órgãos ambientais da Bahia não permitem que as barragens aqui sejam feitas com os rejeitos dos rios. Além disso, o governo do estado, através do INEMA, que é uma autarquia ligada a secretaria estadual do Meio Ambiente, cuida e monitora além de licenciar as barragens de água e de rejeitos com comissões especiais para isso, trabalhando em conjunto com o CREA, com a defesa civil da Bahia e com o comitê brasileiro de bacias, então todos esses órgãos trabalhando junto podemos afirmar que nesse momento não há perigo de rompimento de barragens na Bahia”, explicou Gonzaga.

Share:

VI Feira do Pequi de Caetité



No dia 2, às 7 horas, na Praça do Mercado, a Prefeitura de Caetité, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, promove a VI FEIRA DO PEQUI DE CAETITÉ com degustação de produtos derivados do pequi, feira de artesanato e muita moda de viola e sanfona.

Parabéns Caetité por divulgar a cultura sertaneja e promover a fruta do pequi que é produzida nos gerais da região.
Share:

Prefeito de Guanambi está tomando providências com relação a construção da Barragem de rejeitos da Bahia Mineração

Prefeito de Guanambi, Jairo Magalhães já está tomando diversas providências com relação a construção da Barragem de rejeitos da Bamin. O gestor já está acionando diversos órgãos competentes, como a Procuradoria Geral da República (PGR), entre outros, para garantir a segurança da população que estará abaixo do curso natural da barragem a ser construída, como o Barragem de Ceraíma, com mais de 50 milhões de metros cúbicos, o seu distrito, dezenas de bairros da cidade, estando a apenas 100 km do Rio São Francisco. “Peço apoio e ajuda de toda população de Guanambi, não estou contra o desenvolvimento, nem a geração de emprego e renda, mas temos que garantir a segurança necessária para a nossa população”, disse o prefeito.

ASCOM - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 
- PREFEITURA DE GUANAMBI - 
Share:

Começa nesta quarta a matrícula para selecionados nos cursos da Educação Profissional

Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação

Começa nesta quarta-feira (30) e segue até sexta (1º), a matrícula dos estudantes selecionados para os cursos técnicos de nível médio ofertados pela Secretaria da Educação do Estado na forma de articulação Subsequente ao Ensino Médio (Prosub). Neste período, o aluno deverá comparecer na unidade escolar para a qual se inscreveu e foi contemplado.

As 10 mil vagas são para os Centros Estaduais, Territoriais e unidades compartilhadas da rede estadual, em 82 municípios da Bahia, envolvendo todos os 27 Territórios de Identidade. Para a efetivação da matrícula, os contemplados deverão apresentar os seguintes documentos: original e cópia da Carteira de Identidade, do CPF, Histórico Escolar e comprovante de residência atualizado. Como as vagas foram distribuídas segundo a ordem classificatória das médias finais obtidas nas disciplinas Língua Portuguesa e Matemática no último ano/módulo de estudo no Ensino Médio ou equivalente ou com base no resultado obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o estudante também deverá levar, no ato da matrícula, a comprovação das notas de Português e Matemática no ENEM, conforme declarado no ato da inscrição.

As vagas são para 42 cursos. Os cursos mais procurados foram os de Enfermagem, Segurança do Trabalho, Logística e Nutrição em municípios como Salvador, Feira de Santana, Itabuna, Vitória da Conquista e outros. As aulas começaram junto com o ano letivo da rede estadual, em 11 de fevereiro.
Share:

Bahia inaugura laboratório de certificação de placas fotovoltaicas

AscomGovBA



Fotos: Carol Garcia/GOVBA.

Estado que ocupa a primeira colocação no ranking de geração de energia solar, a Bahia passou a contar com um Laboratório de Certificação de Placas Fotovoltaicas (Labsolar), na manhã desta terça-feira (29). Primeiro do tipo a ser instalado no eixo Norte/Nordeste, o equipamento fica nas dependências do Parque Tecnológico da Bahia, em Salvador, e recebeu R$4 milhões em investimentos.

"Estudos que fizemos apontam que a Bahia tem o potencial de produzir, em energia fotovoltaica, o equivalente a mais da metade de toda a geração de energia de todas as fontes que o Brasil possui, atualmente. Precisamos agregar atores a essa cadeia produtiva e essa entrega de hoje é um bom exemplo disso", destaca o titular da Secretaria de Infraestrutura de Transporte, Energia e Comunicação do Estado (Seinfra).

Resultado dos esforços conjuntos da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti), que cedeu o espaço; da Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba), que aplicou os recursos; e da Universidade Federal da Bahia (Ufba), que entrou com o capital intelectual e fará a coordenação do espaço; o Labsolar é uma estrutura que permite a verificação e qualificação de placas e células fotovoltaicas, por meio de testes climáticos, mecânicos e elétricos, bem como calibração de sensores e testes de luz.

Trata-se, portanto, de um potente instrumento de desenvolvimento do setor de energias renováveis, no território estadual e em todo o Nordeste, região que detém os maiores níveis de radiação solar do país. "A Bahia é destaque na geração de energias limpas, tendo a solar registrado constante crescimento, e o Labsolar vem para arrematar isso e fortalecer ainda mais o estado como potência na área", avalia o gestor da Secti, Rodrigo Hita.

De acordo com o gerente do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Coelba, José Antônio Brito, "a ideia de investir em iniciativas como o Labsolar está relacionada à política da empresa de apoiar ações que preservem o meio ambiente e contribuam para a inserção da fonte de energia renovável na matriz energética nacional".


Composição

O laboratório ocupa 629 metros quadrados e é dotado de câmara climática com variação de temperatura de -40°C a 85°C, simulador solar flash, simulador solar contínuo, bancadas de testes mecânicos (deformação, choque, impacto ao granizo, outros), instrumentação elétrica (fontes, multímetros, impedancímetros, outros) e instrumentação ótica (fonte de luz calibrada, espectrômetro, sensores de luz UV, visível e infravermelho).

O coordenador do Laboratório, o professor da Ufba Denis David, conta que atua, no local, uma equipe fixa “composta por oito profissionais, sendo quatro professores e quatro alunos de mestrado e doutorado da universidade". O docente lembra que "o laboratório possibilitará, além dos testes, o estudo de novas tecnologias fotovoltaicas e a formação de pessoal nessa área".

Administrado pela Secti, o Parque Tecnológico, reúne, além do Labsolar, diversas estruturas, caracterizando-se como um espaço de convergência e integração científica, no qual o poder público, a comunidade acadêmica e o setor empresarial trabalham de forma integrada e cooperativa.

Share:

RELATOR DA ONU DIZ QUE LAMA DE BARRAGEM CHEGARÁ AO RIO SÃO FRANCISCO

BAHIA ECONÔMICA

RELATOR DA ONU DIZ QUE LAMA DE BARRAGEM CHEGARÁ AO RIO SÃO FRANCISCO
O relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) para o direito à água e ao saneamento, Leo Heller, avalia que a lama de rejeitos que se espalhou após o rompimento da barragem da mina de ferro do Córrego do Feijão, da multinacional Vale, deve chegar ao Rio São Francisco.
Apesar de considerar cedo para se ter um diagnóstico fechado sobre as consequências ambientais causadas pelo incidente, ele antecipa que a massa atingirá um dos principais rios do Brasil, já que é nele que o rio Paraopeba desemboca.
A informação vai ao encontro de parecer do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), que apresentou, inclusive, uma data estimada para que isso se consume: entre os dias 15 e 20 de fevereiro.
Segundo o especialista, não é possível prever a proporção do fenômeno, considerando que o Rio São Francisco tem um caudal volumoso e uma maior capacidade de diluição.
Heller qualifica as ações dos próximos dias como cruciais para interromper a contaminação dos rios da região de Brumadinho (MG), frisando que as autoridades governamentais devem inspecionar a qualidade da água que abastece a população local. Em decorrência do aumento da quantidade de sólidos e, possivelmente, de metais na água, alerta o relator, parte da comunidade talvez tenha o serviço de fornecimento temporariamente interrompido.
“As empresas afirmam que os resíduos não contêm material tóxico. Mas os rios em geral de regiões de mineração têm muitos metais sedimentados no fundo. Particularmente, o rio Paraopeba é um rio situado em uma região de intensa atividade de mineração e industrial. No fundo desse rio existem metais acumulados, nocivos à saúde. A chegada da lama no rio Paraopeba muito provavelmente vai revolver, colocar em circulação muitos metais e isso pode ser muito nocivo à saúde humana”, declarou.
“Existem algumas medidas que os governos estão cogitando. Uma delas é utilizar algumas represas que eram utilizadas como hidrelétricas para conter parte dos efeitos. Essas represas não terão capacidade de conter toda a lama, mas elas podem atenuar. Isso me parece importante, mas, sobretudo, monitorar. Fazer monitoramento sistemático sobre os efeitos na qualidade da água e sobre os riscos para a população que consumirá essa água”, complementou. Com informações e foto da Agência Brasil.
Share:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Arquivo do blog