Bombeiros Civis e Prevencionistas anunciam abertura de Sindicato da Categoria

Realizou-se ontem, no auditório do CETEP em Guanambi a primeira Assembleia para tomada de decisões e definição da Equipe de Gestão do SINDBOMPREV - Sindicato dos Bombeiros Civis e Prevencionistas do Sudoeste da Bahia.

Ministro diz que orçamento para obras da Fiol está garantido

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella disse que as obras de construção da Ferrovia de Integração Oeste Leste(Fiol) são prioridade para o Governo Federal e que os recursos estão garantidos no Orçamento da União.

CONSTRUÇÃO DE BARRAGEM DE REJEITOS AMEAÇA NASCENTE E RESERVATÓRIO DE CERAÍMA

A retomada do Projeto Pedra de Ferro pela Bahia Mineração está trazendo uma grande preocupação para a comunidade regional: a construção de uma barragem de rejeitos na nascente do rio que leva o mesmo nome do projeto

Produção de energia solar no Brasil crescerá 10 vezes em 2017

“Eu creio que o mundo inteiro busca desenvolvimento como sustentabilidade, portanto a questão energética é central neste desafio. A fonte fundamental para promover a energia solar nós temos em abundância em nosso país, agora precisamos aproveitar o potencial existente para atrair uma energia que além de sustentável representa o futuro”, afirmou Jaques Wagner

REUNIÃO DO CONSELHO DA CIDADE DE GUANAMBI

Ontem (4), aconteceu a reunião ordinária do Conselho da Cidade de Guanambi, que é formado por representantes governamentais e da sociedade civil. O órgão colegiado de caráter deliberativo e consultivo foi criado para atuar na formulação, elaboração e acompanhamento da Política Urbana e do Plano Diretor do Município de Guanambi.

8 de jan de 2012

Blog vai às férias por 30 dias!

Governador e secretário acompanham programa 'Saúde em Movimento'

Os municípios das microrregiões de Campo Formoso, Euclides da Cunha e Uibaí estão sendo beneficiados com as ações de oftalmologia do programa 'Saúde em Movimento'. As consultas e a triagem começaram quinta-feira passada (5), tendo como público-alvo pessoas com idade acima de 60 anos, que possuam ou não alguma doença ocular. Os pacientes são submetidos a uma consulta ambulatorial e exames e, se for diagnosticada a catarata, passarão por cirurgia. A clientela ainda receberá o colírio que deverá ser utilizado nos primeiros 15 dias do pós-operatório.

Dufour: quem virá depois do liberalismo

Conversa Afiada


O Conversa Afiada republica entrevista na Carta Maior com o filósofo francês Dany-Robert Dufour, sobre seu novo livro “O indivíduo que vem … depois do liberalismo”.

Dufour é autor também de “O Divino Mercado” e “A arte de reduzir as cabeças”, sempre dirigidos à crítica do liberalismo, ou “a grande narrativa” “sem saída” dos nossos tempos.
À Carta Maior:

Contra o estrago do liberalismo, recuperar o Marx filósofo


O filósofo francês Dany-Robert Dufour refletiu sobre as mutações que esvaziaram o sujeito contemporâneo de relatos fundadores. Essa ausência é, para ele, um dos elementos da imoralidade liberal que rege o mundo hoje. Seu trabalho como filósofo crítico do liberalismo culmina agora em um livro que pergunta: que indivíduo surgirá depois do liberalismo? Talvez seja o caso, defende, de recuperar o Marx filósofo, que defendia a realização total do indivíduo fora dos circuitos mercantis.


Eduardo Febbro – Direto de Paris


Alguns já o veem terminado, outros a ponto de cair no abismo, ou em pleno ocaso, ou em vias de extinção. Outros analistas estimam o contrário e afirmam que, embora o liberalismo esteja atravessando uma série crise, seu modelo está muito longe do fim. Apesar das crises e de suas consequências, o liberalismo segue de pé, produzindo seu lote insensato de lucros e desigualdades, suas políticas de ajuste, sua irrenunciável impunidade. No entanto, ainda que siga vivo, a crise expôs como nunca seus mecanismos perversos e, sobretudo, colocou no centro da cena não já o sistema econômico no qual se articula, mas sim o tipo de indivíduo que o neoliberalismo terminou por criar: hedonista, egoísta, consumista, frívolo, obcecado pelos objetos e pela imagem fashion que emana dele.


A trilogia da modernidade liberal é muito simples: produzir, consumir, enriquecer. O filósofo francês Dany-Robert Dufour refletiu sobre as mutações pós-modernas que esvaziaram o sujeito contemporâneo de relatos fundadores. Essa ausência é, para o filósofo, um dos elementos da imoralidade liberal que rege o mundo contemporâneo. Seu trabalho como filósofo crítico do liberalismo se desenvolveu em livros como “Le Divin Marché” (O Divino Mercado) e culmina agora em um apaixonante livro – “O indivíduo que vem … depois do liberalismo”, editora Denoel, Paris, 2011 -, que faz uma pergunta que poucos fazem: como será o indivíduo que surgirá depois do liberalismo?


Dany-Robert Dufour não só lança mais uma diatribe sobre o sistema liberal, mas explora os conteúdos sobre os quais pode se refundar a humanidade depois desse pugilato planetário do despojo e da estafa que é o ultra-liberalismo. Mas, a humanidade não se funda no automatismo e, sim através dos indivíduos. Seu livro, “L’individu qui vient…après le libéralisme” ,  explora o transtorno liberal do passado e esboça os contornos de um novo indivíduo ao qual o filósofo define como “simpático”, ou seja, aberto aos outros que também o constituem.


O liberalismo, que se apresentou como salvador da humanidade, terminou levando a o ser um humano a um caminho sem saída. Você considera o fim desse modelo e se pergunta sobre qual tipo de ser humano surgirá depois do ultra-liberalismo?


Dany-Robert Dufour: No século passado conhecemos dois grandes caminhos sem saída históricos: o nazismo e o stalinismo. De alguma maneira e entre aspas, depois da Segunda Guerra Mundial fomos liberados desses dois caminhos sem saída pelo liberalismo. Mas essa liberação terminou sendo uma nova alienação. Em suas formas atuais, ou seja, ultra e neoliberal, o liberalismo se plasma como um novo totalitarismo porque pretende gerir o conjunto das relações sociais. Nada deve escapar à ditadura dos mercados e isso converte o liberalismo em um novo totalitarismo que segue os dois anteriores. É então um novo caminho sem saída histórico. O liberalismo explorou o ser humano.


O historiador húngaro Karl Polanyi, em um livro publicado depois da Segunda Guerra Mundial, demonstrou como, antes, a economia estava incluída em uma série de relações sociais, políticas, culturais  etc. Mas, com a irrupção do liberalismo, a economia saiu desse círculo de relações para converter-se no ente que procurou dominar todos os demais. Dessa forma, todas as economias humanas caem sob a lei liberal, ou seja, a lei do proveito onde tudo deve ser rentável, incluindo as atividades que antes não estavam sob o mandato do rentável.


Por exemplo, neste momento eu e você estamos conversando, mas não buscamos rentabilidade e, sim,  a produção de sentido. Neste momento estamos em uma economia discursiva. Mas hoje, até a economia discursiva está sujeita ao “quem ganha mais”. Cada uma das economias humanas está sob a mesma lógica: a economia psíquica, a economia simbólica, a economia política, daí o derretimento da política. O político só existe hoje para seguir o econômico. A crise que atravessa a Europa mostra que, quanto mais ela se aprofunda, mais a política deixa a gestão nas mãos da economia. A política abdicou ante a economia e esta tomou o poder. Os circuitos econômicos e financeiros se apoderaram da política, A crise é, por conseguinte, geral.


O título de seu livro, “O homem que vem depois do liberalismo”, implica a dupla ideia de uma fase triunfal e de um fim do liberalismo…


DRD: Paradoxalmente, no momento de seu triunfo absoluto o liberalismo dá sinais de cansaço. Nos damos conta de que nada funciona e as pessoas vão tomando consciência desta falha e têm uma reação de incredulidade. Os mercados se propuseram a ser uma espécie de remédio para todos os males. Você tem um problema? Pois então recorra ao Mercado e este aportará a riqueza absoluta e a solução dos problemas. Mas agora nos damos contra de que o mercado acarreta devastações.


Assim, vemos como esse remédio que devia nos fornecer a riqueza infinita não traz senão miséria, pobreza, devastação. O capitalismo produz riqueza global, sim, mas ela é pessimamente repartida. Sabemos que há 20, 30 anos, as desigualdades têm aumentado pelo planeta. A riqueza global do capitalismo despoja de seus direitos a milhões de indivíduos: os direitos sociais, o direito à educação, à saúde, em suma, todos esses direitos conquistados com as lutas sociais estão sendo tragados pelo liberalismo. O liberalismo foi como uma religião cheia de promessas. Nos prometeu a riqueza infinita graças a seu operador, o Divino Mercado. Mas não cumpriu a promessa.


Em sua crítica filosófica ao liberalismo, você destaca um dos principais estragos produzidos pelo pensamento liberal: os indivíduos estão submetidos aos objetos, não aos seus semelhantes, ao outro. A relação em si, a sensualidade, foi substituída pelo objeto.


DRD: As relações entre os indivíduos passam ao segundo plano. O primeiro é ocupado pela relação com o objeto. Essa é a lógica do mercado: o mercado pode a cada momento agitar diante de nós o objeto capaz de satisfazer todos nossos apetites. Pode ser um objeto manufaturado, um serviço e até um fantasma construído pelas indústrias culturais. Estamos em um sistema de relações que privilegia o objeto antes do sujeito. Isso cria uma nova alienação, uma espécie de vício com os objetos. Esse novo totalitarismo que é o liberalismo coloca nas mãos dos indivíduos os elementos para que se oprimam a si mesmos através dos objetos. O liberalismo nos deixa a liberdade de alienarmos a nós mesmos.


Você situa o princípio da crise nos anos 80 através da restauração do que você chama de a narrativa de Adam Smith. Você cita uma de suas frases mais espantosas: para escravizar um homem é preciso dirigir-se ao seu egoísmo e não a sua humanidade.


DRD: Adam Smith remonta ao século XVIII e sua moral egoísta se expandiu um século e meio depois com a globalização do mercado no mundo. De fato, Smith demorou tanto porque houve outra mensagem paralela, outro Século das Luzes, que foi o do transcendentalismo alemão.


Ao contrário das Luzes de Smith, as alemãs propunham a regulação moral, a regulação transcendental. Essa regulação podia se manifestar na vida prática através da construção de formas como as do Estado a fim de regular os interesses privados. A partir do Século das Luzes, há duas forças que se manifestam: Adam Smith e Kant. Esses dois campos filosóficos coexistiram de maneira conflitiva ao longo da modernidade, ou seja, através de dois séculos. Mas, em um determinado momento, o transcendentalismo alemão perdeu força e deu lugar ao liberalismo inglês, o qual adquiriu uma forma ultra-liberal. Pode-se datar esse fenômeno a partir do início dos anos 80. Há inclusive uma marca histórica que remonta ao momento em que Ronald Reagan, nos Estados Unidos, e Margaret Thatcher, na Grã-Bretanha, chegam ao poder a instalam a liberdade econômica sem regulação. Essa ausência de regulação destruiu imediatamente as convenções sociais, ou seja, os pactos entre indivíduos.


Daí provém a trilogia “produzir, consumir, enriquecer”. Você chama essa trilogia de pleonexía.


DRD: O termo “pleonexía” é encontrado na República de Platão e quer dizer “sempre ter mais. A República grega, a Polis, foi construída sobre a proibição da pleonexía. Pode-se dizer então que, até o século XVIII, toda uma parte do Ocidente funcionou com base nessa proibição e se liberou dela nos anos 80. A partir daí se liberou a avidez mundial, a avidez dos mercados e dos banqueiros. Lembre o discurso pronunciado por Alan Greenspan (ex-presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos) ante à Comissão norteamericana depois da crise de 2008. Greenspan disse: “pensava que a avidez dos banqueiros era a melhor regulação possível. Agora, me dou conta de que isso não funciona mais e não sei por quê”. Greenspan confessou assim que o que dirige as coisas é a liberação da pleonexía. E já sabemos para onde isso conduz.


Chegamos agora ao depois, ao hipotético ser humano de depois do liberalismo. Você o enxerga sob os traços de um indivíduo simpático. Que sentido tem o termo simpático neste contexto?


DRD: Ninguém é bom ao nascer como pensava Rousseau, nem tampouco mau como pensava Hobbes. O que podemos fazer é ajudar as pessoas a serem simpáticas, ou seja, a não pensarem somente em si mesmas e a pensarem que, para viver com o próximo, é preciso contar com ele. O outro está em mim, as imagens dos outros estão em mim e me constituem como sujeito. A própria ideia de um indivíduo egoísta é sem sentido porque isso obriga a que nos esquecer de que o indivíduo está constituído por partes do outro. E quando falo de um indivíduo simpático não emprego o termo em sua acepção mais comum, alguém simplesmente simpático, digamos. Não, trata-se do sentido que a palavra tinha no século XVIII, onde a simpatia era a presença do outro em mim. Necessito então da presença do outro em mim e o outro precisa de minha presença nele para que possamos constituir um espaço onde cada um seja um indivíduo aberto ao outro. Eu cuido do outro como o outro cuida de mim. Isso é um indivíduo simpático.


Sigamos com a simpatia, mas sobre que bases se constrói o indivíduo que vem depois do liberalismo? A razão, a religião, o esporte, o ócio, a solidariedade, outra ideia de mercado?


DRD: Neste livro fiz um inventário sobre as narrativas: a narrativa do logos, da evasão da alma dos gregos, a narrativa sobre a consideração do outro nos monoteísmos. Dei-me conta de que em ambas narrativas havia coisas interessantes e também aterradoras. Por exemplo, a opressão das mulheres no patriarcado monoteísta equivale à opressão da metade da humanidade. Por acaso queremos repetir essa experiência? Certamente que não.


Outro exemplo: no logos, para que haja uma classe de homens livres na sociedade é preciso que haja uma classe oprimida e escravizada. Queremos repetir isso? Não. Refundar nossa civilização após os três caminhos sem saída que foram o nazismo, o estalinismo e o liberalismo requer uma refundação sobre bases sólidas. Por isso realizei o inventário, para ver o que podíamos recuperar e o que não, quando do passado podia nos servir e quanto não. A segunda consideração diz respeito aquilo que poderia ajudar o indivíduo a ser simpático, ao invés de egoísta. Neste contexto, a ideia da reconstrução do político, de uma nova forma do Estado que não esteja dedicado a conservar os interesses econômicos, mas sim a preservar os interesses coletivos, é central.


Qual é, então, a grande narrativa que poderia nos salvar?


DRD: Deixamos no caminho as grandes narrativas de antes e acreditamos cada vez menos na grande narrativa do mercado. Estamos à espera de algo que una o indivíduo, ou seja, uma grande narrativa. Eu proponho a narrativa de um indivíduo que deixou de ser egoísta, que não seja tampouco o indivíduo coletivo do estalinismo, nem tampouco o indivíduo mergulhado na ideia de uma raça que se crê superior, como no nazismo e no fascismo. Trata-se de um a narrativa alternativa a tudo isso, uma narrativa que persiste no fundo da civilização.


Creio que o valor da civilização Ocidental se radica no fato de ter colocado o acento na individualização, ou seja, na ideia da criação de um indivíduo capaz de pensar e agir por si mesmo. Não é para esquecer a noção de indivíduo, mas sim reconstruí-la. Contrariamente ao que se diz, não creio que nossas sociedades sejam individualistas, não. Nossas sociedades são lamentavelmente egoístas. Isso me faz pensar que há muita margem de existência ao indivíduo como tal, que há muitas coisas dele que não conhecemos.


Temos que fazer o indivíduo existir fora dos valores do mercado. O indivíduo do estalinismo foi dissolvido na massa do coletivismo; o indivíduo do nazismo e do fascismo foi dissolvido na raça, o indivíduo do liberalismo foi dissolvido no egoísmo. O indivíduo liberal é um escravo de suas paixões e de suas pulsões. Devemos nos elevar desse caminho sem saída liberal parar recriar um indivíduo aberto ao outro, capaz de realizar-se totalmente.


Há textos filosóficos de Karl Marx que não são muito conhecidos e nos quais Marx queria a realização total do indivíduo fora dos circuitos mercantis: no amor, na relação com os outros, na amizade, na arte. Poder criar o máximo a partir das disposições de cada um. Talvez seja o caso de recuperar essa narrativa do Marx filósofo e esquecer o do Marx marxista.


Tradução: Katarina Peixoto

7 de jan de 2012

Samba à 3 se firmando pelo talento


07/01/2012 - Por: iGuanambi



Fotos:
Samba à 3 se firmando pelo talento

O Grupo musical samba à 3 vem fazendo o diferencial por onde tem se apresentado. Com um repertorio variado e ao gosto do publico. Os meninos têm mostrado talento e se firmado no cenário musical. Na noite desta sexta-feira, mostraram todo este potencial na movimentada festa realizada no K2, agregando muito ao evento. O samba à 3 tem extrapolado as fronteiras e representado bem Guanambi, inclusive com apresentações na TV, a exemplo do grande sucesso registrado com a presença no programa Universo do Axé na TV aratu SBT.

Morre José Caires, presidente do Sindimed

Bahia Notícias

por Rodrigo Aguiar

O presidente do Sindicato dos Médicos no Estado da Bahia (Sindimed), José Caires, faleceu na tarde deste sábado (7), vítima de um infarto. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE). Segundo o hospital, membros da família de Caires já se encontram no local. Segundo o site do sindicato, o médico sofreu um infarto agudo do miocárdio fulminante. O Sindimed informou que o corpo de Caires será velado a partir das 18h na sede do sindicato, em Ondina, e levado às 8h deste domingo (8) para o cemitério Jardim da Saudade. O sepultamente será feito às 17h.

“PEREIRINHA” APARECE EM GUANAMBI…

 Adaptação: Blog Pimenta na Muqueca



 Lagoa localizada entre os bairrros Bela Vista e Brindes - Ruas Joventino Pereira Donato e Manoel Botelho.

6 de jan de 2012

Charges do Bessinha

Petista descarta "troca de apoios"

Blog Por Escrito

O maior entrave à sonhada convergência das “esquerdas” está, é claro, na pretensão da deputada Alice Portugal de disputar o cargo. “Pergunte ao PCdoB”, recomenda Jonas Paulo diante da pergunta sobre a expectativa em torno de uma definição do velho aliado.


Depois, ponderou que está trabalhando em conjunto com o partido de Alice e que nas discussões entram diversos municípios importantes, entre os quais Guanambi, Vitória da Conquista, Juazeiro, Gandu, Itabuna, São Sebastião do Passé e Lauro de Freitas, “uns governados por nós, outros, por eles”.

Indagado se haveria então uma troca explícita de apoios para uma arrumação geral de chapas, Jonas contestou: “PT, PCdoB e também o PSB são partidos fundadores deste projeto. Têm responsabilidade. Não se trata de trocar apoio”.

WAGNER RECEBE BRUMADENSES E DEBATE PROJETOS

Autor: Brumado Notícias




Governador da Bahia reafirmou novamente o seu compromisso para a implatação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Brumado. (Foto: Mateus Pereira/SECOM).


Em audiência com o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), realizada nessa quinta-feira (05), o deputado estadual João Bonfim (PDT), os vereadores Édio Pereira (PCdoB), Marcelo Viana (PMDB), Léo Vasconcelos (PMDB), José Ribeiro Neves (PT) e o diretor da 18ª Ciretran, José Carlos Reis, este representando a vereadora Olindina Reis (PDT), discutiram ações políticas em prol de Brumado. Ao abrir os trabalhos da reunião, Wagner fez questão de agradecer aos vereadores pelo voto contra à criação do Sistema de Água e Esgoto de Brumado (SAESB) que, segundo ele, obrigaria o município a ressarcir a Embasa por todos os investimentos promovidos em todos esses ano de atuação na cidade, além de não ser interessante para população. O governador também afirmou que a implantação do sistema de esgotamento sanitário de Brumado, tema principal da audiência, é um compromisso que ele firmou com o deputado Bonfim e com a população brumadense. Além deste, outros temas também foram debatidos na ocasião, tal como a construção da segunda etapa da Barragem de Cristalândia, obra que solucionará definitivamente o problema da escassez de água na cidade, alguns entraves que envolvem a Praça Heráclito e obras de iluminação pública, com vistas a garantir a segurança da entrada do município.

Comentário do Blog do Latinha:

Diante da indagação do Deputado Estadual João Bonfim sobre as eleições deste ano em Guanambi, o Governador Wagner foi categórico, curto e grosso: “Meu candidato é Paulo Costa, companheiro de muitos anos de luta.”

5 de jan de 2012

Vitória da Conquista: PT e PCdoB caminham para aliança

Bahia Notícias

Vitória da Conquista: PT e PCdoB caminham para aliança
O PT e o PCdoB de Vitória da Conquista caminham para uma aliança nas eleições deste ano. Assim como o presidente municipal do PCdoB, Marcos Andrade, o líder do PT, Rivaldo Gusmão, aposta em uma coligação para reeleger o prefeito petista Guilherme Menezes. Segundo o Blog do Anderson, as conversas entre os comandantes evoluem e uma posição oficial deve ser anunciada nos próximos dias. Gusmão não descarta a possibilidade de o PCdoB indicar o vice na chapa do PT, mas ressalta que o tema ainda será negociado e que outros partidos participam das conversas. “Já houve a questão da vice do PSB, do PV e o PCdoB está na disputa. São parceiros de um projeto de quinze anos e são companheiros que merecem toda a nossa confiança no decorrer dessa caminhada”, declarou.

Rui Costa toma posse em cerimônia badalada

Bahia Notícias

por David Mendes
Rui Costa toma posse em cerimônia badalada
Foto: Tiago Melo / Bahia Notícias
Ficou pequeno o espaço reservado para a badalada cerimônia de posse, nesta quinta-feira (5), do novo chefe da Casa Civil do governo da Bahia, Rui Costa. O ato, que lotou o auditório da Fundação Luís Eduardo Magalhães, contou com a presença de ministros de Estado, dos três senadores baianos, de deputados estaduais e federais, outros secretários, prefeitos, vereadores, além de aliados dos diversos municípios baianos que garantiram a sua vitória nas eleições de 2010, quando foi o mais bem votado deputado federal pelo PT, terceiro na Bahia. Em um bate-papo com a imprensa presente ao evento, o novo chefe de uma das pastas mais importantes da administração garantiu que, mesmo com um estilo diferente da sua antecessora, Eva Chiavon, a “essência do projeto” será tocada da mesma forma. “Eu lembro quando Eva (Chiavon) chegou, o governador nos apresentou e disse que ela era uma das nossas. E, de fato, ela comprovou que é uma das nossas. Evidente que ela tem um estilo que caracteriza a atuação dela. Eu tenho outro estilo. Mas o que interessa é que as prioridades e programas são os mesmos e não mudarão pelo fato de ter mudado o secretário, até porque as prioridades são definidas pelo governador e nós tocaremos as prioridades", definiu. Questionado qual seria o perfil de comando à frente do novo cargo, o secretário revelou que buscará trabalhar em equipe, mas criará cronogramas, estabelecerá prazos e cobrará os prazos dos diversos órgãos de governo. “O tempo passa rápido. Infelizmente temos a dimensão da França, temos o 6º PIB, mas somos a 24ª arrecadação do país. Portanto, é um estado pobre de arrecadação e com enormes desafios. Nós dependemos muito dos investimentos federais e, para isso, você tem toda uma burocracia para vencer, não só a estadual, mas a federal. Ou seja, quando você estabelece um convênio ou faz obras em parceria você tem todos os organismos federais que têm que dar vistos nos processos, como nos estaduais, referindo-se a área ambiental, a de controle, como o Tribunal de Contas (TCE) e outros. Você tem que vencer duas máquinas burocráticas, portanto os prazos têm que ser cumpridos e é isso que vou perseguir”, prometeu.

4 de jan de 2012

Por que o PiG esconde a Privataria? Para se esconder da Privataria

Conversa Afiada

Amigo navegante liga de Camboriú, Santa Catarina.

Tinha acabado de ler o post “Privataria” II vem aí”.

Identificou-se como Stanley Burburinho III.

(Cada louco com sua mania.)

Conta que trabalhava no consórcio liderado pela Odebrecht para disputar uma das maracutaias da Privataria.

A Andrade Gutierrez, outra empreiteira, por exemplo, se deu bem.

Entrou na Telemar e, depois, sem botar um tusta do próprio bolso, ficou com a patranha da BrOi, financiada tambem pelo FAT, dinheiro do trabalhador, sob a responsabilidade (?) do BNDES.

Viva o Brasil !

Outro “Viva o Brasil !” deu o Daniel Dantas, que calou a boca para permitir a fundacao da BrOi.

Por esse inestimável serviço à Patria recebeu a bagatela de US $ 1 bi.

Viva  !

O consórcio da Odebrecht, conta Stanley Burburinho III, pretendia entrar na Privataria e, desde o início teve como “sócio” a Folha (*).

A Folha pensou em entrar no negócio do cabo, mas caiu fora, porque não tinha bala nem know-how.

Preferiu aliar-se à Odebrecht, que, como se sabe, não carece de bala.

Na reunião decisiva, na hora de pingar, de assinar os cheques para fechar o consórcio, Stanley Burburinho III sentiu falta do representante da Folha (*).

- Cadê o cara da Folha ?, perguntou, surpreso.

- A Folha tá fora.

- Fora, como ?, perguntou Stanley Burburinho III.

- O “seu” Frias disse que não ia entrar com dinheiro.

- Ia entrar com que ?

- Ele disse que ia entrar com prestígio.

Que prestígio ?, se pergunta o ansioso blogueiro ?

Seria o conteúdo das páginas 2 e 3, ou da seção “Mercado” , que, através do notável repórter Guilherme Bastos, ajudou a montar a BrOi ?

Ou o prestígio da seção  “Ilustrada”  mesmo serve ?

Viva o Brasil !

Esse Privataria II pode fazer um estrago !

Assim como a Comissão da 1/2 Verdade.

Se apertar muito bate no PiG, no prestígio do “seu” Frias e do Dr Roberto.

Em tempo: breve trataremos do papel da Globo na Privataria. Este ansioso blogueiro também é conhecido como Stanley Burburinho IV.


Paulo Henrique Amorim

Novo dirigente da Codevasf será empossado dia 10


04/01/2012 - Por: iGuanambi



Foto:
Novo dirigente da Codevasf será empossado dia 10

O engenheiro Agrônomo Lourival Gusmão será empossado no próximo dia 10 na Superintendência da Codevasf em Bom Jesus da Lapa. A Solenidade será realizada em Brasília com a presença de dirigentes do órgão, senador Walter Pinheiro e outras lideranças. O novo Diretor ocupava a Delegacia Regional do Ministério do Desenvolvimento Agrário na Bahia. Falando a redação do iguanambi por telefone, Lourival afirmou que estará realizando um ato em Bom Jesus da Lapa reunindo os Prefeitos e Lideranças para expor as diretrizes de sua gestão. “Adianto que iremos realizar um trabalho voltado para o fortalecimento dos programas de desenvolvimento que estão no foco da Codevasf”.

3 de jan de 2012

Charge de Cazo para o Comércio do Jahu

SEC seleciona 1.093 professores e 2.209 assistentes administrativos

A partir desta quarta-feira (4) até o próximo dia 12 deste mês, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) receberá inscrições de candidatos à seleção de 1.093 professores e 2.209 assistentes de atividade administrativa, ambos em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda).

As inscrições serão realizadas exclusivamente pelo site da Consultec. A prova será realizada no dia 29 de janeiro e os aprovados estarão nas escolas da rede estadual no início do ano letivo de 2012.

Podem participar da seleção de professores, profissionais de nível superior com licenciatura ou bacharelado e também estudantes de licenciatura a partir do sexto semestre. Para assistente de atividade administrativa, é necessário ter nível médio completo.

As vagas para professor são, em sua maioria, nas disciplinas de matemática, física e química, mas existem oportunidades também em outras áreas, com exceção de língua portuguesa. Os professores selecionados irão atuar nas localidades que não tiveram aprovados no concurso realizado este ano, do qual a Secretaria da Educação do Estado já convocou 3.261 candidatos.

Os rendimentos iniciais para professores variam de R$ 779,20 a R$ 976,78. Para o cargo administrativo, a remuneração é equivalente ao salário mínimo. O edital está disponível no Portal da Educação e no site da Consultec.

Haddad anuncia novo piso para professores antes de deixar MEC

Política Livre

Antes de se despedir do MEC rumo à eleição paulistana, Fernando Haddad (PT) deverá faturar com o derradeiro gesto de visibilidade de sua gestão: o anúncio do novo piso salarial para os professores. O ministro planeja anunciar o patamar de reajuste do piso nacional até o dia 15 de janeiro, que pode atingir 22% –de 2010 para 2011, o salto foi de 15,85%. (Folha)

Utinga: Prefeitura abre concurso para 545 vagas

Política Livre

A Prefeitura de Utinga abriu concurso para 545 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários vão de R$ 545 a R$ 2.490. As inscrições devem ser feitas até 9 de janeiro no site www.suprematecnica.com.br. As taxas vão de R$ 30 a R$ 70. (G1)

Embasa renegocia dívidas com condições especiais até fevereiro

Política Livre

Usuários em débito com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) têm até o dia 29 de fevereiro para renegociar dívidas com condições especiais de pagamento e parcelamento, isenção de juros e multas, além da não cobrança da taxa de religação de água. A negociação pode ser feita em um dos 400 pontos de atendimento da Embasa na capital e interior do estado. Para ter a dívida renegociada, o usuário deve apresentar RG, CPF, conta da Embasa ou número de matrícula, escritura ou documento que comprove o vínculo com o imóvel (como carnê do IPTU, conta da Coelba, etc). As condições especiais são as mesmas vigentes no Feirão Nome Limpo, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) no final do ano passado.

Lei eleitoral já restringe programas sociais e publicidade institucional

Política Livre

Desde o dia 1º de janeiro, a lei eleitoral já restringe programas sociais e publicidade institucional em ano de eleição municipal. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a administração pública está proibida de realizar a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios aos cidadãos, exceto em casos de calamidade pública ou de estado de emergência. Outra exceção prevista é quando os programas sociais em andamento forem autorizados por lei e integrarem o orçamento do exercício anterior. Também estão proibidos programas sociais executados por entidade nominalmente vinculada a eventual candidato em 2012 ou por esse mantida – nesse caso, a proibição vigora ainda que os programas tenham sido autorizados por lei ou façam parte do orçamento do exercício anterior. Entre o dia 7 de julho e o dia da votação, a legislação eleitoral proíbe a realização de publicidade institucional, exceto em casos de grave e urgente necessidade pública, autorizados pela Justiça. Entretanto, mesmo antes desta data, a administração deve respeitar alguns parâmetros para realizar propaganda dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos. (Folha)

Medo, apreensão e correria na noite do reveillon

 
O episódio da noite de Reveillon na praça do feijão em Guanambi, acaba de revelar para as nossas autoridades o enorme problema na área de segurança pública, que vem se arrastando há tempos; um problema que aflige a todos, desde a família humilde desintegrada pelas drogas, os comerciantes com suas lojas roubadas, as crianças que perdem suas mochilas e celulares na volta da escola, o aposentado roubado na saída do banco, cidadãos e cidadãs que são assaltados em plena via pública, muitas vezes á luz do dia, outros que tiveram suas casas arrombadas e não puderam fazer nada.

Como se não bastasse, o numero espantoso de assassinatos em 2011, deixa-nos uma triste marca e um grande número de inquéritos abertos. Lamentável ver que agora, ao invés de buscar soluções para este caos, tem autoridade procurando um "bode expiatório" para jogar a culpa; primeiro acusa a imprensa de fazer terrorismo e deixar a população sobressaltada, depois tenta jogar sobre as costas de um vereador de oposição a responsabilidade pelo ocorrido por este ter feito previsões assombrosas sobre o evento. Não era necessário nem ser inteligente para se prevê o que aconteceu; a cidade está sob o signo do medo, infelizmente o nosso povo vem tendo dia após dia a sua segurança e a sua integridade ameaçada e o que é pior, em nenhum momento ouvimos dizer que autoridade x ou y tomou qualquer providência mais enérgica; pelo contrário, subestimaram a ameaça feita dias antes pelos criminosos contra as festas de fim de ano. 

O povo trabalhador e ordeiro de nossa terra merecia a festa para celebrar a chegada do ano novo; o nosso povo simples que não pode ir para o clube, se acostumou a juntar a família inteira e encher aquela praça com sua alegria, sem pensar na banda cara, mas pela alegria de estar juntos e lamentavelmente estragaram a festa do povo. Em nome dos pais e mães que aflitos corriam em todas as direções arrastando os seus filhos; em nome dos que caíram e se machucaram; em nome das meninas e rapazes que ainda lembram o pânico e horror daquela fatídica noite, em nome da grande família guanambiense, desejo fazer um apelo: É preciso que se reúnam urgente em torno de uma mesa de trabalho, como se fazia no passado, o Prefeito, vereadores, comandante do 17º Batalhão, coordenador e delegados de polícia civil, promotores, defensoria pública, deputados que representam Guanambí, juízes de direito e representantes da OAB; para discutir soluções e providência contra esse caos que se estabeleceu na área de segurança pública; mas antes de mais nada, é preciso que reconheçam o estado de insegurança da nossa população; em segundo lugar, não chamem o povo para essa conversa, para evitar os discursos improdutivos. Penso que essas autoridades poderão no cumprimento do dever institucional, oferecer estatísticas, produzir documentos com pedidos de providências á Secretária de Segurança Pública, ao Tribunal de Justiça e ao próprio governador do estado. 

Como cidadão, não tenho a intenção de "ensinar pai nosso a vigário" ou de dizer o que cada uma deve fazer no cumprimento do seu dever, mas ousei formular esse apelo, porque "estou vendo o circo pegar fogo e ninguém aparece com água". A contagem regressiva que não foi feita, vai começar se não fizermos nada.

Texto: José Roberto Teixeira

Foto : Fernando Alves

2 de jan de 2012

Valor mínimo a ser aplicado por aluno da escola pública cresce 21% em 2012

Educação

O investimento anual mínimo por aluno da rede pública para 2012 foi fixado em R$ 2.096,68 pelo Ministério da Educação (MEC). O valor se refere aos estudantes dos primeiros anos do ensino fundamental (1° ao 5° ano) e serve como base para calcular quanto as redes de ensino (municipal e estadual) irão aplicar para custear as matrículas de cada etapa da educação básica – creche, pré-escola, ensino fundamental e médio. O patamar definido pelo ministério em portaria publicada na última semana é 21,75% maior do que o referente a 2011 (R$1.722,05). Ele é calculado com base na estimativa de arrecadação dos impostos e contribuições que compõem o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Os estados que não atingem o valor mínimo por aluno recebem complementação da União. Segundo o MEC, em 2012, nove unidades da Federação receberão os recursos do governo federal: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. Da Agência Brasil/Bahia Notícias.



Artigo: A Privatização Tucana da Prefeitura Municipal de Guanambi

Convite

Secretaria da Educação publica edital para seleção de professores

O povo de Guanambi exige Concurso Público Já!

Saiu no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (30) o edital da Secretaria da Educação (SEC) para selecionar profissionais para as escolas estaduais. São 3.302 vagas, sendo 1.093 para professor e 2.209 para assistente de atividade administrativa, ambos em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda).
As vagas para professor são, em sua maioria, para matemática, física e química, mas existem vagas também em outras áreas, com exceção de língua portuguesa. Os professores selecionados vão atuar nas localidades que não tiveram aprovados no concurso realizado este ano, do qual a secretaria já convocou 3.261 candidatos.

Podem participar da seleção de professores profissionais de nível superior com licenciatura ou bacharelado e também estudantes de licenciatura a partir do sexto semestre. Para assistente de atividade administrativa, é necessário ter nível médio completo. Em Salvador e região metropolitana, são 64 vagas para professores e 813 para a outra função.

PF detecta desvio recorde de dinheiro público em 2011

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo desta segunda (2) revela que operações da Polícia Federal detectaram em 2011 um desvio recorde de recursos públicos na ordem de R$ 3,2 bilhões, quantia que teria alimentado, por exemplo, pagamentos de propina a funcionários públicos, empresários e políticos. Houve também aumento do número de servidores públicos presos: de 124, em 2010, para 225 em 2011. Os números aos quais o jornal teve acesso estão em um relatório feito somente a partir das operações. De acordo com a PF, as investigações encaminhadas para o Ministério Público comprovam os valores. A PF ainda afirma que a formação de equipes especializadas em estados como Bahia, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Sul e São Paulo é o fator responsável pelo aumento da comprovação do rombo.Bahia Notícias

Início de ano eleitoral estabelece restrições à propaganda

Bahia Notícias

O início de 2012 marca também o começo do calendário eleitoral em um ano de eleições municipais. Candidatos à reeleição e políticos que atualmente ocupam cargos eletivos devem estar atentos às regras para publicidade institucional, que já começaram a valer a partir deste domingo (1º). Até o dia 7 de julho, a propaganda institucional é permitida, porém não se pode ultrapassar a média do que foi gasto nos três anos anteriores à eleição. Está proibida desde domingo a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios aos cidadãos, com exceção em casos de calamidade pública, emergência ou de programas sociais em funcionamento, autorizados por lei e que apareçam no orçamento do ano anterior. Entidades vinculadas a candidatos não podem continuar o oferecimento de programas sociais. A partir de agora, todas as pesquisas de intenção de voto precisam ser registradas na Justiça Eleitoral, com um mínimo de cinco dias antes da divulgação. Informações do G1.

1 de jan de 2012

Concursos públicos devem oferecer 43 mil vagas em 2012

Bahia Notícias

Guanambi: 11 anos sem concurso público.

O número de vagas previstas em 2012 em órgãos de nível federal e estadual, além de capitais, chega a 43,2 mil, sem contar as instituições que lançarão concursos para cadastro de reserva, ou seja, quando os aprovados são chamados conforme a necessidade do órgão, caso do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, de acordo com informações do G1. Entre as vagas levantadas estão cargos que foram criados e oportunidades que já foram autorizadas ou aguardam autorização dos respectivos órgãos competentes. Entre os concursos mais esperados de 2012 estão os da Polícia Federal, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Petrobras. No caso da PF, 1,2 mil vagas de nível superior foram autorizadas pelo Ministério do Planejamento. As 328 para agente administrativo ainda aguardam aval do governo. Em relação aos demais, os próprios órgãos, que não necessitam de autorização do governo federal para realizar as seleções por terem orçamento próprio, divulgaram que realização concursos em 2012. A Petrobras confirmou a realização de dois concursos em 2012, para cargos de nível médio/técnico e superior.

Caixa divulga ganhadores do prêmio de R$ 177 mi da Mega da Virada




Uol


Cinco ganhadores vão dividir o prêmio de R$ 177,6 milhões da Mega da Virada. Eles são dos Estados do Ceará, São Paulo, Pará, Minas Gerais e do Distrito Federal. Cada um ganha R$ 35.523.497.52 milhões.

Confira os números da mega sena da virada

Bahia Notícias

Foram sorteadas as aguardadas seis dezenas da Mega-Sena da Virada, concurso que paga, neste ano, um prêmio de R$ 177,6 milhões, já livres de descontos. Confira os números: 03 - 04 - 29 - 36 - 45 - 55.