fevereiro 17, 2017

Guanambi: O descarte incorreto de lixo nas saídas das cidades, distritos, bairros e povoados

Blog do Latinha













O BLOG DO LATINHA fotografou diversas flagrantes de descarte de lixo nas saídas de Guanambi/Palmas de Monte Alto, Guanambi/Caetité, Guanambi/Candiba e Guanambi /Matina e nas saídas dos distritos de Ceraíma, Morrinhos e Mutans, bem como em vários bairros e áreas de Guanambi e nas saídas de diversos povoados da zona rural.  

Na cidade, temos problemas de descarte de lixo na Lagoa de João Amaral, Morro do Monte Pascoal, Riacho do Belém, Lajedo Novo, Canal da Feira Livre, entre outras diversas áreas e bairros.

A Prefeitura Municipal mantém um bom serviço de coleta de lixo doméstico e de varrição de ruas. Também fez limpeza em diversas áreas de lixo e colocou placas educativas informando a proibição de jogar lixo, mas logo aparece os entulhos e o descarte de móveis, garrafas, corte de árvores, material de construção, gesso, aparelhos de TV, isopor, retalhos de pano de empresa, etc.


A Prefeitura Municipal precisa disciplinar e fiscalizar essas ações de degradação ambiental, criando uma área especial de destarte de lixo. Também fazer um trabalho de educação ambiental para proibir essas ações que deixa a cidade suja e com focos de doenças.

ARMANDO AVENA: JÁ É CARNAVAL, CIDADE

BAHIA ECONÔMICA
 

 
Já é Carnaval, cidade, e junto com ele já está nas ruas um ciclo de geração de emprego e renda que movimenta grande parte da economia de Salvador. O número de turistas que vêm a Salvador é grande e a expectativa é de uma taxa de ocupação de 100% nos hotéis próximos ao circuito e superior a 90% em áreas mais distantes. É verdade que cerca 60% dos turistas que vêm para o Carnaval ficam em casas de parentes ou amigos e isso é bom, pois se todos resolvessem ficar em hotéis não haveria acomodação para todos, já que a cidade tem cerca de 45 mil leitos. 
 
O número de turistas que virão para o Carnaval varia entre 600 a 800 mil, de acordo com a prefeitura de Salvador ou o governo do estado. São números com pouca base estatística, mas cumprem sua função de marketing, afinal essa é uma forma de atrair mais turistas, pois quanto mais gente estiver na Bahia, mais gente quer vir para a Boa Terra. Na verdade, Salvador vai receber cerca de 350 mil turistas de outros estados e algo como 30 mil estrangeiros, segundo estimativa do portal Bahia Econômica, baseada nos desembarques no aeroporto internacional, nos leitos disponíveis e nas estatísticas disponíveis no Ministério do Turismo. O resto dos foliões vem do interior do estado, ainda que seja de Lauro de Freitas. Ou seja, aproximadamente metade dos turistas que vêm a Salvador para o Carnaval é do interior do estado. 
 
Assim, quando o leitor ouvir dizer que 700 mil pessoas vieram para a festa, é bom saber que metade disso vem do interior e que ninguém sabe como esse número foi apurado. A movimentação financeira na festa é também um número simbólico e aí as cifras variam, na maioria das vezes tomando como base o gasto médio do turista e outras variáveis. Nessa área não existe qualquer estimativa confiável, embora a cifra de R$ 1,5 milhão seja anunciada de quando em vez. 
 
De concreto mesmo é que a movimentação financeira é grande. Só a prefeitura estima em R$ 50 milhões sua participação, sendo a maior parte desse montante desembolsada pelos principais patrocinadores da festa, uma empresa de bebidas e uma companhia aérea. O governo do estado também investe alto, embora parte do investimento seja nos serviços de segurança e saúde, já contabilizados. Mas os números da festa não são importantes, o que vale mesmo é que o Carnaval desopila o humor do baiano e desopila a economia, pois gera riqueza e emprego e, sem ele, a economia de Salvador estaria muito pior. 
 
A criação de empregos pode superar os 150 mil, diretos e indiretos, com destaque para os empregos temporários criados em função da festa. Além disso, a economia informal dá um salto nesse período e garante a sobrevivência de milhares de soteropolitanos. Nem tudo são flores, todavia, a crise fez as vendas de abadás caírem, alguns blocos não vão sair e o número de camarotes diminuiu, mas, ainda assim, há o que comemorar, afinal a cidade está cheia de turistas e isso movimenta o comércio, especialmente bares e restaurantes, e aumenta o uso de serviços como locadoras, agência de viagens, transporte, etc.
 
Por isso, tem pouca importância os números exatos, muito mais importante é a alegria que se vê na rua explodindo na boca de baianos e turistas e o aquecimento de parcela expressiva da economia que, em função da festa, gera emprego e amplia a renda.
 

GOVERNADOR RUI COSTA FORTALECE PARCERIAS COM MUNICÍPIOS EM POSSE DA UPB

17/02 - 07h44m
BAHIA ECONÔMICA
 
 
Durante a posse da nova diretoria da União dos Municípios da Bahia (UPB) para o biênio 2017/2018, o Governador Rui Costa fortaleceu a parceria entre Estado e municípios, para o desenvolvimento do estado. Durante seu discurso, ele lembrou a importância dos Consórcios de municípios para gestão municipal da saúde: “Não adianta termos dez municípios, cada um com um hospital, que não consegue resolver os problemas de atendimento à população. Vamos criar um Hospital Regional que atenda às necessidades de saúde dos dez municípios”, disse, ressaltando que os repasses de gestão para os consórcios não garantem a ele a subserviência de prefeitos, mas a construção de parceiros que atenderão cada vez mais, as necessidades da população dos municípios.
 
“Vou abrir mão de receita, para custear algo que eu não vou dirigir, mas faço isso por concepção, porque entrego um equipamento que custa cerca de 20 milhões de reais sabendo que vai atender a necessidade da população”, completou Rui. Rui discursou para prefeitos, deputados federais e de Estado, presentes à posse da nova mesa diretora da instituição, composta pelo prefeito de Bom Jesus da Lapa Eures Ribeiro, o vice-presidente Giuliano de Andrade Martinelli, prefeito de Jaguaquara; o vice-presidente administrativo e prefeito de Araci Antônio Carvalho da Silva Neto; Rogério dos Santos Costa, 1º secretário e prefeito de Santo Estevão; Marcus Paulo Alcântara Bonfim, 2º secretário e prefeito de Juazeiro; Marcos Aurélio dos Santos Cardoso, 1º tesoureiro e prefeito de Santana; e José Henrique Silva Tigre, 2º tesoureiro e prefeito de Belo Campo.

fevereiro 16, 2017

GRUPO CHINÊS MANIFESTA INTERESSE NA PONTE-SALVADOR ITAPARICA

BAHIA ECONÔMICA
16/02 - 15:56hs -
 

 
O governo da Bahia vai apresentar na próxima semana ao Ministério dos transportes e à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a nova Proposta de Manifestação de Interesse (PMI) da Ponte Salvador Itaparica. Até o momento pelo menos um grupo estrangeiro já manifestou interesse em investir na obra, o CRBC, grupo chinês especializado em construção de pontes, que também já assinou com o governo da Bahia um protocolo de intenções para a parceria.  

Esta é a última etapa do projeto de construção da ponte e que, segundo o secretário de Secretaria do Planejamento, e vice-governador, João Leão, falta apenas o Governo Federal autorizar a concessão, que será feita à BahiaInvest para obra caminhar. Segundo João Leão, a obra poderá ser iniciada em 2018 e tem prazo de conclusão de cinco anos. Ontem o vice-governador esteve visitando a Embaixada da China, em Brasília e discutiu, entre outras coisas, a construção da ponte e os investimentos para a conclusão das obras da Ferrovia Oeste leste (FIOL) e o Porto Sul de Ilhéus. Tudo está a depender da aprovação da PMI pelo Governo Federal.Todas as etapas da obra, que inclui a sondagem do solo, impacto ambiental, engenharia e urbanismos, foram concluídos, disse.
 
Para a construção da ponte Salvador-Itaparica vai ser necessário investimentos de aproximadamente R$ 8 bilhões. Segundo o vice-governador João Leão, 20% dos custos serão bancados pelo Governo do estado, que já tem assegurados R$ 1,6 bilhão da Sudene (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste), sob a forma de financiamento. Outros R$ 400 milhões virão da Caixa Econômica Federal (5%) e o restante, 75% aproximadamente R$ 2 bilhões, serão bancados  pela CRBC chinesa. A empresa é a quarta maior construtora civil do mundo, especializada em obras de grande envergadura, como pontes, estradas e barragens.(tb)

Após ser goleado, Fla de Guanambi demite técnico Duzinho

Quinta, 16 de Fevereiro de 2017 - 17:25

BAHIA NOTÍCIAS

por Matheus Caldas
Após ser goleado, Fla de Guanambi demite técnico Duzinho
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

A derrota acachapante do Flamengo de Guanambi contra o Vitória, pelo Campeonato Baiano, veio com uma consequente demissão. O técnico Duzinho foi desligado do cargo na tarde desta quinta-feira (16). A informação foi confirmada pelo diretor de futebol rubro-negro, Armando Filho.“Os resultados não estavam vindo. Infelizmente, o projeto que a gente fez, não vinha dando resultado”, resumiu, em entrevista ao Bahia Notícias. Enquanto não houver um acerto com outro nome, o auxiliar técnico Marco Antônio assumirá interinamente o comando da equipe. Ele deverá estar à frente do time no próximo jogo do Baianão, neste domingo (19), ás 16h, no Estádio 2 de Julho. Na tabela de classificação, o Beija-Flor está na zona de rebaixamento, na 10ª posição, com apenas um ponto ganho.

Comissão da Fiol e Porto Sul retoma trabalhos

A comissão especial que acompanha as obras da Ferrovia Engenheiro Vasco Azevedo Neto (antiga Fiol) e do Porto Sul, iniciou nesta quarta-feira (15), na Assembleia Legislativa da Bahia, os trabalhos do colegiado para o ano de 2017.

Durante a sessão, a presidente da comissão, deputada Estadual Ivana Bastos (PSD), afirmou que os governos Federal e Estadual estão concluindo os estudos de viabilidade econômica e devem anunciar a licitação da concessão da ferrovia até o mês de junho. A expectativa é que os chineses assumam o empreendimento.

Outro ponto debatido na reunião foi o anúncio feito pelo governador Rui Costa, durante a abertura dos trabalhos legislativos, ocorrida no último dia 02 de fevereiro. Segundo o chefe do executivo, as obras físicas do Porto Sul terão início ainda neste ano. Os investimentos inciais no empreendimento serão realizados pela Bahia Mineração (Bamin).

Ao final da reunião, Ivana Bastos solicitou o auxilio de todos os membros para elaboração do plano de trabalho da comissão, bem como falou sobre as expectativas para a concretização das obras. “Mais do que nunca, este colegiado terá um ano de muito trabalho para acompanhar. Espero que todas essas decisões se concretizem e possam trazer mais desenvolvimento e progresso ao nosso interior e para toda Bahia”, disse.

Participaram da sessão os deputados: Zé Raimundo (PT), Pedro Tavares (PMDB), Antônio Henrique (PP) e Luciano Ribeiro (DEM).

JORNAIS ESCONDEM PESQUISA QUE REVELA SEU FRACASSO EM DESTRUIR LULA


Há uma questão intrigante na praça: por que os três principais jornais do País decidiram não noticiar ou esconder a pesquisa CNT/MDA, que apontou a disparada do ex-presidente Lula na sucessão presidencial? Folha e Globo, por exemplo, ignoraram o assunto, enquanto o Estado de S. Paulo confinou o tema a um rodapé; a resposta talvez seja a incapacidade da mídia brasileira em destruir Lula, a despeito de uma campanha negativa que já dura vários anos; outro motivo para ignorar a pesquisa é a péssima imagem de Michel Temer, que só chegou ao poder graças ao apoio dos meios de comunicação; ou seja: o Brasil tem hoje uma imprensa que vai na direção oposta à dos anseios da população. 247 BRASIL