• 14.08.2018: UM DIA PARA FICAR NA HISTÓRIA DE GUANAMBI

    A TV Latinha registrou com fotos e entrevistas o Dia 14 de Agosto de 2018 – 99 anos de emancipação política de Guanambi rumo ao Centenário da cidade.

  • Guanambi 99 Anos: Abraço à Cidade da Fundação Joaquim Dias Guimarães

    Hoje (14), Dia do Aniversário de Emancipação Política de Guanambi - 99 Anos , a Fundação Joaquim Dias Guimarães - FJDG realizou o 24º Abraço à Cidade na Praça Coronel Cajaíba com a participação de crianças, jovens, adultos, idosos, autoridades, personalidades histórias e lideranças políticas, bem como de diversas entidades comunitárias e de instituições educacionais.

  • Degradação ambiental do Rio Carnaíba de Dentro e os Riachos do Belém e dos Brindes em Guanambi

    De acordo estudos de campo, observa-se que o principal problema de desenvolvimento de Guanambi é a questão ambiental, a preservação das bacias hidrográficas, os resíduos sólidos, o desmatamento das áreas verdes e degradação das áreas históricas e naturais

  • CONSELHO DA CIDADE E CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE VISITAM O RIACHO DO BELÉM EM GUANAMBI

    Hoje 11.08 – Dia do Estudante, uma comissão do Conselho da Cidade e do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Guanambi fez uma expedição pelo Riacho do Belém no trecho do Parque da Cidade até Ponte de Dona Dedé, onde observou-se o processo histórico de degradação da APP - Área de Preservação Permanente. Também analisou o problema do descarte de lixo, esgoto, desmatamento e queimada. Em contra posição identificou-se diversas espécies de aves, peixes, cágados e outros animais silvestres.

  • I Fórum Guanambiense de Educação Ambiental

    Hoje (08), das 8 às 13 horas, aconteceu o I FÓRUM DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE GUANAMBI organizado pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente em parceria com o Conselho Municipal de Meio Ambiente e as secretarias de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e de Assistência Social.

TV Latinha participa das atividades de exumação do corpo do desaparecido político João Leonardo em Palmas de Monte Alto (BA)

Nos dias 28 a 31 de agosto, em Palmas de Monte Alto na Bahia, aconteceu as diligências para a exumação de restos mortais que podem pertencer ao desaparecido político João Leonardo da Silva Rocha.

No dia 28, no auditório do Colégio Municipal Eliza Teixeira de Moura, aconteceu a audiência pública com uma mesa composta por Dr. Samuel Teixeira – médico perito cedido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Ministério da Justiça) para colaborar com os trabalhos da Comissão; Dr. Carlos Vitor – Procurador do MPF em Guanambi; Dr. Eugênia Gonzaga – Procuradora do MPF e também presidenta da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos; Manoel Rubens – prefeito de Palmas de Monte Alto; Lúcia Helena Ribeiro –Secretária Municipal de Assistência Social; Wanderson Pimenta – representando o Centro Cultural João Leonardo; Mário Rocha – irmão de João Leonardo e Celso Horta - jornalista e colaborador da comissão especial.

As diligências foram coordenadas pela Procuradora Regional da República Eugênia Augusta Gonzaga e o Procurador da República em Guanambi/BA Carlos Vitor de Oliveira Pires, que é o responsável pelo inquérito que apura as circunstâncias da morte do militante político.



A Procuradora Eugênia Gonzaga é a presidente da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP). A Secretaria Especial de Direitos Humanos é o órgão responsável pela diligência.

As diligências contaram com as presenças do irmão de João Leonardo, Mário Rocha Filho, do jornalista Celso Horta e de Diva Santana do Grupo Tortura Nunca Mais da Bahia.  












  
O Blog do Latinha e a TV Latinha acompanhou os quatros dias de trabalho da exumação dos restos mortais de João Leonardo, que contou também com as presenças de Wanderson Pimenta – Centro Cultural João Leonardo, do ex-vereador Dr. Miguel – Colaborador de todo o processo de informações e dados sobre a localização do corpo de João Leonardo, Toninho Lélis e Roberto Fernandes – Guanambi News.






Hoje (31), a equipe de peritos da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP) conseguiu achar os restos mortais que podem pertencer a João Leonardo da Silva Rocha executado em 1975 e enterrado com nome falso no cemitério de Palmas de Monte Alto.

Finalizando o processo de exumação do corpo, uma comissão coordenada pelo irmão de João Leonardo - Mário Rocha visitaram a fazenda onde ocorreu o assassinato do militante político na zona rural de Palmas de Monte Alto.



História de João Leonardo da Silva Rocha


  
“O reconhecimento de João Leonardo como uma das vítimas da ditadura brasileira (1964/1985) se deu com base na Lei n. 9.140/1995. João Leonardo foi um dos militantes contrários à ditadura militar que mais se destacou no período. Em setembro de 1969, já se encontrava preso em razão de sua militância política e, com o sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, ele foi um dos 15 presos políticos libertados e enviados para o México, oficialmente banidos do país. Foi registrado nesse período o último contato de Mario Rocha Filho com seu irmão João Leonardo no hotel Del Bosque.

O então militante da MOLIPO retornou ao Brasil em 1971, sendo que o governo militar de então procedia a uma especial caçada aos militantes que, mesmo banidos, teimavam em regressar ao território nacional. João Leonardo tentou permanecer no país de maneira clandestina, estabelecendo-se numa pequena localidade rural de Pernambuco, São Vicente, distrito de Itapetim, sertão do Pajeú, quase na divisa com a Paraíba. Raspou totalmente a cabeça e era conhecido como Zé Careca. Mesmo assim, passou a desconfiar que poderia ser identificado naquele local. Fugiu então para o interior da Bahia, onde terminou sendo localizado e morto em 4 de novembro de 1975, em um choque com agentes da Polícia Militar, no município de Palmas do Monte Alto. Foi enterrado no cemitério do mesmo município sob o olhar da comunidade que, atônita, foi informada que ali havia sido morto um perigoso pistoleiro.


Com o passar dos anos, a população soube que ali foi morto um militante político da resistência brasileira à ditadura do período de 1964 a 1985. Dessa forma, aqueles que presenciaram o seu enterro passaram a dar informações sobre a localização de sua sepultura. Inclusive, uma das pessoas que sepultou um familiar no mesmo local relatou ter visto parte de um corpo com botas que lembravam aquelas que João Leonardo usava quando foi assassinado.

O seu caso também foi objeto de investigação pela Comissão Nacional da Verdade, instituída pela Lei no 12.528/2011, a qual, em seu relatório final (página 1802 e seguintes) recomendou “a continuidade das investigações sobre as circunstâncias do caso, para a localização de seus restos mortais”. Ela produziu um “Mapa fotográfico com a indicação da possível área de sepultamento de João Leonardo da Silva Rocha” (Arquivo CNV, 00092.003368/2014-51), o qual, após ser complementado por equipe enviada pela CEMDP neste ano de 2017 ao local, será utilizado na diligência de exumação.

A vida de João Leonardo já foi registrada em documentário feito pela TV Record, que reconstituiu o cerco e sua execução, bem com uma fala dele quando saiu da prisão, em 1969. Intelectuais interessados, como Ana Corbusier e Celso Horta, possuem vasto material sobre a pessoa e o militante João Leonardo. Celso está para lançar um livro sobre João Leonardo, o qual contará inclusive com um texto feito pelo próprio militante político, que era o esboço de uma Constituição da Humanidade.”

(Com informações: Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos do Ministério dos Direitos Humanos)


Share:

EXCLUSIVO: Comissão Especial encontra restos mortais que podem ser do ex-militante político João Leonardo

Fonte: Vilson Nunes / Rádio Visão FM



Comissão Especial encontra restos mortais que podem ser do militante político João Leonardo (Fotos: Vilson Nunes / Rádio Visão FM)
Após quase 12h de intenso trabalho nesta quarta-feira (30/8), no cemitério público do município de Palmas de Monte Alto (BA), a equipe de peritos da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP) conseguiu achar restos mortais que podem pertencer a João Leonardo da Silva Rocha, advogado e ex-militante da luta armada que integrou a ALN (Ação Libertadora Nacional) e o Molipo (Movimento de Libertação Popular), executado em 1975 e enterrado com nome falso no referido cemitério.
De acordo com informações apuradas pelo jornalista Vilson Nunes da Rádio Visão FM, inicialmente a equipe liderada pelo médico Dr. Samuel Ferreira – coordenador científico da Comissão Especial localizou os restos mortais de Natalino Pereira, após escavar uma área de 3m70cm de comprimento por 1m40cm de largura, totalizando 5m04cm quadrados de área escavada com profundidade de 1m10cm. “Foram feitos trabalhos cuidadosos, dentro dos limites e princípios éticos e de princípios humanitários. Esses restos mortais foram transferidos para duas urnas e lacrados, e identificados como sendo do senhor Natalino Leão”, afirmou Dr. Samuel, em entrevista à Rádio Visão FM.



FOTOS - TV LATINHA.

Dando continuidade ao processo de exumação, os peritos expandiram a área de escavação em 1m30cm de profundidade retirando na totalidade 5 metros cúbicos de terra, e aí começaram a encontrar pequenos fragmentos ósseos em mal estado de preservação, que segundo Dr. Samuel, não devem pertencer ao senhor Natalino, pois foram encontrados ao lado da urna do lavrador. Minutos depois, os profissionais localizaram membros inferiores de um segundo corpo, que podem ser os restos mortais de João Leonardo. Durante a sua fala à reportagem, o médico confirmou que já foram visualizados um par de sapatos e membros da fíbula e da tíbia (ossos da perna). Apesar de o fato ter deixado a equipe animada do ponto de vista científico e histórico, o especialista, no entanto, ressaltou que ainda não se pode afirmar tecnicamente se os restos mortais encontrados são de fato do ex-militante político. Ele enfatizou que é necessário finalizar o processo de exumação para depois fazer as análises técnicas em laboratório, para poder chegar a uma definição sobre a origem e a identidade desses ossos. “Por enquanto não é possível afirmar nada relativo à que esses restos mortais que a gente detectou e aqueles fragmentos ósseos anteriormente que estavam ao lado da urna de Seu Natalino, se eles pertencem ou não a João Leonardo. O que foi possível constatar foram membros inferiores, que não estavam em bom estado de conservação. Ainda é cedo para afirmar qualquer afirmação científica ou técnica se esses ossos pertenciam ou não a João Leonardo”, esclareceu o coordenador.
Ao ser questionado sobre qual dos dois corpos foi sepultado primeiro, o médico ressaltou que os fragmentos encontrados, que podem ser de João Leonardo estão em um nível um pouco abaixo da urna do senhor Natalino, sugerindo que o segundo corpo localizado deve ter sido enterrado antes, confirmando assim os relatos de testemunhas ouvidas pela Comissão Especial. Entretanto, Dr. Samuel ressalva que esses dados ainda serão ratificados mediante a continuidade da extensão da área, pois o terreno é desnivelado.
Ouça a entrevista de Dr. Samuel:
A Procuradora Regional da República e presidente da Comissão Especial, Eugênia Augusta Gonzaga, relatou em sua entrevista, que o trabalho foi bastante produtivo nesta quarta-feira (30). Ela deu novas informações à população.
Confira a entrevista de Dra. Eugênia:
A reportagem da Rádio Visão teve acesso com exclusividade à certidão de óbito emitida pelo cartório, aonde confirma que João Leonardo foi enterrado com o nome falso de José Eduardo da Costa Lourenço, adotado por ele próprio para tentar se proteger da intensa perseguição a que se tornou alvo, na época da ditadura militar. Veja o documento:

certidão de óbito emitida pelo cartório, aonde confirma que João Leonardo foi enterrado com o nome falso de José Eduardo da Costa Lourenço (Foto: Vilson Nunes / Rádio Visão FM)

Share:

Prefeitura de Guanambi e Correios realizam o lançamento do Selo Comemorativo aos 98 anos da cidade







O Prefeito Jairo Magalhães participou na noite desta quarta-feira (30), com o auditório lotado da Câmara de Vereadores, do lançamento oficial do Selo Comemorativo aos 98 anos de emancipação politica de Guanambi, realizado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e a Prefeitura Municipal.

Diversos órgãos e instituições foram homenageados através de seus representantes com a entrega de selos, chancela e assinatura de envelopes que também ficarão no arquivo do Museu Nacional dos Correios. O selo comemorativo homenageia a Escola Getúlio Vargas, de tanta história e contribuição para a nossa educação.  Personalidades da nossa terra, que muito contribuem para o seu desenvolvimento, também foram homenageados. “Este evento celebrou os homens e mulheres que fazem de Guanambi, uma cidade que cresce a cada dia e através da Escola Getúlio Vargas, a evolução da educação e do saber de nossa gente”, disse o prefeito.

A convite do gerente regional dos Correios, o prefeito Jairo Magalhães foi convidado para fazer a primeira obliteração do selo postal comemorativo, fato registrado e aplaudido por todos.  Falando em nome dos Correios, o gerente regional de vendas da região oeste da Bahia, Rondinelli Queiroz, destacou a importância da cidade de Guanambi no Estado e elogiou a cidade e o seu povo, explicou sobre a importância da confecção do selo, que ficará para a posteridade. “A cidade de Guanambi lançando o selo de 98 anos, ela eterniza este momento. Talvez as pessoas possam não ver nossas fotos daqui a cinquenta, cem anos, mas com certeza estarão visualizando o selo colecionado neste momento, e adquirido por filatelistas do Brasil e de todo mundo, além de compor o acervo e ficar exposto no Museu Nacional dos Correios localizado em Brasília”, frisou.

Para o prefeito Jairo Magalhães, o momento foi uma oportunidade de reconhecer o trabalho de pessoas e instituições que colaboram com o progresso e o crescimento da cidade.

Álbum completo com fotos do evento:

https://www.facebook.com/pg/PrefeituradeGuanambi/photos/?tab=album&album_id=1670379099663439
  
Assessoria de Comunicação - Prefeitura de Guanambi
Share:

RUI ASSINA ACORDO COM EMPRESAS CHINESAS PARA VIABILIZAR PORTO SUL NESTA SEXTA

BAHIA ECONÔMICA
31/08 - 17:05hs -

 
Um dos principais compromissos da agenda do governador Rui Costa em sua missão internacional na China ocorre no início da manhã desta sexta-feira (1º), quando ele assina, em Pequim, memorando de entendimento com cinco empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin) para financiamento do projeto do Porto Sul, que será implantado no município de Ilhéus. 
 
Também integram o acordo ações que visam a execução da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e a exploração de uma mina de minério de ferro localizada no sudoeste da Bahia. O ato de assinatura está marcado para as 18h15 de Pequim, ou seja, 7h15 no horário de Brasília. 
 
O documento estabelece que o Governo do Estado, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, “desejam cooperar para o desenvolvimento totalmente integrado do projeto do Porto Sul, da Fiol e da mina Pedra de Ferro”. 
 
Ainda de acordo com o documento, a participação em grupo de investimento para financiar o desenvolvimento dos projetos será liderada pelo consórcio chinês formado pelas seguintes empresas: China Railway Group Limited; China Communications Construction Company Ltd; Minmetals Development Co. Ltd; Shougang Fushan Resources Group Limited; e Dalian Huarui Heavy Industry Group Co. Ltd.
 
Essas empresas orientais são de diversos ramos de atuação, como siderurgia, construção civil e mineração, e fecharam um cronograma de atividades com a Bahia Mineração envolvendo prazos para execução dos trabalhos.  

Share:

Na China, governador Rui Costa assina acordo para viabilizar Porto Sul e Fiol

Quinta, 31 de Agosto de 2017 - 20:35

BAHIA NOTÍCIAS

Na China, governador Rui Costa assina acordo para viabilizar Porto Sul e Fiol
Foto: Mateus Pereira / GOVBA

O governador Rui Costa assina na manhã desta sexta-feira (1º), na China, um memorando de entendimento com cinco empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin) para financiamento do projeto do Porto Sul, que será implantado no município de Ilhéus. O acordo também visa a execução da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e a exploração de uma mina de minério de ferro localizada no sudoeste da Bahia. O documento estabelece que o governo estadual, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, “desejam cooperar para o desenvolvimento totalmente integrado do projeto do Porto Sul, da Fiol e da mina Pedra de Ferro”. O consórcio chinês formado pelas cinco empresas deve liderar o grupo de investimento para financiar o desenvolvimento dos projetos. O Porto Sul deve ser construído no Litoral Norte de Ilhéus, na região de Aritaguá, com investimento de R$ 2,7 bilhões. Ele será usado para dar vazão ao minério de ferro explorado no sudoeste baiano, além de grãos do oeste do estado que chegarão ao Porto pela Fiol. A ferrovia está em construção e terá extensão de 1.527 quilômetros, sendo 1.100 quilômetros na Bahia, com trecho de Ilhéus a Figueirópolis, no Tocantins.
Share:

Recapeamento da BR-030 de Guanambi/Palmas de Monte Alto




O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) começou ontem (30) as obras de recapeamento na BR-030, no trecho Guanambi/Palmas de Monte Alto.
Share:

RUI E TEMER DEVEM SE ENCONTRAR NA CHINA NA ASSINATURA DE ACORDO DE INVESTIMENTOS

BAHIA ECONÔMICA
29/08 - 16:12hs -


Embora estejam com agendas paralelas, o governador Rui Costa e o Presidente Michel Temer devem se encontrar na China, onde ambos estarão esta semana. A missão baiana tem como principal objetivo as negociações sobre o projeto Pedra de Ferro em Caetité e o projeto da Ferrovia Oeste-Leste e do Porto Sul, em Ilhéus.

As reuniões terão a participação da Bamin Mineração, que hoje controla o projeto privado, do governador e seus auxiliares e de  líderes empresariais e autoridades chinesas. Na agenda, esta a participação dos chineses na compra do minério de ferro e os investimentos para a conclusão da Ferrovia Oeste-Leste e para a construção do Porto Sul.

O projeto Pedra de Ferro  interessa a China que é maior consumidor mundial do produto. As importações chinesas de minério de ferro serão superiores a 1,1 bilhão de toneladas em 2017  e o país depende das importações para atender 87% de sua demanda total.

Embora o cerimonial da Presidência da República não confirme, existe a possibilidade do Presidente Temer e o líder chinês estarem, juntamente com o governador Rui Costa, presentes na assinatura do memorando de entendimento que será assinado pelo governo baiano com os investidores chineses e o representante do governo federal para a participação no projeto.  

Share:

FIOL - VIAGEM DE RUI COSTA À CHINA FOI MONTADA PARA COINCIDIR COM A IDA DE TEMER

BAHIA ECONÔMICA
31/08 - 07:48hs -


O governo federal está envolvido nas negociações para que os chineses passem a investir na Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). E, conforme anunciou o Bahia Econômica, representantes do governo federal vão assinar, juntamente com o governo da Bahia, o memorando de entendimento com as empresas chinesas interessadas no projeto.

Entre os técnicos da missão do Presidente Temer, o acordo com os chineses para a construção da Fiol é considerado como certo e um dos pontos mais positivos da missão presidencial.

Técnicos do governo baiano afirmaram ao Bahia Econômica que a viagem do governador Rui Costa à China foi montada de modo a coincidir com a ida do Presidente Temer ao país asiático, pois, como ocorre em acordos internacionais, o governo federal tem de dar o aval às negociações entre estados e países. Os chineses também acharam que era conviniente a coincidência de datas.

Os chineses têm enorme interesse no projeto por dois motivos. O primeiro é que a estratégia da China para tornar-se o maior império econômico do mundo passa pela ligação entre o Atlântico e o Pacifico, através  da ferrovia Bioceânica,  cujo traçado corta o Brasil e o Peru e a Ferrovia Oeste-Leste é o caminho mais rápido para essa ligação, afinal a ferrovia já tem boa parte construída.

O outro motivo é o minério de ferro, já que a demanda da China pelo produto é de 1,1 bilhão de toneladas e não está descartada a participação dos chineses diretamente na exploração mineral num acordo com a à Bahia Mineração (Bamin), empresa do Cazaquistão que detém a outorga mineral e a licença para construir um terminal marítimo em Ilhéus. 

Share:

GUANAMBI RECEBERÁ MICRO-ÔNIBUS DA SECRETARIA DE SAÚDE DA BAHIA



Os consórcios Interfederativos de saúde ganharão 53 micro-ônibus para transportar pacientes entre o município-polo e as cidades que assinaram os convênios. O contrato de aquisição dos veículos foi publicado no último sábado (26), no Diário Oficial da União (DOU).
Cada veículo custou cerca de R$ 263 mil, resultando em um valor global de R$ 13,369 milhões. Os veículos, de modelo executivo, serão plotados e equipados com itens de acessibilidade. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), seis consórcios receberão os micro-ônibus mencionados no contrato, dentre os quais a cidade de Guanambi.
A entrega dos ônibus está condicionada à conclusão das obras das policlínicas de cada consórcio. O governador Rui Costa juntamente com o Prefeito Jairo Magalhães deverá inaugurar a policlínica Regional ainda este ano.
Enquanto os trabalhos são concluídos, os micro-ônibus ficaram guardados em Salvador, sob responsabilidade da SESAB (secretaria Estadual de Saúde).
Por:. Radar Guanambi e Rádio 104,9 FM
Acesse o nosso Site: RADARGUANAMBI.COM.BR
Share:

Comissão da Fiol e do Porto Sul aprova audiência pública e visita às obras




Em recente anúncio, o governador Rui Costa confirmou que estará presente à 9ª Reunião de Cúpula do BRICS, bloco formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul, que ocorrerá agora em setembro de 2017 na cidade chinesa de Xiamen, onde assinará com um Consórcio de Empresas Chinesas protocolos de compromissos visando a Construção da Fiol, do Porto Sul e da Exploração da Mina da Bamin em Caetité.

Devido a essa informação, a comissão especial que trata das obras da Ferrovia Engenheiro Vasco Azevedo Neto (antiga Fiol) e do Porto Sul já aprovou, na reunião desta quarta-feira (23), uma audiência pública com o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, após o retorno da viagem.

Essa viagem do governador nos dará respostas mais concretas. A previsão é de que seja assinado um Protocolo de Compromissos com um Consórcio de Empresas Chinesas e elaborado um cronograma, com datas definidas da retomada e do andamento das obras. Convidaremos o secretário para vir até essa Casa Legislativa e nos suprir de informações. A expectativa de boas notícias é muito grande”, considerou a presidente da comissão, deputada Ivana Bastos.

Outro ponto debatido na reunião foi o avanço das obras da ponte do Rio São Francisco, Lote 5A da ferrovia. Nesse trecho as obras seguem com regularidade e encontra-se com mais de 50% de conclusão. Visto isso, o colegiado aprovou também uma visita dos deputados da comissão e representantes do governo no local.

A continuidade das intervenções na ponte é um sinal de que por trás de todas as paralisações e da crise que enfrentamos, há esperança. Seguimos lutando com toda garra, ao lado do Governo do Estado, para não deixar morrer esse sonho da nossa Bahia. A comissão continua empenhada em contribuir ao máximo com a concretização dos empreendimentos, por isso vamos in loco para acompanhar de perto a execução das obras ”,finalizou.

Lote 5A

A Ponte sobre o Rio São Francisco, localizada entre Serra do Ramalho e Bom Jesus da Lapa (BA) – O Lote 5A – medirá 2,9 quilômetros de extensão (1km sobre o rio), 78 pilates, 80 vãos de 35 metros cada e um vão central de 110 metros. A altura da ponte, incluindo pilar, blocos e tubulões é de 42,32 metros. Os recursos, previstos inicialmente, para execução das obras e serviços de engenharia é da ordem de R$ 135 milhões.

Share:

Eólicas respondem por 60% do abastecimento de energia do Nordeste, diz ONS

POLÍTICA LIVRE


A estiagem que há mais de seis anos atinge a Região Nordeste do Brasil, com forte impacto nas usinas da Bacia do São Francisco e afetando a geração de energia hidroelétrica, levou a fonte eólica a responder por mais de 50% da energia fornecida à região. A afirmação foi feita hoje (30) pelo diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Eduardo Barata, ao participar da conferência e exposição Brazil Windpower 2017, que discute até amanhã, no Rio de Janeiro, os rumos e avanços da energia eólica. Energia eólica é a transformação da energia do vento em energia útil, O diretor lembrou que até 2008/9 todo o suprimento energético do Nordeste decorria de fontes hidroelétricas fornecidas pelas usinas da Bacia do São Francisco. “Com a redução das chuvas e das afluências, tivemos que buscar nova fonte e foi aí a que apareceu a fonte eólica. O resultado tem sido excepcional, até porque a região é acometida por ventos excepcionais e razoavelmente constantes, o que proporciona uma capacidade de geração que se situa entre as melhores do mundo”, explicou. Leia mais na Agência Brasil.
Agência Brasil
Share:

Brasil assume 9º lugar em ranking mundial de energia eólica com 12GW acumulados

BAHIA NOTÍCIAS

Brasil assume 9º lugar em ranking mundial de energia eólica com 12GW acumulados
Parque eólico em Pernambuco | Foto: Aluisio Moreira / SEI

O Brasil saiu da 10ª para a 9ª colocação no ranking mundial dos principais países geradores de energia eólica, ultrapassando a Itália. A fonta de geração desse tipo de energia atingiu 12 gigawatts (GW) de capacidade acumulada no Brasil. O patamar foi anunciado na abertura da 8ª edição do Brazil Windpower, maior evento de energia eólica da Amércia Latina. O encontro acontece até está quinta-feira (31), no Rio de Janeiro. De acordo com a Agência Brasil, em um ano houve acréscimo de 2GW e o país ficou em quinto lugar mundial em nova capacidade instalada. O setor eólico investiu US$ 5,4 bilhões em 2016 e, com a retomada dos leilões de geração no primeiro trimestre do ano que vem, poderá ter ritmo mais acelerado. Atualmente o Brasil possui mais de 450 parques de energia eólica, que no último ano abasteceu cerca de 18 milhões de residências com aproximadamente 54 milhões de habitantes. "Estamos com uma Belo Monte espalhada nos estados do Nordeste e do Sul do país", disse Elbia Gannoum, presidente da ABEEólica, em referência à usina hidrelétrica construída no Pará. Até 2020 a expectativa é que sejam instalados mais 270 novos parques eólicos, agregando mais 6GW para o sistema. 
Share:

IPESE: GUANAMBI É DESTAQUE NA ÁREA DE SAÚDE


84,2% DOS MUNICÍPIOS BAIANOS TIVERAM MELHORA SOCIOECONÔMICA EM 2014

BAHIA ECONÔMICA

O Índice de Performance Socioeconômica dos Municípios Baianos (IPESE) para o ano de 2014 mostrou que 351 municípios baianos (o que representava 84,2% do total), melhoraram sua performance socioeconômica em comparação a 2013. Contudo, 15,8% dos 417 municípios baianos reduziram seu desempenho no índice.

Ainda de acordo com os dados de 2014, as dimensões de Economia e Finanças (80,1% dos municípios com melhora) e Saúde (77,9% dos municípios apresentam avanço) foram as principais responsáveis por essa melhora capturada pelo indicador.

Em 2014, Mata de São João apresentou a melhor performance entre os municípios baianos, com o indicador de 0,844. O município destacou-se por apresentar um desempenho “muito alto” (1,000) na dimensão Economia e Finanças, “alto” (0,861) na dimensão Educação e desempenho “médio” (0,672) na Saúde.

Lauro de Freitas aparecia na segunda posição com um IPESE classificado como “alto” (0,818). Os demais destaques foram Camaçari (0,806), Jaborandi (0,791) e Madre de Deus (0,786).

A dimensão Saúde teve como os principais destaques Maetinga (0,841), Madre de Deus (0,775), Lajedão (0,760), Guanambi (0,756) e Dom Macedo Costa (0,751). Já o Índice do nível de Educação apresentou no ano de 2014 os seguintes destaques: Santa Inês (0,883), Bom Jesus da Lapa (0,880), Governador Mangabeira (0,878), Irecê (0,872) e Catolândia (0,869).

Na dimensão Economia e Finanças, em 2014, Lauro de Freitas apresentou o melhor resultado (0,818) entre os municípios com mais de 100 mil habitantes, seguido por Camaçari (0,806), Salvador (0,785), Barreiras (0,766) e Eunápolis (0,765). Salvador, por sua vez, apresentou a performance socioeconômica “alta” nos quatro anos da série: (0,725) em 2010; (0,768) em 2011; (0,730) em 2012; (0,767) em 2013 e (0,785) em 2014. Os dados foram apresentados hoje (29) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).
Share:

Palmas de Monte Alto: Comissão Especial inicia procedimento de exumação dos restos mortais de João Leonardo

Exumação dos restos mortais de João Leonardo (Fotos: Vilson Nunes / Rádio Visão FM)

Teve início na manhã desta terça-feira (29/8), o procedimento de exumação dos restos mortais de João Leonardo da Silva Rocha, ex-militante da luta armada que integrou a ALN (Ação Libertadora Nacional) e o Molipo (Movimento de Libertação Popular), executado na zona rural do município de Palmas de Monte Alto (BA), em 1975. Inicialmente, os responsáveis pelos trabalhos fizeram o isolamento da Praça da Saudade, no centro da cidade, onde fica localizado o cemitério público, com o objetivo de acomodar os veículos do Instituto Médico Legal (IML) de Salvador (BA).

 


Posteriormente, a equipe liderada pelo médico Dr. Samuel Ferreira – coordenador científico da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP) fez registros fotográficos da área que será trabalhada. Além dele, a equipe é composta por geólogos, geofísicos, arqueólogos, antropólogos, médicos legistas e outros. Em entrevista ao programa Giro de Notícias, Dr. Samuel informou que caso sejam encontrados restos mortais compatíveis com os de João Leonardo, eles serão transferidos para a Sessão de Antropologia Forense do IML de Salvador, para que ocorram as análises concretas da identificação do corpo. Ele ainda destacou que todo o processo é feito dentro dos mais rigorosos padrões científicos, éticos e humanitários. A expectativa é de que todo o processo dentro do cemitério seja finalizado até a próxima sexta-feira (1/9).

O procedimento está sendo acompanhado pela Dr. Eugênia Gonzaga – Procuradora do MPF e também presidenta da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos; Mário Rocha – irmão mais velho de João Leonardo; Celso Horta – ex-preso político e jornalista colaborador da comissão especial; Diva Santana, membro da Comissão Especial e parente de desaparecidos políticos; Wanderson Pimenta – representando o Centro Cultural João Leonardo, além de parentes dos falecidos que tem sepulturas próximas do local que será atingido.

Antes de iniciar o procedimento desta terça, a equipe esteve no cemitério público na segunda-feira (28/8) realizando uma visita técnica para delimitar uma área restrita, onde supostamente estaria enterrado o corpo de João Leonardo.
Confira todas as entrevistas realizadas pela reportagem do programa Giro de Notícias:
Fonte: Vilson Nunes / Rádio Visão FM
Share:

Caetité: Grave acidente é registrado na BR-030. Carros pegam fogo. Há vítimas fatais

Caetité Notícias


Foto: redação Caetité Notícias.
Por volta das 20:30 hs da noite desta segunda-feira(28/08) dois veículos colidiram violentamente na altura do km 15 na BR-030, entre as cidades de Caetité e Brumado.

Segundo informações colhidas pela reportagem do Caetité Notícias, um Toyota modelo RAV 4, cor branca, placa policial de Salvador, teria colidido frontalmente contra um caminhão que seguia viagem com destino ao distrito de Ibitira em Rio do Antônio. Com a colisão frontal, os dois veículos entraram em chamas. Ainda não se sabe quantas pessoas morreram neste grave acidente.

A Polícia Militar bem como o Departamento Técnico de Guanambi estão no local  a espera de um carro pipa que possa apagar o fogo e assim realizar os procedimentos de reconhecimento das vítimas fatais.

Sabe-se apenas que o motorista do caminhão chama-se Antônio Almeida e que o mesmo retornava da cidade de Guanambi com destino a Ibitira.
O site Caetité Notícias continua de plantão e a qualquer momento dará novas notícias.
Atualizado: 28/08 ás 23:08.
Informações dão conta que o motorista do caminhão e um passageiro conseguiram sair com vida do acidente. Os mesmos foram socorridos pelo SAMU 192 e levados a UPA 24 horas de Caetité com ferimentos leves.

CONFIRA VÍDEO FEITO PELO CAETITÉ NOTÍCIAS NO LOCAL:
http://www.cnbahia.com.br/portalcn5/noticia/caetite-grave-acidente-e-registrado-na-br-030-carros-pegam-fogo-ha-vitimas-fatais/4542

Share:

Procuradores participam de atividade de exumação de desparecido político

Ascom MPF-BA

Diligências para exumação de restos mortais que podem pertencer a João Leonardo da Silva Rocha vão ocorrer entre 28 e 31/8 em Palmas do Monte Alto (BA)

Na próxima semana, entre os dias 28 e 31 de agosto, a procuradora regional da República Eugênia Augusta Gonzaga e o procurador da República em Guanambi/BA Carlos Vitor de Oliveira Pires participarão de diligências para a exumação de restos mortais que podem pertencer ao desaparecido político João Leonardo da Silva Rocha, na cidade de Palmas do Monte Alto (BA).

O procurador Carlos Vitor é responsável por inquérito que apura as circunstâncias da morte do militante político e Eugênia Gonzaga é a atual presidente da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP) que, com o apoio da Secretaria Especial de Direitos Humanos, será o órgão responsável pela diligência.

A CEMDP foi instituída em 1995, como uma das primeiras e principais conquistas dos familiares de mortos e desaparecidos políticos no Brasil em sua luta por medidas de justiça de transição. Criada pela Lei nº 9.140, de 04 de dezembro de 1995, é órgão não governamental, mas com poderes de Estado, composta de forma pluralista, com sua estrutura vinculada à Secretaria Especial de Direitos Humanos, hoje Secretaria Nacional de Cidadania, do Ministério dos Direitos Humanos.

A CEMDP tem dupla função: a) proceder ao reconhecimento oficial de pessoas que foram mortas - ou restaram desaparecidas - em virtude de suas atividades políticas como vítimas de graves lesões a direitos humanos perpetradas por agentes da repressão; b) envidar esforços para a localização dos corpos dessas vítimas que não foram entregues às famílias para sepultamento.

Nesse sentido, a CEMDP está organizando a referida diligência de campo para exumar restos mortais que podem pertencer ao desaparecido politico João Leonardo da Silva Rocha.

A diligência será realizada entre os dias 28 de agosto a 1º de setembro na cidade de Palmas do Monte Alto (BA), por equipe multidisciplinar de peritos coordenada por. Samuel Ferreira, médico perito cedido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública para colaborar com os trabalhos da CEDMP.

História - O reconhecimento de João Leonardo como uma das vítimas da ditadura brasileira (1964/1985) se deu com base na Lei n. 9.140/1995. João Leonardo foi um dos militantes contrários à ditadura militar que mais se destacou no período. Em setembro de 1969, já se encontrava preso em razão de sua militância política e, com o sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, ele foi um dos 15 presos políticos libertados e enviados para o México, oficialmente banidos do país. Foi registrado nesse período o último contato de Mario Rocha Filho com seu irmão João Leonardo no hotel Del Bosque.

O então militante da MOLIPO retornou ao Brasil em 1971, sendo que o governo militar de então procedia a uma especial caçada aos militantes que, mesmo banidos, teimavam em regressar ao território nacional. João Leonardo tentou permanecer no país de maneira clandestina, estabelecendo-se numa pequena localidade rural de Pernambuco, São Vicente, distrito de Itapetim, sertão do Pajeú, quase na divisa com a Paraíba. Raspou totalmente a cabeça e era conhecido como Zé Careca. Mesmo assim, passou a desconfiar que poderia ser identificado naquele local.. Fugiu então para o interior da Bahia, onde terminou sendo localizado e morto em 4 de novembro de 1975, em um choque com agentes da Polícia Militar, no município de Palmas do Monte Alto.. Foi enterrado no cemitério do mesmo município sob o olhar da comunidade que, atônita, foi informada que ali havia sido morto um perigoso pistoleiro.

Com o passar dos anos, a população soube que ali foi morto um militante político da resistência brasileira à ditadura do período de 1964 a 1985. Dessa forma, aqueles que presenciaram o seu enterro passaram a dar informações sobre a localização de sua sepultura. Inclusive, uma das pessoas que sepultou um familiar no mesmo local relatou ter visto parte de um corpo com botas que lembravam aquelas que João Leonardo usava quando foi assassinado.

O seu caso também foi objeto de investigação pela Comissão Nacional da Verdade, instituída pela Lei no 12.528/2011, a qual, em seu relatório final (página 1802 e seguintes) recomendou “a continuidade das investigações sobre as circunstâncias do caso, para a localização de seus restos mortais”. Ela produziu um “Mapa fotográfico com a indicação da possível área de sepultamento de João Leonardo da Silva Rocha” (Arquivo CNV, 00092.003368/2014-51), o qual, após ser complementado por equipe enviada pela CEMDP neste ano de 2017 ao local, será utilizado na diligência de exumação.

De acordo com a complementação feita pela CEMDP, em colaboração com a Prefeitura local e o Ministério Público Federal em Guanambi (BA), o local foi georreferenciado, isolado, constatando-se que a área de principal interesse possui em torno de 25 (vinte e cinco) metros quadrados e abriga ao menos 05 (cinco) sepulturas.

Os familiares titulares dessas sepulturas que foram localizados pela equipe da CEMDP autorizaram a diligência, solicitando que as condições originais das sepulturas sejam restabelecidas, bem como que o fato da diligência seja ali registrado para a posteridade. A percepção da equipe técnica que teve contato com tais pessoas é a de que compreendem a importância da diligência e se orgulham de estarem colaborando para desvendar e registrar esse notável fato histórico.

A vida de João Leonardo já foi registrada em documentário feito pela TV Record, que reconstituiu o cerco e sua execução, bem com uma fala dele quando saiu da prisão, em 1969. Intelectuais interessados, como Ana Corbusier e Celso Horta, possuem vasto material sobre a pessoa e o militante João Leonardo. Celso está para lançar um livro sobre João Leonardo, o qual contará inclusive com um texto feito pelo próprio militante político, que era o esboço de uma Constituição da Humanidade. Celso Horte e o irmão de João Leonardo, Mário Rocha, também participarão da diligência, que também conta com o apoio da procuradoria da República em Vitória da Conquista/BA.

Cronograma da atividade:

- 28/08/2017: chegada da equipe à cidade de Palmas do Monte Alto, por volta de 17:00. Às 19:00 horas, a equipe, em conjunto com as autoridades locais, realizarão um ato público de abertura dos trabalhos da semana, colocando-e à disposição para sugestões e esclarecimentos de dúvidas, no auditório do Colégio Elisa Teixeira;

- 29, 30 e 31/08: realização dos trabalhos de campo, no cemitério, momento em que os técnicos e peritos trabalharão em área previamente isolada, sem acesso direto das demais pessoas, as quais devem evitar adentrar ao cemitério em grandes grupos;

- 30/08, a partir das 16:00 horas, a equipe e os procuradores receberão no cemitério, no local dos trabalhos, as autoridades, familiares e demais pessoas interessadas, momento em que poderá ser constatada a reposição das sepulturas, ou o que faltar para a sua reposição ao estado original e a CEMDP procederá à apresentação de Relatório parcial das atividades, bem como ao descerramento de placa de registro dos trabalhos.

(Com informações: Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos do Ministério dos Direitos Humanos)
 
Share:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog