7 de out. de 2022

BAHIA ECONÔMICA: JERÔNIMO CONQUISTA O APOIO DE TRÊS PARTIDOS EM UMA SEMANA

 

JERÔNIMO CONQUISTA O APOIO DE TRÊS PARTIDOS EM UMA SEMANA








BAHIA ECONÔMICA

O candidato do PT ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues, conquistou o apoio de três partidos em uma semana: Psol, Patriota e PSC.

Ontem, foi a vez do PSC, que estava com o grupo do postulante do União Brasil, ACM Neto, aderir à campanha petista. O anúncio foi feito pelo presidente do partido no estado, Heber Santana.

“É uma alegria estar aqui com o governador Rui Costa, com meu amigo e futuro vice-governador Geraldo Jr, com o próximo governador Jerônimo Rodrigues. Estar com o time que tem transformado a Bahia e nós daremos a nossa contribuição com muito amor, carinho, determinação e fé em Deus. Vamos juntos”, declarou Heber Santana.

Em nota enviada à imprensa, o PSC informou que, mesmo com o apoio a Jerônimo Rodrigues, a legenda “segue apoiando incondicionalmente a reeleição do presidente Jair Bolsonaro neste segundo turno, e que os valores que baseiam o partido, de proteção da família e princípios cristãos sempre serão defendidos”. Na eleição presidencial, Bolsonaro é adversário do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que é o principal cabo eleitoral do candidato do PT ao governo da Bahia.

Quem também anunciou apoio a Jerônimo Rodrigues nesta semana foi o Patriota, que apoiou o candidato do PL, João Roma, na disputa do primeiro turno. “A decisão (do partido) na Bahia foi unânime para realizar essa parceria tanto com Jerônimo para governador quanto com Lula para presidente”, afirma o deputado Josafá Marinho. De acordo com ele, a decisão da legenda no Estado passou pela avaliação das candidaturas no segundo turno baiano. “Estamos acreditando muito no trabalho de Jerônimo”, afirmou o parlamentar. “Ele é uma pessoa experiente, que já passou com sucesso por diversas pastas no governo e está altamente preparado para ser o novo governador do Estado.”, acrescentou.

Por fim, quem declarou apoio ao candidato petista nesta semana foi o Psol e o postulante do partido no primeiro turno, Kleber Rosa. O documento do Psol entregue à campanha petista diz que “a única opção possível para aqueles (as) que defendem a democracia” é o apoio à candidatura de Jerônimo. “Uma possível vitória de ACM Neto ao Governo da Bahia significaria entregar o Estado nas mãos daqueles que caminharam ao lado de Bolsonaro (…) e que defendem políticas regressivas e genocidas”, diz trecho do documento. 

“Quero agradecer publicamente o apoio do Psol à minha candidatura.  Nós já tínhamos o apoio do Psol ao presidente Lula e agora teremos esse apoio. Um apoio crítico, com um documento que nós iremos estudar e nos reunir, e com conteúdo (…) Vamos estabelecer as diretrizes, analisar o que iremos incorporar. Vamos entregar uma devolutiva ao partido, teremos mais uma reunião sobre os pontos que estão aqui, e iremos caminhar juntos pela vitória na Bahia e no Brasil”, explicou Jerônimo.(TB)

Foto: divulgação

Nenhum comentário: