19 de mai. de 2022

PESQUISA SOBRE OS SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS EM GUANAMBI, CAETITÉ E REGIÃO

  

                                 Sítio Arqueológico Serrote do Pageú em Guanambi.


                                     Sítio Arqueológico Moita dos Porcos em Caetité.
]

                                     Sítio Arqueológico Pedra do Índio em Guanambi.


Os sítios arqueológicos de Guanambi, Caetité e dos territórios Sertão Produtivo e do Velho Chico, além de serem provas históricas da presença do homem da pré-história, estão cercados de riquezas naturais, rios, trilhas, grutas, inscrições rupestres, artefatos líticos (de pedra lascada ou polida), esqueletos e muitos mistérios.

O papel da arqueologia é desvendar os segredos da existência de um denso povoamento na região durante o período da pré-história.

Os estudos e as pesquisas sobre a pré-história na região estão avançados e representam uma importante ação das universidades brasileiras.

As descobertas e as pesquisas realizadas atraem estudiosos do Brasil e de outros países, representando um importante acervo e atrativo para o projeto de transformar o sertão na 14ª Região de Turismo da Bahia.

Os artigos publicados pela Revista Integração do Vale do Jornalista João Martins  “O Mundo Fantástico da Toca do Índio” e “A Arqueóloga Maria Beltrão Faz Nova Descobertas na Serra Geral”; livros do Professor da UESB - Universidade Estadual do Sudoeste Bahia Joaquim Perfeito da Silva "Territórios e Ambientes da Serra de Monte Alto" e “Aldeias pré-coloniais da tradição Aratu da Serra de Monte Alto: região sudoeste da Bahia”,  o artigo publicado na Revista da Associação Brasileira de Arte Rupestre “As pinturas rupestres da Serra de Monte Alto” - Joaquim Perfeito da Silva; livro do historiador Dário Teixeira Cotrim “A Arte Rupestre na Pré-História do Médio São Francisco”; pesquisas e estudos realizados pela Codevasf (PACUERA) nas barragens do Poço do Magro e Ceraíma; recente publicação do artigo "Pinturas Rupestres no Semiárido Baiano Mapeamento Preliminar e Estado de Conservação" de autoria Carlos Magno Santos Clemente, Leonardo Ramos dos Santos e José Carlos Lélis Costa pela Universidade de Coimbra – Faculdade de Letras, Cadernos de Geografia Nº 44 – 2021; e os estudos e pesquisas realizados pela ONG PRISMA  - Proteção e Revitalização Integrada da Serra de Monte Alto representam um grande estímulo e suporte para a pesquisa do rico patrimônio arqueológico de Guanambi e região.

No dia 19 de abril de 2022, o Blog do Latinha visitou na ilustre companhia do arqueólogo Willian Pereira Leal da Fundação Aroeira da Universidade Federal do Piauí e Coordenador do Monitoramento Arqueológico do Lote 5F das obras de implementação da FIOL – Ferrovia de Integração Oeste Leste.

O objetivo dessa expedição é conhecer e catalogar todos os sítios arqueológicos da região, visando ampliar a pesquisa, a realização de escavações e estudos mais aprofundados sobre a presença do homem da pré-história na região.

Essa pesquisa teve início com as visitas aos sítios arqueológicos da Pedra do Índio em Guanambi (dia 19.04); a Moita dos Porcos em Caetité (dia 21.04); e o Serrote do Pageú em Guanambi (19.05).

A meta é a realização de um mapeamento regional e estabelecer um importante circuito arqueológico no sertão baiano.

                                     Sítio Arqueológico Pedra do Índio em Guanambi.





                                   Sítio Arqueológico Moita dos Porcos em Caetité.







                              Sítio Arqueológico Serrote do Pageú em Guanambi.


                                     Livro "O Rio São Francisco e a Chapada Diamantina - Teodoro Sampaio 1906"









Nenhum comentário: