3 de abr. de 2021

MINISTÉRIO DA INFRAESTRUTURA FECHA ACORDO COM BANCO MUNDIAL PARA ESTRUTURAR CONCESSÃO DE TRECHO DA FIOL

 

BAHIA ECONÔMICA

MINISTÉRIO DA INFRAESTRUTURA FECHA ACORDO COM BANCO MUNDIAL PARA ESTRUTURAR CONCESSÃO DE TRECHO DA FIOL

O Ministério da Infraestrutura fechou parceria com o Banco Mundial para estruturar o projeto de concessão do corredor ferroviário Leste-Oeste, que liga Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, a Ilhéus, Bahia. Os estudos de viabilidade, a serem feitos pelo Banco Mundial, abrangem a Fico (Ferrovia de Integração do Centro Oeste) e os trechos 2 e 3 da Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste), com quase 2 mil quilômetros.

O trecho 1 da Fiol, entre Caetité e Ilhéus, na Bahia, tem leilão marcado para o dia 8 de abril. O segundo trecho da ferrovia, que segue de Caetité a Barreiras, também na Bahia, está em obras pela Valec, com previsão de conclusão em 2022, segundo o ministério. O terceiro trecho da Fiol, que vai ligar Barreiras a Figueirópolis (TO) ou Mara Rosa (GO), ainda precisará de financiamento para sair do papel.

A Fico, ligando Mara Rosa (GO) e Água Boa (MT), vai ser construída pela Vale como contrapartida da renovação da Estrada de Ferro Vitória-Minas. O projeto do segundo trecho da Fico está sendo preparado, com previsão de conectar Água Boa (MT) e Lucas do Rio Verde (MT). Ainda segundo o ministério, os termos de referência para o estudo de viabilidade técnica estão sendo costurados entre a EPL (Empresa de Planejamento e Logística), vinculada à pasta, e a IFC, braço do Banco Mundial.

Foto: divulgação

Nenhum comentário: