Fazendários param Sefaz-BA e preparam novas paralisações para novembro


Os fazendários do Estado paralisaram atividades nesta quinta (26) em todo Estado. A categoria cruzou os braços em todos os postos fiscais e pontos de atendimento da Secretaria nos SACs da capital e interior, além das inspetorias em diversas cidades. Servidores que trabalham nas volantes e na malha fiscal também suspenderam o serviço. O movimento é parte de um calendário de mobilização que visa pressionar o governo a negociar a pauta de reivindicações.

Além de suspender atividades, os servidores do Fisco do Estado realizaram uma assembleia em frente ao Prédio-Sede da Secretaria, no Centro Administrativo, em Salvador. Foi deliberada a continuidade das paralisações em novembro nas três regionais da Sefaz (DAT Sul, DAT Norte e DAT Metro), só que agora por 48 horas. Também foi aprovado um fundo de greve que visa ressarcir possíveis prejuízos dos fazendários que por ventura tiverem o ponto cortado pelo governo, conforme ameaçou o secretário da Fazenda, Manoel Vitório.

Os fazendários estão em estado de mobilização desde o início de outubro. Nos dias 2 e 3 as paralisações ocorreram nas regiões Sul, Extremo Sul, Sudoeste e Oeste da Bahia. Em 9 e 10 pararam unidades da Sefaz em 13 cidades da região Norte. Dias 17 e 18 ficados parados as unidades localizadas em Salvador e Região Metropolitana. Nesta quinta (26), o movimento foi em todo o estado.

Os fazendários reivindicam de forma imediata a reabertura de negociações, a convocação de concurso público para todos os cargos da Sefaz, mudança na GDF dos técnicos administrativos, aumento do valor do ponto da gratificação do grupo Fisco (Auditores e Agentes de tributos) e da indenização de transporte, congelada há 10 anos.







Moacy Neves
MTB 1736 DRT-BA
Share:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Arquivo do blog