7 de jul de 2017

VAZAMENTOS SÃO CORRIQUEIROS EM TRIBUNAIS, AFIRMA ELIANA CALMON


BAHIA ECONÔMICA
 
Conhecida por combater os “bandidos de toga”, a ex-ministra Eliana Calmon recebeu com surpresa as ações da Operação “Vortigern”, realizada nesta sexta-feira (7), no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Durante as incursões, a PF investigou o vazamento de informações sob sigilo no TJ-BA. Um dos alvos seria o desembargador Olegário Monção Caldas.

“Vazamento é coisa corriqueira. Novidade nenhuma aí. Aliás, vazamento é uma das menores coisas. Eu apoio a investigação e venho falando há muito tempo que se precisa dar uma corrigida no Judiciário. O Legislativo já foi, o Executivo e agora o Judiciário”, comentou, em entrevista ao bahia.ba.

A ex-ministra disse ter a sensação ainda de que grandes operações, como a Lava Jato, acabaram “desviando” o foco da fiscalização do Judiciário. “O Judiciário está fazendo e acontecendo”, sugeriu. Responsável por determinar as investigações, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Og Fernandes, foi elogiado por Eliana. “Homem muito sério, discreto. Não é de ‘oba-oba’, não fica dando entrevista e tem larga experiência na área penal”, elencou.