LÍDICE APRESENTA VOTO EM SEPARADO CONTRA REFORMA TRABALHISTA


BAHIA ECONÔMICA


O senador Paulo Paim (PT-RS) fez a leitura de voto em separado, que defende a rejeição da proposta de reforma trabalhista (PLC 38/2017), na abertura da reunião da Comissão Assuntos Econômicos (CAE), nesta terça-feira (6), no Senado. Parlamentares da oposição apresentaram três votos em separado contra a reforma, que serão lidos na comissão. Na reunião, deve ser votado a relatório de Ricardo Ferraço (PSDB-ES), favorável ao texto da proposta de reforma trabalhista.

O voto em separado de Paim para a reforma trabalhista é assinado por outros parlamentares da oposição. Para o senador, a reforma proposta pelo Executivo, e alterada pelos deputados, “favorece ao mau empregador, ao empregador que deliberadamente sonega os direitos de seus empregados". Os outros dois votos em separado foram apresentados pelas senadoras Lídice da Mata (PSB-BA) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

Lídice argumenta que a reforma retira diretos dos trabalhadores e desequilibra as relações de trabalho. Ela disse que o texto não passou por amplo debate com a sociedade. Vanessa Grazziotin afirmou concluir que a reforma “atende unicamente aos interesses dos empregadores”, além de “retirar ou minimizar direitos”. O parecer do relator Ricardo Ferraço, que deve ser votado nesta terça é favorável à reforma e não faz alterações no texto aprovado pela Câmara dos Deputados.
Share:

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog