21 de jun de 2017

FUNARO DIZ QUE TEMER O MANDOU PAGAR PROPINA A MOREIRA E GEDDEL


Em depoimento à Polícia Federal, o corretor financeiro Lúcio Funaro afirmou que recebeu orientação de Michel Temer para arrecadar propina em operações no FI-FGTS; Funaro disse que pagou uma "comissão" ao ministro Moreira Franco, um dos principais aliados de Temer; doleiro revelou também que pagou, em espécie, R$ 20 milhões para o ex-ministro Geddel Vieira Lima, em "comissões" por liberações de crédito a empresas do grupo J&F; Geddel era então vice-presidente de pessoa jurídica da Caixa Econômica e o grupo J&F, segundo Funaro, "tinha interesse em obter linhas de créditos junto a esta instituição". 247 BRASIL