14 de jun de 2017

EX-PGR E JURISTAS PEDEM IMPEACHMENT DE GILMAR


O ex-procurador-geral da República Claudio Fonteles, acompanhado de um grupo de juristas e professores, protocolou nesta quarta-feira 14, na Secretaria-Geral do Senado, um pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes; o documento acusa o magistrado de suposta prática de crime de responsabilidade e pede que ele fique inabilitado por oito anos para o exercício de função pública; entre os motivos, está o fato de ele não ter se declarado impedido em processos que tinham a atuação do escritório de advocacia de sua esposa, ou quando tinha relação de amizade com uma das partes; além disso, aponta "atividades político-partidárias" praticadas por ele ao participar de articulações para persuadir parlamentares a votarem de determinada forma, como no caso em que foi gravado em conversa com o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG). 247 BRASIL