27 de mar de 2017

Visitação ao Parque Estadual da Serra dos Montes Altos – Cachoeira da Mandiroba

Ontem (22), a TV LATINHA acompanhou a visitação de diversos grupos ao Parque Estadual da Serra dos Montes Altos em um dos principais atrativos que é a Cachoeira da Mandiroba.

Tivemos a visita de grupos de familiares, motoqueiros de diversos municípios, grupo da Serra organizado pelo amigo Serralheiro. Os diversos grupos subiram por trilhas de carro (Candiba) e a pé pela trilha do Pico de Tabatinga e a Pedra D’Anta no distrito de Mutãs.

Que conheceu a cachoeira pela primeira vez ficou encantado com as belezas do nosso sertão: nascentes, quedas d’água, piscinas naturais, flora diversifica e um momento de descanso no dia de domingo.
Tivemos uma visita ilustre do Vice-Prefeito de Guanambi, Hugo Costa, que pode presenciar as belezas da serra e defender a necessidade de preservação e de investimento no potencial de ecoturismo para a região.


ECOTURISMO – No domingo (26) o parque teve uma visitação de mais de cem pessoas o que mostra o potencial de ecoturismo. São diversos atrativos que podem proporcionar lazer e descanso para a população regional e atrair turistas de outras cidades e de outros estados.

O PARQUE – A criação do parque estadual tem como objetivo a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância biológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e atividades de educação ambiental, lazer e turismo ecológico.

Também é área de refúgio de vida silvestre e de proteção de ambientes naturais que assegura condições para a existência ou reprodução de espécies ou comunidades da flora local e da fauna residente ou migratória.

Os municípios de Palmas de Monte Alto, Sebastião Laranjeiras, Candiba, Guanambi, Pindaí e Urandi abrigam uma unidade de conservação estadual com um grande potencial turístico da Bahia: o Parque Estadual da Serra dos Montes Altos. São 90 mil hectares de extensão contendo em seu interior 148 nascentes, cachoeiras (Mandiroba, Brucunum, Poço Azul, Poço do Buracão e Cotandiba), Caminho das Águas com diversas piscinas cristalinas, vales e uma vegetação que reúne o Cerrado e a Caatinga, com espécies únicas de fauna e flora, algumas ainda desconhecidas da ciência. Também abrigam um sítio arqueológico que envolve a Casa de Pedra, o Alinhamento, morro com diversos painéis com inscrições rupestres, Toca dos Tapuais, entre outros atrativos.

O parque precisa contar com estrutura para recepção, orientação e deslocamento dos visitantes até as trilhas e atrativos.


A visita ao local é um aprendizado, segundo o ambientalista Segundinho. "Vale a pena conhecer uma das cachoeiras mais bonitas da serra – Cachoeira da Mandiroba. É a oportunidade de ter o contato direto com a natureza em companhia da família e amigos. Um programa fantástico", diz ele.

É importante que os visitantes levem sacos plásticos para recolherem o lixo e preservar a serra.