24 de mar de 2017

SEIS CENTRAIS SINDICAIS SE UNEM E ANUNCIAM GREVE CONTRA A LEI DA TERCEIRIZAÇÃO

BAHIA ECONÔMICA
24/03 - 17:20hs -

A aprovação da lei da terceirização uniu as seis principais centrais sindicais do País que, juntas, preparam manifestações e uma greve geral contra a medida. Em oposição, entidades patronais receberam com entusiasmo o resultado da votação, defendendo que a medida trará segurança jurídica para empresas e para os trabalhadores, além de incentivar a criação de postos de trabalho.

De acordo com os representantes dos trabalhadores, a data da paralisação será decidida na segunda-feira, dia 27, e deve ocorrer no fim de abril. O Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo já realiza protestos a partir desta sexta-feira, 24.

Em nota assinada na quinta-feira, 23, pelos presidentes da CUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST e CSB, após reunião em São Paulo, as centrais afirmam que "a terceirização aprovada condena o trabalhador à escravidão". Segundo o texto, o governo Temer e o Congresso atendem só a interesses da classe empresarial. "O trabalhador ganhará menos, trabalhará mais e ficará exposto a acidentes de trabalho." (Estadão)