13 de mar de 2017

Flamengo de Guanambi acusa treinador do Jacuipense de racismo a jogador camaronês


BAHIA NOTÍCIAS

por Edimário Duplat
Flamengo de Guanambi acusa treinador do Jacuipense de racismo a jogador camaronês
Foto: Divulgação

O triunfo do Jacuipense perante o Flamengo do Guanambi por 2 a 1, em partida realizada no último domingo (12) em Riachão do Jacuípe, foi marcada por um fato lamentável. De acordo com relatos de atletas e dirigentes do Beija-Flor do Sertão, o treinador da equipe adversária, Clebson Beleza, proferiu palavras de teor racista ao volante camaronês Koffi, que integra o elenco do time rubro-negro. “O treinador do Jacuipense chamou o nosso jogador de ‘macaco preto’. Isso é um fato inaceitável e temos que combater essa discriminação”, afirmou o diretor de futebol do Fla, Armando Filho, em entrevista ao Bahia Notícias, no qual também informou que o atleta prestou queixa na delegacia. Procurado pela equipe do Bahia Notícias, Clebson Beleza não retornou contato. Entretanto, através de suas mídias sociais, o treinador do Leão do Sisal se defendeu das acusações. “Invejosos e frustrados, jamais teria a infelicidade de racismo com alguém, imagina com um atleta. Estou sendo acusado por um diretor da equipe do Guanambi de um ato que jamais faria. Deus sabe de todas as coisas. Infelizmente futebol está assim, pessoas frustradas. Todos que estavam ao meu redor viram o que aconteceu e como aconteceu”, concluiu.