11 de out de 2016

POR 366 VOTOS A 111, TEMER CONGELA GASTOS PÚBLICOS POR 20 ANOS



Com forte resistência da oposição e de movimentos sociais, que chamou a PEC 241 de "PEC da morte", a base do governo Temer aprovou com facilidade, por 366 votos contra 111 e 2 abstenções, a proposta de emenda à constituição que congela por 20 anos os gastos públicos do País; "Vimos aqui um festival de cinismo", lamentou a deputada Erika Kokay (PT-DF), rebatendo o discurso dos governistas que negaram que o projeto reduzirá investimentos em saúde e educação; "A morte acaba de adentrar à Constituição brasileira", acrescentou. 247 BRASIL