25 de out de 2016

PÂNICO EM BRASÍLIA: MARCELO E MAIS DE 50 DA ODEBRECHT FECHAM DELAÇÃO


Após oito meses de negociação, Marcelo Odebrecht e mais 50 executivos da empresa fecharam seu esperado acordo de delação premiada com a Lava Jato; será a maior delação já feita no Brasil; quem viu o documento diz que as acusações atingem 'de forma democrática’ líderes de todos os grandes partidos que estão no governo ou na oposição; do governo, foram citados Michel Temer, Eliseu Padilha, José Serra e Geddel Vieira Lima; como há muitos delatores, a investigação deve ouvi-los de acordo com a hierarquia na escala da propina; acredita-se que, com o novo conteúdo, outros delatores, como Otávio Azevedo, da Andrade Gutierrez, serão chamados para novos depoimentos para explicar casos de corrupção deliberadamente omitidos em suas delações, que envolvem o PSDB; ao que tudo indica, pouca coisa sobrará do atual sistema político brasileiro. 247 BRASIL