MOREIRA FRANCO PEGOU R$ 3 MI EM PROPINAS, DIZ EXECUTIVO DA ODEBRECHT

BAHIA ECONÔMICA

O executivo Claudio Melo Filho, ligado à empreiteira Odebrecht, afirmou à Procuradoria-Geral da República que o ex-ministro Moreira Franco (Secretaria de Aviação Civil/Governo Dilma) recebeu R$ 3 milhões em propina em 2014.

Em troca, Moreira Franco teria cancelado plano para construção de um terceiro aeroporto internacional de São Paulo, no município de Caieiras, próximo a Guarulhos. As informações foram publicadas pela revista Veja.

Hoje ocupando cargo estratégico no governo Michel Temer, como secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Moreira Franco negou a propina. Em nota divulgada por sua assessoria, Moreira Franco – ex-governador do Rio (1987/1991) e ex-deputado federal por três mandatos (PMDB) – classificou a denúncia do executivo de ‘mentira afrontosa’.

Segundo a revista, Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, afirmou aos procuradores da República da força-tarefa que atua perante o Supremo Tribunal Federal, que os R$ 3 milhões supostamente exigidos pelo então ministro de Dilma eram mesmo propina e não uma doação eleitoral. As informações são do Estadão.

Share:
Postar um comentário

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog