12 de ago de 2016

Rui defende que Rio São Francisco precisa de ‘sobrevivência autônoma’

Quinta, 11 de Agosto de 2016 - 21:20

BAHIA NOTÍCIAS

Rui defende que Rio São Francisco precisa de ‘sobrevivência autônoma’
Foto: Camila Peres / GOVBA

O governador Rui Costa retornou a Brasília para discutir sobre a situação do Rio São Francisco. A explanação aconteceu durante o evento ‘Diálogo Público: Revitalização do São Francisco’, promovido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), nesta quinta-feira (11), na sede do órgão. “Ou construímos uma governança que envolva poder público, sociedade civil, produtores, proprietários de terra, ou vamos viver dos 'soluços' de investimentos federais que, por mais importantes que sejam, não asseguram de fato a preservação das águas do Velho Chico, condenando-o a um fim rápido”, previu o governador da Bahia. Além do alerta, Rui sugeriu alternativas. De acordo com ele, a principal ideia é que parte do lucro que os usos da água proporcionam seja devolvida ao rio em ações de revitalização e manutenção. “Quando se fala em recuperação, é preciso garantir uma ação transversal. Precisamos desassorear o rio e prevenir para que não volte a ser assoreado”, pontuou. Outra sugestão é estruturar um novo marco legal que torne a bacia hidrográfica do Velho Chico sustentável, o que depende do poder Legislativo nacional. Rui disse ainda que não basta fiscalizar: “Este não pode ser o motor e modelo do desenvolvimento. Que possamos pactuar um modelo de governança para o São Francisco”.