11 de ago de 2016

LULA DIZ A PT QUE É PRECISO SE PREPARAR PARA SER OPOSIÇÃO

1/08 - 07h10m
BAHIA ECONÔMICA
 

 
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem a deputados e senadores do PT, em Brasília, que o partido precisa se preparar para voltar a ser oposição. Em reunião fechada, Lula avaliou que a chance de a presidente afastada Dilma Rousseff voltar ao cargo é remota, mesmo porque falta a ela uma "ofensiva mais contundente" para reverter o processo de impeachment. "Ele disse que, depois de quase 14 anos, o PT precisa se preparar para ser oposição", afirmou o governador do Piauí, Wellington Dias. Segundo o governador, Lula está pensando no futuro do PT e pediu para todos defenderem o legado do partido.

O ex-presidente afirmou ainda que a carta aos senadores, a ser divulgada por Dilma na próxima semana, não resolve o problema. Na avaliação de petistas, a presidente afastada está demorando a divulgar o documento, que, a partir de agora, tende a ter pouco efeito. "Lula não acha que essa carta seja fundamental. O que é importante é a ação pessoal dela, a conversa com os senadores, a demonstração de compromisso com o Brasil", disse o deputado Vicente Candido (PT-SP).

Ex-líder do governo Dilma no Senado, Humberto Costa (PE) defendeu durante a reunião que a presidente afastada se aproxime mais dos parlamentares para tentar reverter alguns votos do impeachment. Para os petistas, Dilma deveria dialogar mais e ser mais afetuosa. Costa disse ainda que a bancada do PT no Senado tem conversado com um grupo de dez senadores "decisivos" que sinalizaram que podem mudar de voto no julgamento final. Considerando o último resultado, eles precisariam que pelo menos sete senadores mudassem de posição.(A Tarde/esp)