GUANAMBI QUER MAIS INVESTIMENTO NO SER HUMANO


“A gente quer comida, diversão e arte”.
MANCHETES DOS JORNAIS E DAS REDES SOCIAIS SOBRE GUANAMBI
Em Guanambi, no sudoeste baiano, uma festa terminou com quase 100 menores...
DESABAFO DE UM JOVEM
‘’O Gestor do Sistema Municipal de Políticas Públicas de Juventude, Diego Emerson, comentou o caso em uma rede social. “Todos identificamos que há um problema social, com o tráfico, com opções de lazer de qualidade para a juventude e diversos outros que engendram o ocorrido hoje. O que me revolta é que não há uma mobilização social pra resolver o problema. Ninguém quer sentar e debater política pública de juventude, ninguém quer pensar em educação política, ou como contribuir pra que isso seja algo positivo”, escreveu ele’’.

O jovem DIEGO tem razão e expressa a sua revolta dizendo ‘’Ninguém quer sentar e debater política pública de juventude’’.  O Poder Público precisa investir menos em cimento e mais nos seres humanos.

A juventude busca expressar as suas manifestações de insatisfação mobilizando contra a venda do prédio da biblioteca pública, contra a revogação do Decreto de implantação do Parque Estadual da Serra de Montes Altos, contra a Taxa de 80% do Esgoto, pela restauração do Casarão dos Barros, etc. Reivindicam nas redes sociais mais investimentos na cultura, no lazer e no esporte.

O Poder Público precisa refletir sobre o crescimento da violência e das drogas na juventude de Guanambi. Uma cidade com 90 mil habitantes e com uma grande arrecadação financeira e com receita própria não pode dar o luxo de investir somente em cimento. Os marginais se organizam nos bairros, colégios, escolas e em todas as áreas da cidade visando cooptar os jovens para o mundo das drogas e da violência.

Participei de uma geração de jovens que na adolescência se preocupava com a leitura, a cultura, o esporte e o lazer. A nossa energia de jovem era voltada para o teatro, a mobilização social e cultural, debates sobre os problemas de saúde e educação, organização dos grêmios livres nas escolas, criação do CEG (Centro Estudantil de Guanambi) e da REG (Residência dos Estudantes de Guanambi), organização do São João tradicional, etc.

Crescemos com sonhos, lutas e labutas e temos orgulho de termos construído uma cidade com muita estrutura e com mais qualidade de vida. Guanambi é uma cidade de médio porte e com grandes arrecadações financeiras.

Nossa atuação na Câmara de Vereadores teve como meta e mensagem a construção de uma cidade mais humana, voltada para o desenvolvimento cultural e social da nossa juventude. Fomos uma voz na defesa da educação, saúde, meio ambiente, cultural. Esporte e lazer.

Veja abaixo vários projetos de interesse da juventude e da sociedade de nossa autoria. Alguns transformaram em ações concretas e outros viraram Leis e Projetos, outros ficaram nas gavetas do Poder Local.

















O PODER PÚBLICO, A SOCIEDADE E AS FAMÍLIAS PRECISAM REFLETIR SOBRE QUAL O FUTURO DOS NOSSOS JOVENS. O FUTURO DA JUVENTUDE DE GUANAMBI ESTÁ NOS INVESTIMENTOS SOCIAIS E CULTURAIS. QUEREMOS MAIS EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, SAÚDE, CULTURA, ESPORTE E LAZER E MENOS CIMENTO. QUEREMOS MAIS QUADRAS ESPORTIVAS, ÁREAS DE LAZER NOS BAIRROS POPULARES, MAIS ÁRVORES E LAGOAS, BIBLIOTECA PÚBLICA, TEATROS, CULTURA POPULAR, MÚSICA, ETC.  
Share:
Postar um comentário

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog