Visita ao Terreiro Roxo Mucumbe em Guanambi


No dia 28, a Diretora da Direc-30, Helena Amaral; Vereador José Carlos Lélis (Latinha); e a Coordenadora da Direc-30, Dona Dete, visitaram a sede do Terreiro de Ogum, que é presidido pelo Babalorixá Wilson de Ogum. O objetivo da visita foi conhecer o trabalho religioso, cultural e assistencial do terreiro e articular a sua participação no evento de comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra, que será realizado no dia 20 de Novembro, no Centro Cultural de Guanambi, sob a coordenação da Direc-30.

Os visitantes conheceram o trabalho social do terreiro que realiza diversas atividades sociais, culturais e religiosas.


O TERREIRO DE ACHÉ ILÊ CICÔNGO ROXO MUCUMBE DE H’ANZANBI é uma instituição sem fins lucrativos, com caráter religioso, cultural e assistencial, constituída por números ilimitados de sócios, pessoas físicas, sem distinção de raça, cor, sexo, nacionalidade, classe social, concepção política, filosófica ou religiosa e tem como missão buscar alternativas e fomentar um desenvolvimento comunitário, visando organizar de forma participativa e sustentável em todos os aspectos para a população do bairro Lagoinha e adjacências, fundado em 01 de janeiro de 1996, pelos adeptos do candomblé com a finalidade da prática do espiritismo, como religião, doutrina e caridade e pelo exercício pleno da solidariedade ao próximo, assistência social extensiva a classe mais necessitada, desenvolvimento Afro Cultural e recreativo.

A área de atuação estar localizada no bairro Lagoinha – Guanambi - Bahia, abrangendo também os bairros circunvizinhos (Monte Pascoal, Lajedão, Marabá, Santana Luzia, São Sebastião, etc.) A atuação da entidade envolve também prática da cidadania através do saber fazer, envolvendo a população de forma direta nos processos de construção, através de diversas ações: geração de renda, artesanatos, horta comunitária, cultura local, dança, capoeira, meio-ambiente e educação.


O Vereador Latinha enviará para a Câmara Municipal de Guanambi um Projeto de Lei que legaliza o terreiro como entidade pública municipal, consolidando o processo legal da entidade que já é reconhecida nacionalmente como patrimônio cultural afro-brasileiro, através da Fundação Cultural Palmares e Ministério da Cultural e pela Assembléia Legislativa do Estado da Bahia. Também se comprometeu a elaborar projetos de apoio aos trabalhos sociais e culturais da entidade.

A iniciativa de comemorar o Dia Nacional da Consciência Negra da Direc-30 é pioneira na cidade e visa à organização da comunidade negra em Guanambi. O objetivo do evento é contribuir com a organização de uma entidade de união dos negros e elaborar estratégias para a melhoria da qualidade de vida da população afro-descendentes de Guanambi.


Share:

Nenhum comentário:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Arquivo do blog