12 de set. de 2022

PT NACIONAL: Lula: “Eu quero o povo ‘armado’ de livro, sabedoria e cultura”

 


 a (SP). Foto: Ricardo Stuckert





Lula pelo Brasil em Taboão da Serra (SP). Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a retomada do Estatuto do Desarmamento e pediu o fim da violência no país. “Eu quero o povo armado de livro, de sabedoria, de conhecimento e cultura”, disse ele, durante ato em Taboão da Serra (SP), neste sábado (10/09). O ato teve a participação do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e dos candidatos ao senado e ao governo, Márcio França e Fernando Haddad.

“No tempo que eu era presidente nós recolhemos e destruímos 620 mil armas. E o Bolsonaro está vendendo arma para quem? Para o crime organizado. Agora eles podem comprar porque o ‘Bozo’ disse que pode comprar. Ele quer o povo armado. Eu não quero o povo armado, eu quero o povo armado de livro, de sabedoria, de conhecimento e cultura”, declarou o ex-presidente.

Lula também criticou o clima bélico que Bolsonaro trouxe para as eleições de 2022 e lamentou o brutal assassinato, no interior do Mato Grosso do Sul, de mais um eleitor petista, desta vez pelas mãos do bolsonarista Rafael Oliveira, 24, que confessou para a polícia ter matado por divergências políticas. No início de julho, um crime parecido ocorreu em Foz do Iguaçu, no Paraná, quando um petista morreu após ser baleado na sua própria festa de aniversário pelo bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho, de 38 anos.

Nenhum comentário: