12 de ago. de 2022

Estado da Bahia investe em saúde, educação e infraestrutura para o desenvolvimento de Guanambi e toda a região sudoeste

 

HGR Maternidade Pedro Moraes/GOVBA


A região sudoeste tem sido contemplada com investimentos em saúde, infraestrutura, desenvolvimento rural, segurança hídrica, educação e outros setores que contribuem com o crescimento econômico dos municípios. Na segunda-feira (15), o Estado da Bahia vai inaugurar a maternidade e o Centro de Parto Natural (CPN) do Hospital Regional de Guanambi (HRG), que representam um investimento de R$ 9,9 milhões e se juntam a outras entregas, como a Policlínica Regional do Alto Sertão, inaugurada em novembro de 2017, que atende a 19 municípios consorciados com 18 especialidades médicas diferentes. Somados aos demais serviços realizados no HRG e no Núcleo Regional de Saúde, os recursos aplicados por meio da Secretaria da Saúde (Sesab) totalizam R$ 22,7 milhões.

                                        Policlínica de Saúde Guanambi. Foto: Paula Fróes/GOVBA

Infraestrutura


Recuperação BA-612. Foto Alberto Coutinho/GOVBA


De 2015 a agosto de 2022, a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) concluiu obras em mais de 700 quilômetros de rodovias no sudoeste baiano, totalizando investimento de R$ 170,8 milhões. Ainda estão em andamento serviços de recuperação e pavimentação em 163 quilômetros, no valor de R$ 13,4 milhões. Trechos em licitação completam o trabalho realizado na revitalização da malha rodoviária da região em mais 211 quilômetros, somando outros R$ 231,5 milhões em recursos investidos.  

Entre as rodovias concluídas em 2021 está a BA-612, no trecho do entroncamento da BR-030 ao acesso ao Distrito de Mutans, em Guanambi. Foram mais de 10 quilômetros recuperados com investimento de R$ 3,5 milhões. Encontra-se com licitação em andamento a pavimentação de 16 quilômetros da BA-612, entre Candiba e o distrito de Mutans. A abertura dos envelopes está prevista para ocorrer ainda neste mês de agosto. 

Em infraestrutura de aeroportos, o terminal de Vitória da Conquista entrou em operação no final de 2019 com um total de oito voos semanais para Confins (MG), Salvador e Guarulhos (SP). Batizado de Glauber Rocha, o aeroporto recebeu estação meteorológica, sinalização vertical, ampliação do terminal de passageiros e recuperação da pista de pouso e decolagem. Foram aplicados recursos da ordem de R$ 105 milhões, incluindo verbas do governo federal e do Estado da Bahia. 


Abastecimento de água


Adutora do Algodão. Foto: Pedro Moraes/GOVBA

Nesta microrregião, a Secretaria de Infraestrutura Hídrica (Sihs), por meio da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), atua em 19 dos 23 municípios. A extensa infraestrutura para trazer água para a região de Guanambi foi entregue pela Embasa, em 2012, com a 1ª etapa do Sistema Adutor do Algodão, que capta água do São Francisco em Malhada, abastece o próprio município, Iuiu, Palmas de Monte Alto, Candiba, Pindaí, Matina e Guanambi, além de localidades situadas próximas ao sistema adutor. O investimento foi de R$130 milhões. 

A 2ª etapa do Sistema Adutor do Algodão com a integração do SAA de Caetité para atender as sedes de Caetité, Lagoa Real e as localidades de Maniaçu, Morrinhos, Lagoa de Dentro e Lagoa de Fora (Caetité) e Ibitira (Rio do Antônio) (Codevasf/PAC e Próprios) reuniu investimentos de R$ 32,3 milhões. A complementação da 2ª etapa atendeu a sede de Lagoa Real e a localidade de Ibitira, em Rio do Antônio (Codevasf/PAC e Próprios), no valor de R$ 27,7 milhões.


Educação


Entre 2019 e 2021, a região sudoeste recebeu uma nova escola estadual, duas ampliações e possui seis novas unidades com obras em andamento, além de três ampliações, duas reformas, sete modernizações, a construção de um complexo esportivo e três quadras. O investimento aplicado é superior a R$ 203 milhões e inclui também uma nova escola que está em fase de licitação. Além disso, o Estado da Bahia tem feito convênios com os municípios para a construção de creches e escolas, aquisição de equipamentos e mobiliários, além de anexos e quadras poliesportivas que somam R$ 62,5 milhões.

Vitória da Conquista tem ainda a população alcançada por programas como Dignidade Menstrual, Vale-Alimentação Estudantil, Mais Estudo, Programa Retorno Escolar Seguro, Mais Presença, Primeiro Emprego, entre outros. Juntas, as ações que promovem benefícios dentro e fora da sala de aula, representam um investimento de R$ 32,7 milhões. 

Repórter: Lina Magalí

Nenhum comentário: