11 de ago. de 2022

APLB FAZ PRESSÃO NA SEC E GOVERNO DIZ QUE VAI CHAMAR O SINDICATO PARA DISCUTIR O PAGAMENTO DOS PRECATÓRIOS DO FUNDEF

 

Fotos: Getúlio Lefundes e Ruth Helena


Faça chuva ou faça sol, a luta da APLB-Sindicato em defesa da categoria é intensa e atuante! Na manhã desta quarta-feira (10/08), os trabalhadores e trabalhadoras em Educação da rede estadual de ensino atenderam à convocação da APLB e compareceram em peso na manifestação pelo pagamento dos precatórios do FUNDEF, em frente à Secretaria Estadual de Educação. A pressão do sindicato obteve retorno do governo, que prometeu chamar a APLB, ainda esta semana, para discutir um projeto de lei para a execução do repasse. A entidade defende o repasse dos valores aos educadores com juros e sem descontos de impostos. A APLB cobrou também o pagamento da GEAP, gratificação de aprimoramento para servidores do estado e vai levar o assunto para a mesa de discussão. 

Com faixas, cartazes e palavras de ordem, educadores da capital e do interior repetiam palavras de ordem como: Governador, pague o meu precatório já! 

“Consideramos que este ato foi vitorioso. A APLB, acertadamente, convocou os trabalhadores e trabalhadoras para virem à porta da SEC reivindicar um direito nosso. Queremos que o governo nos diga como, quando e quanto cada trabalhador receberá”, disse a coordenadora em exercício da APLB, Marilene Betros.

A APLB-Sindicato espera com isso sensibilizar o governo do estado para que cumpra o que prometeu, agilizando assim, o mais rápido possível, o pagamento dos recursos. Dos quase R$ 4 bilhões que já foram depositados na conta do estado (primeira parcela), 60%, por direito, serão destinados aos educadores.






 


Nenhum comentário: