7 de abr. de 2022

Conferência estadual reúne mil educadores, estudantes e gestores educacionais

 

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Mais de mil pessoas, entre educadores, estudantes e representantes indígenas e quilombolas, participaram da abertura da 4ª Conferência Estadual de Educação da Bahia (COEED), no Centro de Convenções do Hotel Fiesta, em Salvador, nesta quinta-feira (7). Com o tema ‘Em defesa da democracia, da diversidade e da educação pública com participação popular’, o objetivo do evento é consolidar o diálogo e a participação social na definição das políticas educacionais, debatendo os principais desafios e os novos caminhos para desenvolver o sistema educacional.

De acordo com o secretário da Educação em exercício, Danilo Souza, reunir diferentes grupos para discutir a educação permite pensar uma sociedade mais justa e democrática. “Ao longo da conferência, que segue até sexta-feira [8], os participantes farão propostas sobre políticas para formação de professores, expansão da escolaridade do povo baiano, a construção de políticas de educação integral, assim como o seu financiamento. Então, é uma conferência que ouve de maneira muito crítica e abrangente todos os atores da educação do Estado, dando espaço para a diversidade em questões culturais, étnicas e raciais que marcam os 417 municípios baianos”, explicou.

                                                                      Foto: Elói Corrêa/GOVBA


Para a professora Jesuína Tupinambá, vice-diretora do Colégio Estadual Indígena Tupinambá de Olivença, na região de Ilhéus, incluir as comunidades indígenas e quilombolas na construção da política é uma ferramenta de combate aos preconceitos. “O debate com diferentes realidades possibilita e fomenta um reconhecimento educacional voltado para atender todas as diferenças e todas as adversidades que a gente tem dentro do nosso território baiano e de nossas escolas”, afirmou.

A COEED é desenvolvida pelo Fórum Estadual de Educação (FNE), sediado na Secretaria da Educação (SEC), em parceria com o Fórum Estadual de Educação (FEEBA), para dar espaço às discussões realizadas nas conferências municipais, que trataram de questões relacionadas ao sistema municipal de educação, com o intuito de conduzir as temáticas de cada debate para o âmbito estadual.

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Discussões

Para o segundo dia de atividades, na sexta-feira (8), também estão previstas mesas de discussões por eixos temáticos e documentos da COEED, que abordarão, dentre outras questões, o Plano Nacional de Educação (PNE); as políticas setoriais e direito à educação; Educação, direitos humanos e diversidade; valorização dos profissionais da Educação; e gestão democrática e financiamento da educação.

Repórter: Tácio Santos

Nenhum comentário: