23 de fev. de 2022

Consórcio de Produtores ProdCaju articula com SEAGRI e SDR aquisição de mudas

 


"Representantes do Consórcio de Produtores ProdCaju são recebidos para a realização de audiências na SEAGRI e SDR, onde articularam a aquisição de mudas que serão implantadas nos territórios do Sertão Produtivo e Velho Chico no processo de introdução da Cajucultura na região"

Na manhã e tarde da última terça-feira, 22 de fevereiro de 2022, os representantes do Consórcio de Produtores ProdCaju, Adilson Santos e Eldir Pereira, estiveram em Salvador para audiências na Assembleia Legislativa, SEAGRI e SDR. As reuniões tiveram como objetivo conseguir articular a aquisição das mudas de cajueiro para o desenvolvimento do Projeto ProdCaju, especificamente, para a implementação do viveiro (jardim clonal) e dos Pomares Espelhos nos municípios onde o Consórcio atua.

Na ALBA, os representantes do consórcio reuniram-se com Fidel Marx Paracampos, presidente da FAFER - BAHIA, com quem articularam ações importantes para o território do Sertão Produtivo, prospectando a oferta de diversos serviços para os produtores rurais da agricultura familiar com o apoio da FAFER.

Com o apoio e presença do Dep. Angelo Almeida os representantes do Consórcio de Produtores ProdCaju reuniram-se com o Secretário da SEAGRI, João Carlos Oliveira da Silva, os superintendentes Claudemir Nonato de Santana e Adriano Bouzas, além de Tarcísio Branco. Nessa reunião a SEAGRI se colocou a disposição para ajudar na aquisição das mudas, sendo discutidas as possibilidades legais de realizar esse processo.

Na SDR a reunião teve a participação do Dep. Angelo Almeida do representante da SEAGRI Jeandro Ribeiro e os representantes do Consórcio ProdCaju, em uma reunião com foco no encontro de uma melhor maneira de proporcionar a aquisição das mudas para o consórcio, com a orientação de Jeandro Ribeiro buscou-se complementar o montante de mudas ofertado pela SEAGRI e garantir que o processo ocorresse em uma única ação, sobretudo, que não fosse impedida por algum gargalo legal.





Nenhum comentário: