28 de ago. de 2022

A importância da criação do Museu e do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Guanambi

 


A identificação e o mapeamento dos sítios arqueológicos e os avanços nas pesquisas sobre a cultura pré-histórica e a presença de comunidades que viveram no passado em Guanambi assume papel importante para as gerações futuras e a preservação da memória dos povos pré-históricos.

A descoberta de vários sítios arqueológicos com pinturas rupestres e de objetos como ossadas de preguiças-gigantes, fósseis e cerâmicas representam um importante acervo histórico e bens materiais do município.

O patrimônio arqueológico é considerado juridicamente como propriedade pública, ou seja, constitui um bem coletivo, que precisa ter proteção, preservação e gestão por parte do Poder Público Federal, Estadual e Municipal.

A criação do Museu e do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Guanambi passa a ser um passo importante para a preservação da história da cidade.

A união dos pesquisadores e estudiosos, das universidades públicas e particulares, das instituições Fundação Joaquim Dias Guimarães, Memorial Casa de Dona Dedé, Casa do Escritor Domingos Antônio Teixeira e Academia Guanambiense de Letras é fundamental para reivindicar da Prefeitura Municipal de Guanambi ações e iniciativas visando garantir a preservação da nossa história e a criação de um espaço de visitação e armazenamento do rico acervo arqueológico de Guanambi, bem como da implantação do Projeto Circuitos Arqueológicos da Serra Geral.

O Blog do Latinha registra abaixo, as fotos do Museu de Arqueologia e Paleontologia da UFPI (Universidade Federal do Piauí) enviadas pelo Arqueólogo Willian Leal.


Arqueólogo Willian Leal - Visita ao Sítio Arqueológico 
da Moita dos Porcos em Caetité - Bahia.


















 

 

Nenhum comentário: