18 de fev. de 2021

Cesol Sertão Produtivo realizou a Feira da Economia Solidária em Guanambi






O Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Sertão Produtivo realizou a Feira de Economia Solidária, nos dias 11,12 e 13 de fevereiro, no espaço da conveniência do Hiper Stella em Guanambi. O Cesol Sertão Produtivo é gerido pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável Baiano (IDSB) e faz parte da ação de um edital público do Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Os empreendimentos assessorados pelo Cesol Sertão Produtivo são diversos em suas produções, o público que visitou o hipermercado nos dias de comercialização da Economia Solidária encontraram uma grande variedade de produtos alimentícios (mel, rapadura, doces, geleias, licores), manualidades (bordados, itens decorativos) e artesanatos (peças de palha e cipó). Tudo isso e muito mais com preços justos em respeito ao consumidor, além do cuidado com o meio ambiente.









Um comentário:

Unknown disse...

SERTÃO PRODUTIVO
EM
VERSOS E RIMAS

A Bahia é muito rica!
Uma festa cultural:
Missa, axé, candomblé
E animado carnaval!
Tem um Sertão Produtivo;
Também belo litoral!

Para conhecer melhor
Nossa querida Bahia,
Dividiu-se em território,
Cada qual com sua magia
De acordo sua identidade,
Sendo comum a alegria.

Aqui no Sudoeste baiano,
Há um pedaço de chão
Com a sua cultura própria,
Seu folclore e produção,
Mesmo sofrido com seca,
Produz frutas e algodão.

Para melhor conhecer,
A vocês vou apresentar
Municípios que compõem
E como identificar;
Cada um com sua identidade
Para caracterizar.

Urandi, oásis do Sertão,
Bem na divisa com Minas;
Tem indústria e irrigação
Com suas águas cristalinas.
Teve a primeira prefeita
E minério nas colinas.

Pindaí é do forró
E animado São João;
Também a festa do bode
Em prol da sua produção,
E o solo de Guirapá
Jorrando água do chão.

Candiba já foi mocambo,
Onde guarda sua beleza!
Tem uma pracinha ímpar
E a lagoa que é riqueza!
Um município pequeno,
Mas seu povo é a grandeza!

Guanambi é progressista;
É um centro regional.
Tem o seu comércio forte
E serviço educacional.
Recebe muitos artistas
De projeção nacional.

Monte Alto com a sua serra,
É milagre a natureza!
Situar num lugar tão seco
E ter água com beleza!
Conhecido por desfiles
De um Brasil rico e pobreza!

Iuiú das grandes fazendas
Produtoras de algodão.
Terra de grandes rebanhos,
Já saiu na televisão.
Tem o conhecido Vale
Onde produziu carvão.

Sebastião Laranjeiras:
Da mandioca e do feijão,
Do exuberante lajedo
E cachaça boqueirão.
Terras planas produtivas,
Em pleno seio do Sertão.

Caetité, tu és cultura,
Famoso em educação;
Terra de Anísio Teixeira,
Conhecido da nação.
É a capital do urânio,
Princesinha do Sertão.

Ibiassucê da amizade
É por todos conhecida,
Graças aos rios e lagoas,
Ergueu a cidade querida.
Devoto a São Sebastião,
Seu povo inspira sua vida.


Caculé das micaretas
E também do São João,
De um povo trabalhador;
Luta pra ganhar o pão.
É a cidade dos feirantes
Que percorrem a região.

Brumado do Campo Seco
Com sua praça verdejante;
Império da Magnesita
Com sua produção triunfante;
É cidade promissora,
Orgulho do habitante.

Lagoa Real é a mais real
Das cidades do Sertão;
Enobrece o sertanejo
Fardado com seu gibão.
Para honrar o vaqueiro,
Faz festa e celebração.

Rio do Antônio é um rio
Que deu nome à sua cidade.
Razão da vida e sustento
Pra toda localidade.
Move engenho e alambique;
Cachaça de qualidade!

Temos Malhada de Pedras,
Vence às secas do Sertão.
Devota do Bom Jesus,
Cresceu em torno da estação.
Povo sertanejo forte,
Enfrenta o sol, lavra o chão.

Ituaçu com a sua gruta,
Não tem nenhuma outra igual.
Terra de filhos famosos,
Projeção internacional!
Gilberto Gil é um deles,
Um orgulho nacional.

Tanhaçu - nome de porco;
Seu povo é a aversão.
Devoto à Nossa Senhora,
Mas São João é tradição.
Fiel cultura sertaneja,
Mantém viva no nosso Sertão.


Contendas do Sincorá
Tem chapada e tem sertão,
Tem rios e belas cachoeiras
Dando vida à plantação;
Com seu povo camponês
Do labor e devoção.

Dom Basílio é uma chácara!
Que lugar bonito então,
Produzindo tantas frutas,
Servindo pra exportação!
É milagre tecnológico
Através da irrigação.

Cidade de Livramento:
Um paraíso em sertão
Com suas serras ondulantes,
Queda-d’água em explosão
Com seus campos verdejantes
Pela localização.

Tanque Novo é produtivo
De agropecuária e de festejo.
O comércio é sua marca,
No atacado e no varejo.
Povo de coração bom;
De Maria ao sertanejo.

Esse Sertão Produtivo
Que apresentei pra você,
Com seu povo, sua cultura
E bons lugares pra ver;
Tem também identidade,
Que é seu jeito de ser.

Autor: Sebastião Santos Silva de Urandi.