Ferrovia Oeste Leste começa até janeiro



As obras da Ferrovia de Integração Oeste Leste devem começar entre dezembro e janeiro do ano que vem. A informação é da Valec, empresa pública vinculada ao Ministério dos Transportes, que anunciou que até o início de janeiro do ano que vem a estatal pretende dar início às obras no trecho Ilhéus-Caetité, de 530 km. A Valec esclareceu através de sua assessoria de comunicação que “independente da realização do leilão de subconcessão, a obra será iniciada e que para começar estão disponíveis R$ 370 milhões provenientes do governo federal”. A estatal esclareceu que “por ser uma obra federal a Ferrovia Oeste Leste será construída exclusivamente com recursos próprios do Governo Federal e da subconcessão”, explica a assessoria que revelou que em relação a licença ambiental, o Ibama está analisando os estudos de impacto ambiental para a posterior emissão da Licença Prévia.

A estatal disse ainda que o leilão da Subconcessão da Ferrovia será realizado no ano que vem, assim que o Governo Federal der o sinal verde. “As autoridades do governo na área de transportes consideram que em virtude da crise financeira mundial, o momento ainda não é
oportuno. Quanto aos leilões, em princípio, acontecerá apenas um, que subconcederá todo o trecho de 1.490 km, que vai de Ilhéus, na Bahia, até Figueirópolis, no Tocantins”.

A assessoria do órgão informou que a construção da Oeste Leste está estimada em R$ 6 bilhões, sendo que a ferrovia irá interligar o novo Porto SUL em Ilhéus, na Bahia, à Ferrovia Norte-Sul, em Figueirópolis. Sobre o traçado da ferrovia o órgão disse que ela foi dividida em três etapas, sendo o primeiro de Ilhéus a Caetité na Bahia com 530 km de extensão e previsão de conclusão para meados de 2011. Depois vem a etapa de Caetité a Barreiras, ainda no território baiano, com 413 km de extensão e previsão estimada de conclusão para meados de 2012.

E, finalmente o trecho de Barreiras a Figueirópolis, no Tocantins, sendo mais 547 km, com finalização prevista também para o final de 2012. “Como se vê, o traçado da Oeste Leste percorre todo o oeste e o sudoeste baiano, cortando cidades importantes como Brumado, Caetité, Guanambi, Correntina, Barreiras e Luis Eduardo Magalhães”, revela a assessoria.

Share:

Nenhum comentário:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Arquivo do blog