21 de jul. de 2022

BAHIA ECONÔMICA: FCA TEM 75% DE SUA REDE INOPERANTE, INCLUSIVE NA BAHIA, E TCU MANDA REGULAMENTAR DEVOLUÇÃO DE TRECHOS

 

FCA TEM 75% DE SUA REDE INOPERANTE, INCLUSIVE NA BAHIA, E TCU MANDA REGULAMENTAR DEVOLUÇÃO DE TRECHOS

BAHIA ECONÔMICA


A Ferrovia Centro Atlântica, controlada pela VLI Multimodal, e que administra o corredor ferroviário Minas- Bahia, única ligação ferroviária entre o Nordeste e o Sudeste, e outras linhas ferroviárias em vários estados, têm manifestado interesse em prorrogar antecipadamente seus contratos, mas mantém 75,8% de sua malha inoperante ou ociosa. Na Bahia, por exemplo, a FCA abandonou completo abandono de outras duas linhas férreas de sua responsabilidade: a que liga Salvador a Sergipe e a que liga Alagoinhas a Juazeiro.

A informação é do Tribunal de Contas da União que está preocupado com a perspectiva de que as solicitações de devolução de trechos aumentem. Na Bahia, por exemplo, a FCA já manifestou interesse em devolver o dois corredores, o que liga Juazeiro ao Porto de Aratu e a linha ligando Salvador a Sergipe. Em função disso, o TCU aprovou nesta quarta-feira recomendação para que a ANTT- Agência Nacional de Transportes Terrestres regulamente de forma detalhada o processo de devolução de trechos ferroviários abandonados ou com ociosidade.

O governo da Bahia tem se mostrado contra a renovação antecipada da concessão e   e reivindica duas obras: a construção de uma nova ponte entre São Félix e Cachoeira e outra entre Camaçari e Aratu e ameaça entrar na justiça contra a renovação antecipada. (ESP)

Veja Também: A FCA está engabelando a Bahia

Nenhum comentário: