16 de mar. de 2022

Audiência Pública de apresentação do Plano Cicloviário de Guanambi






 

No dia 15, às 19 horas, no auditório da OAB, aconteceu a audiência pública de apresentação do Plano Cicloviário de Guanambi com a participação do Secretário de Planejamento Coronel Lira, os representantes da empresa M.Urb Augusto Cesar Tamanini e Iasmin Kormann da Silva, Superintendente de Trânsito João de Deus Cotrim, representante dos grupos de ciclistas Lúcia Donato e o ex-vereador José Carlos Latinha.   

 

O evento contou com participação da União dos Ciclistas de Guanambi, vários jovens e lideranças da sociedade.

 

Os representantes da empresa M.urb apresentaram os mapas, os estudos e uma síntese da elaboração de projeto e diagnósticos com o objetivo da implantação do Plano Cicloviário de Guanambi, destacando que o objetivo é garantir a melhoria da qualidade de vida da população, a infraestrutura, a mobilidade urbana e diretrizes para a malha de ciclovias e ciclofaixas na cidade.

 








Depois da apresentação do projeto, as lideranças dos ciclistas usaram da palavra para debater o plano cicloviário e tirarem dúvidas sobre o processo de implantação da ciclovia na cidade. Os ciclistas presentes sugeriram a realização de uma campanha educativa sobre o trânsito na cidade e a implantação da primeira etapa da ciclovia e ciclofaixas no centro e nas avenidas Barão do Rio Branco, Dr. José Humberto Nunes, Santo Dumont, Tiradentes, entre outras avenidas e ruas.

 

Segundo o secretário Coronel Lira, a meta é iniciar a implantação da ciclovia e ciclofaixas nas principais avenidas e ruas de acesso ao centro da cidade, buscando garantir a melhoria da mobilidade urbana, atender a população dos bairros mais distantes e cria uma nova alternativa de transporte sustentável para a população.

 

Com experiência de muitos anos de mercado e prestando serviço para grandes cidades do país, a empresa que ganhou o processo licitatório em fevereiro de 2021, é especialista em estudos e projetos de trânsito, planejamento urbano, transportes ativos e coletivos, assessoria a órgãos públicos, conscientização e participação popular.

 

Segundo o engenheiro civil Augusto Cesar Tamanini, a equipe desenvolveu o projeto dentro dos parâmetros técnicos mais avançados, aplicados nas maiores cidades do país, com equipamentos modernos para a mensuração dos dados que serão utilizados no projeto e elogia a cidade pela iniciativa. “Guanambi é uma das poucas cidades do seu porte que se preocupou em realizar um estudo técnico sério para nortear as ações de mobilidade urbana”, disse o engenheiro.



 

Nenhum comentário: