22 de mai. de 2022

Secretário visita exposição ´O Vaqueiro e suas raízes´

 

Localizado no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador, o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) recebeu a visita do secretário de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia, Leonardo Bandeira, na tarde da última quinta-feira (19). O titular da pasta foi recebido pela presidente e idealizadora do projeto “O vaqueiro e suas raizes”, e pelo diretor do Ipac, João Carlos Oliveira, que o acompanharam em visita ao Espaço Salvaguarda, onde acompanhou a exibição do documentário “O vaqueiro e suas raízes”, a leitura de trechos do livro de mesmo título, e ainda visitou a exposição do museu do vaqueiro. 

O livro registra, de forma singular, o ofício dos vaqueiros. Já o documentário traz o relato de personagens reais e aborda a realidade desses desbravadores do Nordeste, trazendo uma cuidadosa pesquisa de fotos e de registros documentais. O documentário também enfatiza os utensílios do cotidiano do vaqueiro, traçando toda uma narrativa a respeito dos saberes desse universo tão importante para a formação do povo nordestino e brasileiro.

A iniciativa visa valorizar e preservar uma das mais antigas ocupações em solo pátrio, que possui registros de sua atividade desde 1550. Livro e documentário deixam claro o quanto os vaqueiros influenciam em nossa cultura ancestral, em evidências observadas no modo de falar, técnicas de medicina, manejo com o gado, culinária, estética, os trajes dos vaqueiros, seus cantares, mitos, e, até, uma arquitetura especifica evidenciada por esse modo de vida. Tudo isso forma o conjunto que, analisado, resultou na instituição do chamado “Oficío dos Vaqueiros” como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado.

“É de grande importância fazer referências a nossa cultura. O vaqueiro é um símbolo do nordeste, da Bahia, é um símbolo do nosso país. São eles os verdadeiros desbravadores do nosso estado, e assim devemos trabalhar, sempre fomentando a preservação da memória do povo da nossa terra”, discursou o secretário Leonardo Bandeira.

 

Texto: Ascom Segri
Foto: Div./Ascom Seagri

Nenhum comentário: