Seminário do Movimento "Vida Sim! Barragem Não!" no campus da UNEB em Guanambi




O 1° Seminário "As Contradições do Modelo Mineral no Brasil e no Alto Sertão da Bahia: Os riscos de uma barragem de rejeitos", organizado pelo Movimento Vida Sim, Barragem Não!, ocorreu no dia 27 de Julho, no auditório da UNEB Campus XII, em Guanambi- BA, das 8h às 17h.

O objetivo do seminário é de ampliar o debate sobre o atual modelo mineral e seus problemas para nossa região, de forma que a população local ameaçada pelas contradições da mineração,  e principalmente, as pessoas ameaçadas pela proposta de construção da barragem de rejeitos da BAMIN possa ter mais informações a respeito dos riscos e também do que pode ser feito para superar estes problemas.

MESA 1 - Modelo mineral no Brasil: Contradições e desafios das populações em conflito com a mineração.

  • Exposição sobre o modelo de mineração e as barragens de rejeitos e a conjuntura da atividade mineral no Brasil - Magno Luiz da Costa (Comissão Pastoral da Terra - CPT e Movimento Pela Soberania Popular na Mineração - MAM);


  • Histórico, contradições e impactos da atividade de mineração o Alto Sertão da Bahia - Gilmar Santos (Comissão Pastoral da Terra/Cáritas Diocesana de Caetité);


  • Contradições do Projeto Pedra de Ferro - Jorge Ferreira (Graduado em Ciências Biológicas - UNEB, Mestrando em Biodiversidade Vegetal - UNEB e atual Presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Olhos D'Água - IODA).


MESA 2: Como construir soberania popular na mineração no Alto Sertão Baiano?

  • Apresentar o debate sobre soberania popular na mineração - Magno Luiz da Costa;


  • Exposição sobre outras formas de produção e reprodução da vida na região e o potencial das atividades ´produtivas - José Coqueiro (Centro de Agroecologia no Semiárido - CASA). 


Finalizando o evento, o coordenador Venício Montalvão do Movimento Vida Sim, Barragem Não fez uma explanação sobre a importância do seminário para a continuidade das mobnilizações  contra a construção da barragem de rejeitos acima do distrito de Ceraíma e o debate sobre o modelo de exploração mineral, sendo que diversas lideranças de Guanambi e da região usaram da palavra para falarem dos desafios e tarefas do movimento.






































Share:

Nenhum comentário:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Arquivo do blog