EXCLUSIVA

POLÍTICA LIVRE

Foto: Divulgação/Arquivo

Ex-deputado Luiz Augusto
Com a confirmação do veto do governador Rui Costa (PT) à indicação do ex-deputado Luiz Augusto à CERB (Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia), o PP deve optar por sugerir o nome do funcionário de carreira da empresa Paulo Matos para o seu controle. Rui chegou a abrir a possibilidade para que o partido indicasse Luiz Augusto para a SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais) e a Bahia Pesca, mas, alegando para os correligionários que não estaria atrás de um empresa, Luiz Augusto, conhecido como um fazendeiro bem de vida, declinou das sugestões. Antes de ter sido rejeitado para a CERB, o ex-parlamentar também foi vetado pelo governador para a secretaria estadual de Recursos Hídricos, na qual o PP foi obrigado a emplacar outro quadro.