Centenário de Guanambi: Tombamento do Túmulo de Joaquim Dias Guimarães


O Prefeito em exercício de Guanambi, Hugo Costa, enviou para a Câmara de Vereadores de Guanambi, no dia 18.03.2019, Projeto de Lei Nº 05/2019 que dispõe sobre o tombamento do túmulo de Joaquim Dias Guimarães, instalado no imóvel localizado à Rua Sete de Setembro, nº 151, no bairro Vila Nova.

O tombamento visa garantir a preservação de um importante patrimônio histórico e cultural da cidade, tendo em vista que Joaquim Dia Guimarães foi o fazendeiro que doou parte das terras do arraial do antigo Beija-Flor para a construção de uma capela em 1870.



O projeto de lei está tramitando na casa legislativa e no dia 25, o ex-vereador José Carlos Latinha ocupou a Tribuna Livre para defender a sua aprovação,  destacando a importância da preservação do patrimônio histórico. 

A Lei nº 223, de 04 de dezembro de 2007 - PLANO DIRETOR, prevê no seu artigo 14, inciso IV, alínea "e", a preservação e proteção cultural e histórica da referida área. O tombamento é fundamental para evitar destruição ou modificação do túmulo de Joaquim Dias Guimarães.

A Fundação Joaquim Dias Guimarães foi criada em 1994 com a finalidade de resgatar, preservar e pesquisar aspectos históricos, culturais e folclóricos da cidade de Guanambi. Joaquim Dias Guimarães doou partes de suas terras para a criação do distrito de Beija-Flor, que mais tarde veio a ser Guanambi. A fundação é dirigida por uma diretoria composta por 10 membros e pelos seus sócios instituidores, tendo a frente da sua presidência, a dinâmica, atuante e histórica professora da cidade, Nice Amaral Guimarães Baleeiro. 


Vale destacar que a finalidade principal da entidade é de fincar as raízes da história de Guanambi e a FUNDAÇÃO JOAQUIM DIAS GUIMARÃES conta com a sensibilidade e a contribuição da sociedade para garantir a sobrevivência e a perpetuação da memória da nossa terra. 



Share:

Nenhum comentário:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Arquivo do blog