TV LATINHA: EXPEDIÇÃO JUAZEIRO E PETROLINA



Petrolina E Juazeiro
Composição – Jorge de Altino
Geraldo Azevedo e Elba Ramalho
De todo lado é bonito
São dois estados de espírito
No meio fico, e não nego
Navego no Velho Chico
De todo lado é bonito
São dois estados de espírito
No meio fico, e não nego
Navego, navego no Velho Chico
Meu barco é um coração
E vai sem mágoa
Nas águas dessa paixão até o cais
Beira do rio Pernambuco-Bahia
Todo vapor, marinheiro
Pode trazer meu amor, Juazeiro
Bela menina
Pode trazer meu amor, Petrolina e Juazeiro
Pernambuco-Bahia
Todo vapor, marinheiro
Pode trazer meu amor, J
uazeiro
Bela menina



Expedição Juazeiro à Petrolina - Travessia sobre a Ponte o Rio São Francisco é uma  experiência que envolveu perseverança, aventura, beleza, meio ambiente, cultura e história do Sertão, do Parque Nacional da Chapada Diamantina e do Velho Chico.

Os versos da composição de Jorge de Altino interpretada por Geraldo Azevedo e Elba Ramalho “Petrolina E Juazeiro” é fonte de inspiração para fazer o roteiro de uma aventura que merece ser registra para o povo da Bahia.
 
Foto - Tribuna do Planalto.

Saindo de Guanambi, madrugada do dia 21 de fevereiro de 2018 - quase 2 mil km de muito chão percorrendo os municípios de Caetité, Ibitira, Brumado e Sussuarana no sertão, atravessando os municípios de Tanhaçu, Ituaçu, Barra da Estiva, Mucugê e Andaraí na Chapada Diamantina, continuando as aventuras pela BR-142 passando pelas cidades de Rui Barbosa, Macajuba, Mairi, Várzea da Roça, Capim Grosso, Senhor do Bonfim e, finalmente, chegando a Juazeiro na Bahia e Petrolina em Pernambuco. Retornando o mesmo trajeto, no dia 23, chegado a "Guanambi de mel" , às 20:30 horas. O desfeche positivo dessa expedição  foi comemorada no aniversário do sobrinho Davi.

Todo o trajeto percorrido foi registrado pelas fotos da TV LATINHA com a exuberância e as belezas das serras, morros, rios, cachoeiras, paisagens, árvores nativas, histórias das igrejas, bibliotecas, centros culturais, casarões antigos, museus, entre outros atrativos turísticos.

Sr. Antônio - Aterro Sanitário de Juazeiro.
UNIVASF – Universidade do Vale do São Francisco em Juazeiro.
Chegando a Juazeiro fomos recepcionados pelo companheiro e amigo Orlando dos Santos Barros, que nos apresentou as orlas de Juazeiro e Petrolina, a imponente e histórica Ponte sobre o Rio São Francisco - Travessia JUAZEIRO E PETROLINA, as esculturas de Lêdo Ivo, a famosa Ilha do Fogo, barcas, vapores, monumentos e estatuas, carrancas do São Francisco, o ponto turístico da Ilha do Rodeadouro (Rio, as Ilhas e as Praias), Aterro Sanitário de Juazeiro, Fundação Museu Regional do São Francisco – Juazeiro, Bodódromo em Petrolina, UNIVASF – Universidade do Vale do São Francisco em Juazeiro, Catedral Sagrado Coração de Jesus em Petrolina, Catedral Santuário Nossa Senhora das Grotas em Juazeiro, Prédios Históricos da Prefeitura Municipal de Juazeiro, entre outros atrativos turísticos.


Fundação Museu Regional do São Francisco.

Ao mesmo tempo fomos recepcionados pelo Vereador do PCdoB e dirigente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juazeiro, companheiro Agnaldo Meira, que fez um relato sobre o potencial de desenvolvimento econômico da cidade, especialmente sobre a produção vinícola e de frutas (Uva, Melão, Manga) e a agricultura irrigada. Juazeiro é hoje um grande entreposto comercial de hortifrutigranjeiros.



Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juazeiro.
Visitamos também as áreas naturais e os prédios históricos das cidades de Ituaçu, Barra da Estiva, Mairi, Macajuba, Mucugê, Andaraí, Rui Barbosa e Itaberaba, especialmente o Parque Municipal Ramalho Sampaio em Macajuba, Museu do Garimpo e Praça dos Garimpeiros em Mucugê.











Em Macajuba, reencontramos o Vereador Neto (PSB) que nos recepcionou com um papo agradável sobre a história política e econômica da cidade. Ao mesmo tempo nos mostrando as belezas naturais do município.



A surpresa da expedição ficou por conta do encontro com o ciclista Paulo na cidade de Sussuarana, que estava cumprindo uma promessa de viajar de Porteirinha - MG até o estado de Aracaju, num percurso de mais de 1.100 km de bike. 



Veja no Facebook José Carlos Latinha I, II e III e no Blog do Latinha as fotos e informações das diversas áreas e cidades da expedição.  
  

Share:

Nenhum comentário:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Arquivo do blog