CMCG REIVINDICA INVESTIMENTOS CULTURAIS EM GUANAMBI



Hoje (15), às 10 horas, aconteceu uma audiência do Conselho Municipal de Cultura de Guanambi - CMCG com o Prefeito Jairo Magalhães com o objetivo de reivindicar do poder público mais investimentos na área cultural da cidade.

A audiência contou com as presenças do Prefeito Jairo Magalhães, dos representantes do Conselho Municipal de Cultura: José Carlos Latinha - Presidente, Cássia Cotrim - Secretária, Patrícia Vilas Boas e Alan Salomão, do Secretário de Infraestrutura - Márcio Luís Marques Fernandes, do Presidente do Conselho da Cidade - Evilásio Costa e do Vereador Rafael (PT).

Os representantes do CMCG entregaram uma CARTA ABERTA À POPULAÇÃO para o Prefeito Municipal, que estabelece as principais reivindicações da área artística e cultural, conforme decisão do Fórum Municipal de Cultura realizado nos dias 14 e 15 de Julho de 2017.  


As principais reivindicações e ações foram analisadas e encaminhadas ao Prefeito Jairo Magalhães:

1. Nomeação do Secretário Municipal de Cultura, Esporte e Lazer;
2. Criação de um novo espaço cultural na cidade;
3. Implantação do Sistema Municipal de Cultura de Guanambi: Plano Municipal de Cultura, Fundo Municipal de Cultura e implantação do sistema de informação da cultura;
4. Construção da Biblioteca Municipal;
5. Disponibilizar um espaço na Prefeitura para o funcionamento pleno do Conselho Municipal de Cultura.




                                     CARTA ABERTA À POPULAÇÃO

O Conselho Municipal de Cultura de Guanambi (CMC), “órgão colegiado de caráter permanente com funções deliberativas, normativas e fiscalizadoras das áreas de atividade cultural do município”, vem através desta solicitar esclarecimento público das inquietações relativas a cultura da cidade junto à Prefeitura Municipal e administração da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, em relação a demandas recorrentes encaminhadas ao conselho, algumas delas, fruto do acúmulo de um longo processo histórico.
O 4º mandato de conselheiros eleitos em Fórum público nos dias 14 e 15 de julho de 2017, elaborou parecer detectando demandas culturais específicas da atual conjuntura guanambiense, refletindo preocupações legítimas dos articuladores da arte na municipalidade.

 São elas:

1 – Sentimento de insatisfação generalizada da categoria em relação a ausência de um diálogo entre os agentes e promotores de cultura local e o poder público,
2 – Desvalorização dos artistas e projetos locais bem como uma política de cultura a médio e longo prazo em detrimento de grandes eventos de cultura de massa,
3 – Ausência de Biblioteca Pública em local adequado,
4 – Ausência de espaço de fomento as artes plásticas e áudio visuais,
5 – Ausência de uma escola de música,
6 – Ausência de uma secretaria específica da área.

Considerando o quadro apresentado, o CMC respeitando as competências que lhe impõe o Artigo 4º da Lei 905/2014 propõe as seguintes medidas:

1 – Criação de uma Secretaria Municipal de Cultura,
2 –Valorização do C.M.C como espaço propositivo e consultivo de diálogo para a elaboração de diretrizes culturais no município revigorando o espírito de parceria necessário entre os agentes/produtores culturais e o poder executivo,
3 – Elaboração e execução de um plano municipal de cultura prevendo a criação de um fundo municipal com orçamento específico e a implementação do sistema de cultura.

Registramos aqui o esforço constante da comunidade de artistas/promotores/agentes da cultura de Guanambi que mesmo diante da pouca importância dada a essa dimensão tão decisiva, nobre e determinante do ser humano, fonte da identidade, memória e criatividade de um povo, continuam atuantes e com esperança em dias melhores.

Lembramos que o C.M.C apenas cumpre aqui o exercício de seu papel de forma respeitosa junto ao poder público, promovendo a construção de uma integração produtiva em direção a um desenvolvimento cultural que preze pelo incentivo e apoio as iniciativas culturais em sua pluralidade, promovendo e valorizando suas mais distintas manifestações em conformidade com o espírito constitucional.

Respeitosamente,

Conselho Municipal de Cultura
Guanambi 29/08/2017






Share:
Postar um comentário

Acesse e Leia!

Previsão do Tempo:

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog