Reeleito reitor, Bites promete valorização do servidor técnico-administrativo da Uneb

Quinta, 12 de Outubro de 2017 - 00:00

BAHIA NOTÍCIAS

por Estela Marques
Reeleito reitor, Bites promete valorização do servidor técnico-administrativo da Uneb
Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

A segunda gestão do reitor José Bites de Carvalho na Universidade Estadual da Bahia (Uneb) terá como um dos pilares a valorização do servidor técnico-administrativo. Isso inclui a construção de um programa de valorização da categoria com ações de qualificação e capacitação, além da revisão da Lei 11.375, que rege a carreira dos servidores. “A gente assumiu compromisso de trabalhar junto com os técnicos pra apresentar minuta do novo plano de carreira deles. Vamos trabalhar nisso”, disse, durante visita ao Bahia Notícias, acompanhado do vice-reitor, Marcelo Ávila. Bites foi reeleito reitor no último dia 3, após concorrer com sua ex-vice-reitora, Carla Liane, cujo vice foi o professor Joabson Figueiredo; e com o diretor do Departamento de Educação, Valdélio Silva, que montou chapa com a professora Márcia Guena (veja aqui). A proposta de gestão do reitor reconduzido ao cargo inclui ainda propostas de sustentabilidade financeira da universidade e ampliação da assistência estudantil. “Queremos ampliar diálogo com governo pra se discutir de forma mais consistente outros mecanismos pra atual legislação que garante esses recursos específicos – seja através de outras legislações que possam propiciar o repasse dos recursos, outros repasses pras universidades, como também programas que possam dar sustentabilidade a outras ações da universidade”, explicou. Segundo Bites, essa assistência pode ser ampliada por meio de um programa do Ministério da Educação, do qual há recurso retido em 2014 e 2015. O último elemento de trabalho da segunda gestão de Bites à frente da Uneb é a interiorização da pós-graduação stricto sensu – mestrado e doutorado –, trabalho já iniciado em Alagoinhas, Jacobina e Juazeiro. “Temos nos campi comissões que estão trabalhando para que a gente possa avançar em relação a esses programas no interior. Barreiras é prioritário, Teixeira de Freitas, Guanambi, Caetité, Coité, Bom Jesus da Lapa”, explicou. Segundo Bites, o “primeiro passo” já foi dado, que é a oferta de turmas de doutorado para professores por parte de outras universidades. 
Share:

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog