Espetáculo 'Virgulino Menino, Futuro Lampião' conta história de cangaceiro


Eduarda Uzêda
  
A+A-
Obra está em cartaz no Teatro Módulo sempre aos domingos - Foto: Marlon Porto | Divulgação
Obra está em cartaz no Teatro Módulo sempre aos domingos
Marlon Porto | Divulgação
Virgulino Ferreira da Silva (1898-1938), o Lampião, ao longo do tempo tem sido alvo de várias pesquisas, que resultam em trabalhos literários, acadêmicos ou projetos artísticos.
Desta vez o Rei do Cangaço, como ele ficou sendo chamado, inspira uma peça para o público infantojuvenil. Trata-se de "Virgulino Menino, Futuro Lampião" que está em cartaz no Teatro Módulo sempre aos domingos e, neste, 6, especialmente, em sessão dupla: às 11h e 16 horas.
A montagem que traz elementos da cultura nordestina como o cordel, forró, xaxado, galope, xote e embolada e reflete valores sertanejos como a honra, a honestidade e a solidariedade, narra a infância de Lampião, a partir das aventuras de quatro irmãos.
Objeto precioso
Na trama, dois deles, Antonio e Lino (o Virgulino) estão brincando e encontram uma caixa recheada de ouro. Cabe ao menino Lino, então, procurar o dono, o coronel Justino de Jesus (representação de todos os coronéis) para devolver o objeto precioso, alvo de cobiça.
A partir daí, ele enfrenta questionamentos de ordem moral (devolver ou não devolver a peça), muitos desafios e aventuras.
Na trama, ele foge de dois cangaceiros, conversa com mandacarus encantados e ajuda muitas pessoas que encontra pelo caminho.
O diretor Lucas Sicupira (o Vicentino, da dupla da TV Jair & Vicentino) que, além de dirigir e atuar, assina o texto junto com Iocaã Simões, conta que eles se debruçaram na pesquisa sobre a vida de Lampião para construir um enredo fictício, mas com alguns elementos reais do cangaceiro.
"O Lampião na vida real, por exemplo, tinha sete irmãos. Nó selecionamos três: Antonio, Virtuosa e Maria. Também na peça mostramos Jacova, a avó dele (é representada pelo coro). E o cangaceiro Volta Seca, que pertencia ao bando dele", entrega o encenador.
Além de Lucas, fazem parte do elenco Marcos Lopes, Yasmin Ribeiro, Iris Faria, Tássia Gramacho, Taciana Bastos, e os pequenos Bruna Simões, Leonardo Lacerda, Leandro Nascimento e Sophia Nery.
Dramaturgia
O dramaturgo Iocaã Simões lembra que escreveu um texto inicial para alunos de Educação Infantil da Escola Girassol (ele e Lucas também são arte-educadores). "Decidi então chamar Lucas para escrever este novo texto, que tem intervenções poéticas de Maviael Melo. É um trabalho muito rico", garante Iocaã.
O ingressos para a obra estão no valor de  R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e podem ser comprados no local.
Share:

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog