24 de jul de 2017

Quem foi Isaac Moura Rocha?

No ano de 1945, aos 19 anos, chega a Guanambi, vindo de Jequié, o jovem Isaac Moura Rocha, o qual tinha como ofício, a mecânica de motores e máquinas em geral. Juntamente com o seu irmão mais velho, também mecânico, começou a montar as primeiras usinas de algodão em Guanambi e região. Em 1951 constituiu família aqui na cidade, casando-se com a senhora Ivanir Rego Guimarães Moura. No ano de 1955, paralelamente ao exercício da sua profissão, iniciou a venda de gasolina e óleo diesel em latas. Em seguida, através da Cia Atlantic de Petróleo, conseguiu instalar duas bombas medidoras de combustível, com os tanques armazenadores enterrados sob a Rua Barão do Rio Branco, o que era permitido naquela época e, que mais tarde, deu origem ao Posto Modelo, que atua até hoje no ramo de combustíveis. Nos anos 60, a cidade não tinha aeroporto, existia apenas um campo de pouso improvisado, no qual operavam pequenos monomotores e, ainda, com algumas restrições. Nessa época, a extinta Comissão do Vale do São Francisco teve a necessidade de trazer para cá os seus executivos usando os primeiros aviões modelo Cessna 180, por isso necessário foi melhorar a pista de pouso. Isaac Moura, pela paixão que tinha pelas máquinas, em especial os aviões, acompanhou de perto todas as obras de melhoria realizadas na pista. Além disso, por conta da sua habilidade e paixão por estas máquinas,  empenhava-se em consertar com máxima dedicação e segurança  as aeronaves que aqui pousavam em pane. Por volta de 1970, Isaac Moura adquiriu a primeira aeronave da cidade de Guanambi e construiu o primeiro hangar, sendo assim o primeiro táxi-aéreo regular da cidade até o ano de 1980. Isaac Moura Rocha faleceu em Guanambi no dia 19 de abril de 1985.

Jorge Jornais- O POPULAR