Oito dias após condução coercitiva, ex-presidente da Valec é preso pela PF


BAHIA NOTÍCIAS

Oito dias após condução coercitiva, ex-presidente da Valec é preso pela PF
Foto: Jornal O Popular

O ex-presidente da Valec, Francisco José das Neves, o “Juquinha”, foi preso preventivamente pela Polícia Federal em Goiânia (GO) nesta sexta-feira (2). Segundo informações do portal G1, o advogado de defesa informou que acompanha o caso, mas que não tem informações do motivo da prisão. Juquinha foi conduzido coercitivamente no último dia 25 e prestou esclarecimentos na sede da PF em Goiânia, durante a Operação De Volta aos Trilhos. Seu filho, Jader Ferreira das Neves, e seu advogado, Leandro de Melo Ribeiro, foram presos no mesmo dia. O Ministério Público Federal (MPF) aponta que Juquinha e Jader “continuaram a lavar dinheiro de propina” mesmo após serem condenados, "produzindo provas falsas no processo para ludibriar o juízo e assegurar impunidade, além de custearem parte de sua defesa técnica (advogados) com dinheiro de propina". Na última fase da operação, o MPF chegou a pedir a prisão preventiva de Juquinha, mas o requerimento foi indeferido pela 11ª Vara Federal da Sessão Judiciária de Goiás, que avaliou não existirem provas suficientes. Assim, a Justiça determinou a condução coercitiva. Após deixar a sede da PF, ele negou as acusações em entrevista à TV Anhanguera. "Tudo correto. Tudo declarado. Não existe nada até agora. Tem seis anos de investigação e é isso aí". O ex-presidente da Valec destacou ainda que não tem nenhum bem em nome de "laranjas". Questionado se ele está tranquilo diante das investigações, ele respondeu: "Tranquilíssimo”.
Share:

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog