FHC E GLOBO VEEM O BRASIL COMO UM GRANDE PROGRAMA DE AUDITÓRIO?



O PSDB e a Globo promoveram um golpe parlamentar no Brasil para que a pinguela Michel Temer conduzisse um programa de desmonte de programas sociais que jamais venceria nas urnas; tanto o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso como os irmãos Marinho apostavam que, depois do tratamento de choque de Temer, a economia bombaria e um tucano seria eleito sob aplausos do povão em 2018; o problema é que deu tudo errado; Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra, vulgos Mineirinho, Santo e Careca, foram abatidos pela Lava Jato, enquanto a economia afundou e a imagem do PSDB foi à lona por estar associada ao fim das garantias trabalhistas e das aposentadorias; depois do dilúvio, a nova aposta de FHC e da Globo é na imbecilização completa do povo brasileiro, como se Luciano Huck, apresentador de programas populistas e assistencialistas de auditório, tivesse cacife para se tornar presidente; triste fim para um político que já foi chamado de "príncipe da sociologia". 247 BRASIL
Share:

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog