9 de mai de 2017

CURITIBA É TOMADA POR MANIFESTANTES NA VÉSPERA DO DEPOIMENTO DE LULA


A proibição de manifestações populares pela juíza Diele Zydak parece ter apenas elevado o ânimo e o número de caravanas que chegam à capital do Paraná nesta nesta terça 9; pela manhã, foi aberto o grande acampamento organizado pelo MST, que também se manifesta em memória do sem-terra Antônio Tavares Pereira, morto pela Polícia Militar há 17 anos; a chamada 'Jornada de Lutas pela Democracia', que pede "Um Brasil Justo para Todos e para Lula", ficará na cidade durante o depoimento do ex-presidente ao juiz Sergio Moro, marcado para as 14h desta quarta-feira 10; Moro pediu em vídeo para que apoiadores da Lava Jato não se manifestem; diversas lideranças políticas, como Dilma Rousseff, estarão na cidade. 247 BRASIL