4 de abr de 2017

Parede da 'Casa de Estudantes de Ipirá' cede; jovens não têm para onde se mudar


BAHIA NOTÍCIAS

por Ailma Teixeira
Parede da 'Casa de Estudantes de Ipirá' cede; jovens não têm para onde se mudar
Foto: Acervo Pessoal

Uma parede da Casa de Estudantes de Ipirá, na Rua do Tororó, em Salvador, cedeu por volta das 22h de domingo (2). A estrutura que veio abaixo fazia parte da cozinha e dava acesso a uma escada, onde ficava o quarto dos funcionários. Felizmente, ninguém ficou ferido, mas os 33 estudantes que vivem na residência não tem onde se abrigar. "A gente veio pra Ipirá sem saber o que fazer, mas a gente não tem uma casa alugada pra ficar", conta a presidente da Casa, a estudante Aline Leile. Ao Bahia Notícias, Aline relatou que o prefeito da cidade, Marcelo Brandão (DEM), visitou a instalação e recomendou que os estudantes realizassem a mudança, mas nada de concreto chegou a ser firmado. Por isso, cerca de 20 deles foram para Ipirá protestar em frente à Câmara de Vereadores do município. Eles querem exigir das autoridades responsáveis uma solução. "Ele [o prefeito] conversou com a gente, que ia ver o projeto, engenheiros vão lá ver o local e falou pra gente começar a procurar uma casa pra ficar e fazer a mudança imediata, mas a gente não tem nada registrado, é muito superficial", pontua.

Estudantes protestam nas ruas de Ipirá | Foto: Acervo Pessoal

Construída há mais de 40 anos, a casa apresenta problemas na estrutura física há um bom tempo. Essa não foi a primeira vez que uma parte cedeu. "Desde o ano passado que têm caído partes da casa, há cinco meses caiu uma parte do teto da laje", lembra Aline. Apesar das queixas e reivindicações, a estudante afirma que o governo municipal não promoveu uma reforma. O Bahia Notícias tentou contato com a prefeitura de Ipirá até o fechamento desta nota, mas não houve retorno.