3 de mar de 2017

MORALISTA SEM MORAL, AÉCIO DEVE DESCULPAS AO PAÍS


Responsável número 1 pela tragédia brasileira, que já desempregou 7 milhões de pessoas em dois anos, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) ainda não se pronunciou sobre o depoimento de Benedicto Júnior, o "BJ", número dois da Odebrecht; o executivo afirmou que foi o próprio Aécio quem lhe pediu R$ 9 milhões por fora, que foram distribuídos a seu marqueteiro Paulo Vasconcelos e seus principais aliados – um deles, o filho do responsável pela lista de Furnas; dois anos depois de paralisar o País com sua cruzada golpista, Aécio está nas manchetes de todos os jornais na sua real condição: a de moralista sem moral; o mais inacreditável, no entanto, é que, depois de propor a ação no TSE contra a chapa Dilma-Temer, Aécio não quer mais que o processo seja julgado, uma vez que o PSDB já assaltou o poder, mesmo tendo perdido as eleições presidenciais. 247 BRASIL