9 de mar de 2017

FILHOS DE YUNES, MELHOR AMIGO DE TEMER, PAGARAM OPERADOR DE PROPINAS


A afirmação do advogado José Yunes, melhor amigo e ex-assessor de Michel Temer, de que ele teria sido apenas uma "mula" —usado sem saber— para a transferência de dinheiro de caixa dois para Eliseu Padilha está cada vez mais insustentável; a quebra de sigilo das empresas de Adir Assad, conhecido operador de propinas já condenado na Lava Jato, revela que empresas dos filhos de José Yunes pagaram ao menos R$ 1,2 milhão para firmas de fachada; as empresas de Marcos e Marcelo Mariz de Oliveira Yunes, todas ligadas a Yuny Incorporadora, aparecem em 113 transações com a SM Terraplanagem e em 28 operações com a Legend Engenheiros; as duas companhias, segundo o MPF, não possuíam condições para funcionar e eram emissoras de notas frias utilizadas para produzir dinheiro em espécie que abastecia o caixa dois de empresas interessadas em pagar vantagens indevidas a agentes públicos e partidos políticos. 247 BRASIL