8 de fev de 2017

Wagner acena com candidatura ao Senado em 2018 e descarta quebra de aliança com Otto

Quarta, 08 de Fevereiro de 2017 - 09:20

BAHIA NOTÍCIAS



Wagner acena com candidatura ao Senado em 2018 e descarta quebra de aliança com Otto
Foto: Reprodução / Facebook

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaques Wagner, deixou claro nesta quarta-feira (8), em entrevista ao radialista Mário Kertész, na rádio Metrópole, que as cartas de 2018 já estão colocadas, com ele disputando o Senado na chapa majoritária. “É um direito de Rui ir para reeleição, ele está bem avaliado, e acho que devemos manter a chapa Rui e Leão. Estou colocado para a vaga do Senado, temos outra vaga”, afirmou, sem descartar a possibilidade de o segundo nome ser a senadora Lídice da Mata (PSB).”Ela tem direito de pleitear”, afirmou, acrescentando que a discussão que ocorrerá na base será para sair com a chapa “mais forte” possível. Questionado sobre a permanência do senador Otto Alencar (PSD), que é apontado como o fiel da balança na próxima eleição, Wagner aposta na continuidade da aliança. “Não, não acredito [que Otto vá para o lado do prefeito ACM Neto]. Tenho conversado muito com Otto, não posso falar por ele. Digo publicamente, foi uma conquista da política a amizade, foi praticamente um irmão que ganhei na política, uma relação excepcional”, afirmou. "Acho que a relação dele comigo, com Rui, com o grupo todo, Leão, Marcelo Nilo, PCdoB, PSB... Não vejo sinceramente essa possibilidade, esse canto de sereia"Wagner lembrou também o tratamento que o congressista teve quando ainda integrava o outro grupo político. “Vamos ser francos, o grupo de lá nunca deu oportunidade pra Otto na majoritária”. Ainda sobre Neto, disse que não daria conselhos ao adversário político, mas fez observação sobre a provável candidatura do prefeito ao governo do Estado. “A maioria dos que deixaram o mandato sem completar na Bahia não tiveram muita sorte”, apontou, citando Waldir Pires e João Durval.